MetallicAUnreleased’s Channel: Demos do St. Anger

Metalli-friends,

ATENÇÃO: SE VOCÊ NÃO QUISER ENCARAR ALGO RELACIONADO AO QUE PODE FACILMENTE SER CHAMADO COMO PIOR DO METALLICA, OU SEJA, A FASE DO ST. ANGER, NEM PERCA SEU TEMPO LENDO ESTE POST. SE VOCÊ FOR FÃ, OU POR QUALQUER MOTIVO, QUER LER E OUVIR UM POUCO MAIS, SIGA EM FRENTE MAIS UM POUCO.

MetallicA tocando no presídio em São Francisco

MetallicA tocando no presídio em São Francisco

O YouTube possui um canal para material raro e/ou inédito da banda, chamado “MetallicaUnreleased” (ufa, mas não consigo há tempos escrever mais MetallicA sem o “A” maiúsculo :-). Bom, brincadeiras à parte, o canal traz bastante coisa para quem gosta de dar aquela aprofundada na banda neste período que a banda quase acabou…

O álbum “The Presidio” contém faixas que a banda gravou em San Francisco, California, em 2001. Depois que o Het saiu da clínica, muitas músicas deste material foi descartado, mas “My World”, “Frantic”, “St. Anger” e “All Within My Hands” acabou saindo no horrível St. Anger.

O álbum “The Presidio” conta com as seguintes faixas:

Intro
Dead Kennedy Rolls
Unbridled
The Boogeyman
Ain’t Asked No More
Temptation
Surfing The Zeitgeist
More Than This
Shadow Of The Cross

Portanto, caso queria seguir em frente, aqui está o material: http://www.youtube.com/user/MetallicaUnreleased

Daí alguém pode me perguntar: mas por que publicar isso? Caras, na saúde ou na doença, o MetallicA sempre teve e terá algum lugar (e um grande lugar) neste meu coração de metal. Portanto, eu procuro conhecer inclusive essas coisas da banda, pelo menos um pouco, e pelo menos para poder dar alguma opinião, mesmo que não tão técnica. Sem contar que o St. Anger recebeu 2 votos, ou share de 16% (!!!), na nossa Poll # 3, que perguntou sobre o melhor disco dos caras…

Minha opinião? Exceção a alguns riffs do próprio Het, é um material, digamos, lamentável “complicado” para ouvidos tão seletos como os nossos. Tive que botar este post até na categoria “Tá de Sacanagem!”…

[ ] ‘ s,

Eduardo.



Categorias:Curiosidades, Discografias, MetallicA, Resenhas, Tá de Sacanagem!

5 respostas

  1. Hetfield se divertindo com Kirk… alguém que não saiba da história da banda e vê apenas o vídeo abaixo acha que o clima na banda está ótimo neste período…

    [ ] ‘ s,

    Eduardo.

    Curtir

  2. Interessante ver com o “ponto de vista” (escuta, na verdade) que acho que todos nós queríamos:

    ————————-

    Re-recorded in it’s entirety, #STANGER2015 is a project from Daryl G. and Chris D. (from Grace The Skies) and Dave C. (of Adust), and is a brand new version of Metallica’s 2003 album St. Anger.

    Recorded during a turbulent time in the bands career, St. Anger has always divided opinion. Some longtime fans were turned off by the drop tuned riffs and raw production, whilst some listeners embraced it, myself included. #STANGER2015 is for the listeners who weren’t so fond on the record back when it was released in 2003.

    Recorded from the ground up, the album has been shortened by 15 minutes, yet every riff and lyric is intact, resulting in a more concise and focused record.

    The production is also more conventional, and we hope that Metallica fans appreciate this new version of an album that is always looked at as an anomaly in the incredible career of the world’s biggest metal band, Metallica.

    *Absolutely no money has been made from this project, and it has been created out of love for one of our favourite bands of all time. There will be no download links or alternative streaming options aside from this singular youtube video.

    Permission granted by Q-Prime Management.

    All songs/materials written by Metallica (Hetfield, Ulrich, Hammett, Rock)

    All songs are copyright of Metallica, Q-Prime Management and Blackened Recordings.

    Re-recorded by Daryl G. (Guitars, Drums, Bass), Chris D. (Production) and Dave C. (Vocals)

    I hope you enjoy it as much as we enjoyed revisiting the album.
    http://www.twitter.com/stanger2015
    http://www.facebook.com/stanger15
    http://www.gracetheskies.co.uk

    NOTE: Whilst I played 99% of the drums, the continuous double bass in certain sections has been digitally added. Reason being that due to time constraints and budget, I had just 6 hours to record ALL of the drums, and because drums arn’t my first instrument, the technique would have burnt me out too early and not allowed me to finish the recordings.
    NOTE 2: There are NO added solos, and the reason being is 1. I am not Kirk Hammett, and 2. The point of this wasn’t to rewrite the album, but to re-record it to sound more conventional more than anything. Metallica didn’t write solo’s for this album, so we didn’t play any.
    NOTE 3 : Death Magnetic is awesome.

    Enjoy listening, and don’t forget to sub.

    If you like the production, check out mine and Chris D’s band @ http://www.youtube.com/gracetheskies

    Video produced and edited by Daryl Gardner.

    ————————-

    [ ] ‘ s,

    Eduardo.

    Curtir

  3. Ressuscitando algo torturoso, que tal ouvir Frantic com nova troca da caixa, desta vez por uma VERDADEIRA lata… de lixo?

    Talvez dê para fazer um ranking de quanto tempo alguém aguenta ver o vídeo. Eu fiquei em torno de 45 segundos.

    [ ] ‘ s,

    Eduardo.

    Curtir

Trackbacks

  1. MetallicA – de Death Magnetic para Hardwired…To Self-Destruct – primeiras impressões – Minuto HM
  2. Operação-padrão versus brilho nos olhos: entendamos para valorizar mais o que é merecido – Minuto HM

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: