Daniel Cheese e a volta do Água Brava!

Vamos botar essa água pra ferver !

Leitores do Minuto HM, trago por aqui mais um capítulo desta volta do Água Brava, que desde julho do ano passado vem circulando aqui no blog, com notícias cada vez mais reais sobre esse momento histórico para o heavy metal e hard rock nacional e com nossa entrevista exclusiva. No sábado que antecedeu o Ano-Novo (precisamente no dia 26 de fevereiro), afinal o Brasil não existe no calendário antes do Carnaval, tive a honra e o prazer de passar alguns momentos conversando com a lenda viva da guitarra nacional do hard e heavy metal, Daniel Cheese. Vamos deixar a folia de lado, afinal o assunto aqui é bem mais pesado….e interessante, diga-se de passagem!

O encontro aconteceu por pura coincidência, afinal tinha agendado a manhã daquele dia para uma ida à Promusic, excelente loja de instrumentos musicais situada em Copacabana, aqui na Cidade Maravilhosa. Estava eu com intuito de testar alguns pedais de distorção e comigo ia também o amigo Rafael, para conhecer a loja e dar uma maior atenção aos instrumentos musicais, em especial às guitarras. Chegamos cedo ao destino, e após algumas verificações iniciais, pedi para testar os já citados pedais de distorção, no que fui generosamente atendido pelo pessoal da loja, afinal o atendimento do local dispensa comentários, eles fazem você se sentir muito à vontade por lá .

Quando começo e fazer os testes, me viro e me deparo com o rosto familiar de Daniel, que vem ao meu encontro, mostrando algum interesse no teste em questão. Interrompi de imediato o que está fazendo, e perguntei como estava a banda, pois nós aqui do Minuto HM estamos muito ansiosos por ver o projeto do CD definitivamente registrado. Entre um e outro teste de guitarras e pedais, batemos um agradável papo, e aproveito o espaço para deixar os leitores do Minuto HM antenados com o atual momento da banda.

Amigos, o CD está praticamente pronto!!! As músicas foram todas gravadas, faltando um detalhe ou outro, quem quiser pode acompanhar tudo no Facebook da banda. A banda tentou inicialmente viabilizar o projeto com ajuda financeira através do Crowdfunding, mas não conseguiu atingir o valor estipulado. Perguntei ao Daniel sobre este fato, mas ele demonstrou muito otimismo em colocar seu ponto de vista acerca do Crowdfunding ter servido como uma fagulha inicial, e que o projeto continua à todo o vapor. Eles agora tem intenção de fazer a mixagem final e masterização contando com a experiência do Carlos Trilha, renomado tecladista, produtor e arranjador, que tem um equipamento descrito por Daniel como algo surreal!

Ele aproveita então para dar alguns detalhes sobre o CD, que trago por aqui para todos: o primeiro ponto que me chama à atenção é a evidente satisfação com que ele fala da música Apocalipse Não, que traz um arranjo para 2012 para fazer jus a canção elaborada na década de 80. Ver esses sons da banda que tanto “arrebentou” nos shows daquela efervecência que foi o começo da década de 80 registrados com a qualidade atual é motivo de muita alegria, pois a banda não poderia deixar essa lacuna aberta. Pergunto pela música do compacto lançado nos anos 80, Pressão, e ele deixa escapar que esta e mais algumas canções vão trazer algumas mudanças no arranjo, solos e até nas letras, afinal tudo tem de fazer muito sentido neste novo projeto do Água Brava. Outra novidade é a participação de Tony Platão nos vocais da balada De que Adianta, que foi o lado B do histórico compacto lançado nos anos 80. Segundo Cheese, o resultado ficou espetacular!


O papo super bacana vai se intercalando com os testes dos instrumentos e após Daniel testar uma guitarra, plugo outra para testar um outro pedal de distorção. O assunto agora merece um grande destaque, pois estamos falando da capa, que ficou uma maravilha. Segundo Cheese, a ilustração captura bem o que se espera ouvir em seu conteúdo. O trabalho, feito por Gustavo Sazes, é de extremo bom gosto, mostrando bem a qualidade do CD que esperamos com ansiedade para ouvir. O papo segue para um assunto mais técnico, pois pergunto a ele sobre as guitarras que foram utilizadas no álbum. Antes, lembro da Flyng V que ele usava na década de 80, ele diz que não sabe mais aonde ela foi parar. No CD ele usou vários instrumentos, a sua inseparável PRS (Paul Reed Smith), uma Gibson Les Paul com captadores P-90, uma Fender Stratocaster, todos equipamentos da categoria de um instrumentista como Daniel. Ele diz sentir falta dos solos de guitarra no atual rock feito no Brasil, sou obrigado a concordar quando falamos das músicas de rock feitas em nossa língua natal. O jeito então é aguardar para ouvir o CD da banda, que certamente vai reparar essa falta.

Mais à frente, A Fender Stratocaster. Ao lado esquerdo, a inseparável PRS de Cheese. Lá no fundo, a Les Paul com os P-90.

O momento final de nosso papo é sui-generis para um pretenso guitarrista como eu. Ainda às voltas com o teste de pedais, vejo Daniel se reaproximar com um pedal Octave. Ele pede que eu teste o equipamento, para ouvir a sonoridade. Insisto para que ele toque, mas ele devolve a insistência e sou obrigado a testar o pedal, não entendendo muito bem o que ele esperava. Após vários minutos, que me pareceram horas, onde ele vai mexendo na regulagem do pedal e eu testando a guitarra, faço uma nova insistência e finalmente invertemos os papéis, enquanto ele resolve tocar a guitarra, eu o auxilio mexendo nas regulagens do pedal. Nada mais acertado, diga-se de passagem… por fim, o pedal é descartado, assim como todos os outros equipamentos. Mas confesso ter vontade de retornar à loja e fazer novo teste com um dos pedais de distorções que toquei, pois me agradou demais o som. Antes de me despedir, no entanto, peço para registrar o momento com uma foto, no que sou prontamente atendido.

O papo foi muito agradável, só me resta agora aguardar a finalização do álbum e ver Ivo, Daniel Cheese e o novo baterista Cesinha num show por essas bandas!

Saudações à todos,

Alexandre Bside



Categories: Bandas Independentes, Curiosidades, Entrevistas, Instrumentos, Off-topic / Misc

18 replies

  1. Bem bacana B-side. Abraços

    Like

  2. O Post bem gostoso de ler e não haveria melhor local para reunir o B-side e o Daniel Cheese, como a clássica Promusic – e nada mais natural do que o papo sobre as guitarras e os acessórios – são dois mestres do assunto.
    Quanto ao Agua Brava, esperemos novidades – e parece que serão boas e em breve.

    Like

  3. Sensacional o encontro de duas feras do instrumento, ainda mais por ter sido algum sem qualquer planejamento…

    Como o Remote bem disse, o post foi muito gostoso de se ler e as notícias não poderiam ser melhores. Do nosso lado aqui, tanto pessoalmente quanto do blog Minuto HM, a torcida e o apoio continuam para que a água continue fervendo…

    [ ] ‘ s,

    Eduardo.

    Like

    • Flávio e Eduardo , obrigado pelas palavras em referência ao texto, confesso que também acabei gostando da forma que ele acabou tomando.
      Em relação à categoria musical, Daniel é uma autêntica lenda, eu continuo tentando aprender alguma coisa sempre…

      Alexandre

      Like

  4. bela foto………………cara se lembra daquela gtr pretinhaa??…..

    troquei por uns pedais……sensacionall…….rssss

    Like

    • Daniel, valeu por registrar um comentário aqui no blog. Seja sempre bem-vindo.

      [ ] ‘ s,

      Eduardo.

      Like

    • Acho que sei qual a guitarra que o Daniel está se referindo. Se for a que estou pensando, sem dúvida uma ótima aquisição . A loja tem um perfil diferenciado no Rio de Janeiro, pois como trabalha com consignação e venda de instrumentos usados, facilita em trocas e uso de demais instrumentos e equipamentos como parte de pagamento. Já fiz algumas vezes isso, e ontem acabei comprando mais dois pedais por lá .
      Voltando ao papo, preciso ressaltar a maneira como Daniel me respondeu, sempre muito atencioso e solícito.
      Estamos aqui agora ansiosos por ver este cd sair do forno !

      Alexandre

      Like

  5. Gostei muito do post. Gostaria de ter participado desse encontro. Com certeza iria rolar uma jam e as paredes da Promusic iriam tremer…rsss. Valeu Alexandre, Edu, Rolf, Flávio e toda a galera do Minuto HM!!!!
    Ivo Ricardo.

    Like

  6. Material de apresentação do retorno da Água Brava, bem como link para nossa entrevista exclusiva, publicados em parceria no Whiplash: http://whiplash.net/materias/news_841/150082-aguabrava.html

    A água vai fervendo…

    [ ] ‘ s,

    Eduardo.

    Like

  7. Show perfeito! E vamos seguir em frente, Água Brava! O CD está matador! Nem parece que vocês ficaram tanto tempo afastados!!!

    Like

  8. Freddy , endossando as palavras do Eduardo, obrigado por comentar por aqui. Em relação ao Água Brava, estamos preparando uma cobertura desse recente show do dia 28.07 aqui no Minuto HM. Não deixe de dar uma passada por aqui e comentar também !

    Alexandre

    Like

Trackbacks

  1. Tributo à “Maldita” comemora os 30 anos da Rádio Fluminense FM « Minuto HM
  2. Metal no Rio de Janeiro. Por que é tão difícil ? Conheçam a banda carioca Dreadnox « Minuto HM
  3. Cobertura Minuto HM – Água Brava no Rio Rock & Blues Bar – parte 1 « Minuto HM
  4. Cobertura Minuto HM – Água Brava no Rio Rock & Blues Bar – parte 2 (resenha) « Minuto HM

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: