Momento Daniel de Cinema: Bohemian Rhapsody – Fearless Lives Forever

Não me considero um grande fã do Queen, apesar de curtir as principais músicas desde o início dos anos 1980. De um ano para cá, minha curiosidade ficou aguçada e comecei a me interessar a conhecer os primeiros álbuns.

Na sequência, soube que esse filme seria feito e fiquei mais interessado. Assisti alguns documentários e aos poucos fui digerindo os primeiros álbuns. Mas tinha mais um detalhe… precisava de companhia para ir ao cinema. Não saio sozinho nem a pau! Acho deprimente. Então precisava de uma estratégia.

Comecei a colocar as músicas para tocar no carro quando estava com a família. Claro que “We Are The Champions”, “Love of My Life”, todo mundo conhece. Enfim… consegui minha companhia, minha filha. Fomos hoje ao cinema e a experiência foi sensacional!!!

Houve apenas um pequeno contratempo na aquisição dos ingressos. Ao fazer a compra pela internet, não percebi que no shopping estavam disponíveis as salas normais e o Imax. Por engano, acabei comprando no Imax. Recomendo fortemente para quem ainda não foi e pretende fazê-lo que vá no Imax ou similar. O som é um absurdo de qualidade!

A história é muito interessante e muitas coisas que vi nos documentários estão no filme, tanto do ponto de vista da história da banda quanto das questões pessoais de Mercury.

O filme vai dos primórdios pré-Queen até o show do Live Aid. O ponto alto, para mim, foram as cenas desse show, que nos dá a sensação de estar às vezes no palco e outras vezes com o público.

Não quero fazer spoiler, então fica a dica.

Valeu!

Claudio.

Editou: Eduardo.



Categorias:Cada show é um show..., Curiosidades, Queen, Resenhas, Trilhas Sonoras

5 respostas

  1. Também não vejo a hora de assistir.

    Curtir

  2. Uma recomendação do Cláudio é sempre bem vinda. Penso em assistir o quanto antes.

    Valeu a dica, brother!

    Alexandre

    Curtido por 1 pessoa

  3. Bem, eu já vi o filme, que está muito mais focado em Mercury do que propriamente no Queen. Acho que talvez o nome devesse ser outro. Este é um senão.
    O outro, que está sendo amplamente discutido por aí, é a questão das diversas gafes cronológicas. Não vou ficar apontando, até pela questão do spoiler, mas nem é muito difícil perceber que seja um erro. O fã vai perceber vários.
    E ainda assim, o filme se paga tranquilamente, não só pela história em si , mas também pelas atuações

    Recomendadissimo

    Alexandre

    Curtir

  4. Já há notícias sobre o vindouro lançamento do filme em mídias e plataformas digitais, com materiais extras e tudo que tem direito, inclusive duas “novas” músicas do show: Crazy Little Thing Called Love e We Will Rock You: http://www.blabbermouth.net/news/queens-bohemian-rhapsody-dvd-and-blu-ray-will-include-full-live-aid-recreation-as-bonus-footage/

    Considero este filme um dos maiores sucessos em termos de mídia e crítica de lançamento de uma banda – pelo menos nos últimos (bons) anos…

    Falta eu vê-lo, mas parece que vai ficar para as mídias…

    [ ] ‘ s,

    Eduardo.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: