Cobertura Minuto HM – System Of A Down em SP – parte 2 – resenha

É, senhores amantes metal…

E foi um grande show esse do System Of a Down em São Paulo! Mas antes do show em si, acho que vale a pena comentar um pouco sobre a banda de abertura, o Macaco Bong.

Macaco Bong

Macaco Bong

Os mato-grossenses subiram no palco por volta de 20:10 e tocaram por cerca de uma hora. A banda apresentou seu som instrumental de excelente qualidade e criatividade, tanto que foi muito aplaudida pelo público presente. Inclusive tivemos a oportunidade de tirar uma foto com Ynaiã Benthroldo, baterista da banda, que estava na pista VIP para acompanhar o show dos californianos.

Marcus Batera e Ynaiã Batera

Marcus Batera e Ynaiã, (também) Batera, do Macaco Bong

Agora ao show do System!

Nota: Não posso deixar de registrar o susto que São Pedro deu no público ontem. Recebemos informações de amigos e familiares, de vários pontos da cidade, que estava chovendo HORRORES! Eis que as primeiras gotas começaram a cair na Chácara do Jóquei. E a chuva deu uma leve apertada, o que levou algumas pessoas a pagarem R$ 10,00 em uma capa plástica (absurdo). Porém, graças ao Deus Metal, a chuva, que nem foi tão forte assim, durou apenas poucos minutos…

Passado o susto, por volta das 21:40 a banda liderada por Serj Tankian (vocal e teclado) e Daron Malakian (vocal e guitarra) subiu ao palco para uma performance incrível. Era impressionante o intervalo (ou a falta de) entre as músicas. Era paulada atrás de paulada!

System Of a Down em São Paulo

System Of a Down em São Paulo

O difícil é destacar um momento de auge no show, porque diferentemente do que temos visto por aí, o público (e nos incluímos nessa) conhecia realmente tudo que era executado no palco, o que com que o show tivesse uma energia espetacular do início ao fim! Fim, aliás, que não teve bis (ou “encore”), foi tudo de uma vez na orelha da galera (no melhor dos sentidos).

Mesmos assim, não dá pra não destacar os medalhões que consagraram o quarteto, como B.Y.O.B., Hypnotize, Question!, Chop Suey!, Aerials e Toxicity. Esta última tem realmente tudo a ver com nossa querida São Paulo, afinal “the toxicity is my city”!

Além dessas músicas consagradas os caras mandaram Vicinity of Obscenity, uma música em especial que meu irmão e eu gostamos muito e que jamais esperaríamos ver/ouvir ao vivo. Muito legal!

O setlist foi baseado na trinca de ouro da banda, os álbuns Toxicity, Mezmerize e Hypnotize, que somaram 23 das 29 músicas do show.

Resumindo, para quem é fã da banda de longa data, como nós, o show foi praticamente irretocável! Grandes sucessos e músicas que não foram executadas no Brasil cantadas a plenos pulmões pelo público presente certamente fizeram que este show se tornasse inesquecível.

Abaixo segue o setlist e as fotos da noite!

1. Prison Song
2. Soldier Side – Intro
3. B.Y.O.B.
4. Revenga
5. Needles
6. Deer Dance
7. Radio/Video
8. Hypnotize
9. Question!
10. Suggestions
11. Psycho
12. Chop Suey!
13. Lonely Day
14. Bounce
15. Lost in Hollywood
16. Kill Rock ‘n Roll
17. Forest
18. Science
19. Mind
20. Innervision
21. Holy Mountains
22. Aerials
23. Vicinity of Obscenity
24. Tentative
25. Cigaro
26. Suite-Pee
27. War?
28. Toxicity
29. Sugar

This slideshow requires JavaScript.

Marcus [106] Batera



Categories: Artistas, Cada show é um show..., Curiosidades, Resenhas, Setlists, System Of A Down

4 replies

  1. Marcus Batera, estranho te ver em um show sem eu estar por perto. Mas você estava bem acompanhado do Paulão, seu irmão (de sangue).

    Queria agradecer pela cobertura que você fez pelo celular. Sei que a tarefa não é das mais fáceis, mas é bem legal, não? Mais ainda para lembrarmos depois das coisas, já com o gosto da saudade.

    Bom que o show foi, pelo visto, sensacional. O show dos caras no Rock in Rio acabou faz pouco tempo e foi bastante intenso e contagiante, além de divertido, mesmo eu não conhecendo a banda direito e não sendo o tipo de som que eu curto. Entretanto, é inegável o talento de todos eles.

    As fotos estão muito boas e legal que você ainda tirou uma foto com o “outro” batera, da banda de abertura. Pista VIP neste local rende bastante coisa mesmo, hein? Me lembro como foi legal no show do Faith No More que vimos aí.

    Enfim, boa!

    [ ] ‘ s,

    Eduardo.

    Like

  2. é…sem palavras…quem foi…viu e ouviu.

    Like

Trackbacks

  1. Cobertura Minuto HM – Rock in Rio 2011 – Live Blogging – dia 7 – Guns N’ Roses « Minuto HM

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: