The Sunflower Super Jam 2012 – Dickinson, May, Jones, Cooper, Roth, Moody, Paice… que tal?

Aconteceu neste último domingo, dia 16/setembro/2012, no lindíssimo “The Royal Albert Hall” (Londres), mais uma edição do SunflowerJam Charity Show. Trata-se de um evento beneficiente, fundado pela esposa do ninguém mais, ninguém menos que Ian Paice (Jacky Paice) cuja receita é direcionada na luta contra o maldito câncer.

A super jam desta oportunidade foi realmente outra super jam e voltou a contar com nomes da primeira linha do rock e do metal:

  • Alfie Boe
  • Alice Cooper
  • Bruce Dickinson
  • Brian May & Kerry Ellis
  • John Paul Jones
  • Ian Paice
  • Micky Moody
  • Uli Jon Roth

Além do mestre de cerimônias Jeremy Irons.

Abaixo fotos (créditos: Neil Lupin) e vídeos IMPERDÍVEIS desta histórica noite. Um evento com este tipo de organização e propósito, e com este lineup, merece todo nosso apoio, respeito e admiração.

Ainda pelo que se “caça” pela internet, a noite ainda teve músicas do Bob Dylan, mais uma do The Who além da que já está acima, November Rain (Guns N’ Roses) e uma homenagem ao falecido Jon Lord com Pictured Within – entre outras!

Obs.: vendo o Bruce com o Brian May, vendo o Harris lançando disco solo, vendo o Bruce querendo fazer um novo solo, pensei aqui por um minutinho (hm): imaginem uma mini-tour com Bruce à frente do Queen, sei lá, ao invés deste cara aqui? Sei lá, claro que isso é algo (quase?) impossível, mas não é legal imaginar um pouco?

E, falando especificamente no Bruce, vamos chover no molhado aqui: como ele está sobrando ainda!

Fonte-base:

[ ] ‘ s,

Eduardo.



Categories: Alice Cooper, Anthrax, Artistas, Cada show é um show..., Covers / Tributos, Curiosidades, Deep Purple, Guns N' Roses, Iron Maiden, Led Zeppelin, Músicas, Pantera, Queen, Scorpions, The Who, Thin Lizzy, Van Halen, Whitesnake

5 replies

  1. Bem, eu demorei a comentar , pois precisava ver os vídeos com um mínimo de atenção merecida.
    E depois, o que dizer ?
    Primeiro, o mais importante : Estão todos de parabéns pelo objetivo principal da noite, em especial Paice por ter conduzido o evento . E nisso que os heróis musicais deixam somente de apenas serem herois musicais ( como isso já não fosse o bastante, fosse pouco) para se mostrarem seres exemplares !
    E falando estritamente da música, foi muito legal rever por exemplo o Micky Moody e sua inconfudível slide guitar. Pessoalmente, adorei ver John Paul Jones, que é o integrante que mais admiro no Zeppelin ao lado de figuras como Brian May, Paice e Dickinson. Os erros estão por ali e aqui, mas são perfeitamente desculpáveis em função desses monstros estarem se arriscando ao lado de pessoas com quem provavelmente nunca tocarem e em canções que raramente desempenharam.
    E sobre Disckinson, impossível não destacá-lo, em especial quando ele faz aqueles agudos característicos do Maiden nas músicas do Deep Purple. Por um instante, em Black Night, pensei ter ouvido novamente as versões da banda com Gillan, no início da carreira, nos anos 70. O que nos traz a comprovação de ser este Gillan o principal influenciador de Bruce como vocalista.
    E pra terminar , trago uma outra jam que foi assunto de alguns emails durante a semana . Isso por que um tal de Billy Sheehan resolveu atacar de guitarrista …no baixo. E o que ele faz, no lado de outros monstros, poucos guitarristas se atrevem a fazer ( inclusive, considerando-me um eterno aprendiz do negócio, vamos definitivamente me deixar de fora disso). Ao lado de Charlie Benante, Frank Bello ( nos vocais ) e Phil Anselmo sugiro a quem aqui chegou, preparar o babador e apreciar as habilidades do Sr Sheehan…

    Alexandre

    Like

    • Mestre B-Side e seus comentários que confirmam o que sempre digo: só no Minuto HM, comentários podem ser melhores que os próprios posts!

      Sim, erros aqui e ali, coisa que nada tira o brilho destes monstros e principalmente da linda proposta do evento. Muito feliz seu comentário onde eles passam a ser heróis fora do âmbito musical, B-Side.

      Sobre Bruce, cada vez mais grisalho / branco, é impossível mesmo não associá-lo a Gillan – e que bom ver Bruce TÃO bem como está, tranquilamente é o melhor vocalista de metal (e para mim, em geral) que se pode ouvir no momento…

      Já o vídeo da jam da música do Van Halen é outra maravilha, mas nesta realmente é impossível não ficar “colado” no baixo, mesmo com tantos outros excelentes músicos por ali – e olha que temos o imponente som do Charlie na batera, por exemplo. Mas Sheehan puxa mesmo todo o foco para seu monstruoso talento e sua performance igualmente animalesca…

      [ ] ‘ s,

      Eduardo.

      Like

  2. [ ] ‘ s,

    Eduardo.

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: