Cobertura Minuto HM – MetallicA em Curitiba [WorldWired Tour] – pré-show e Live Blogging

Apesar dos artistas e bandas sempre buscarem sair do frio para suas tours, hoje eles vai encarar uma gelada Curitiba. Claro, nada que se compare ao frio real de uma Dinamarca, certo, Lars? Mas, mesmo assim, não será o típico calor de um país tropical…

8h40 – 9h05 – e cá estamos de volta a Congonhas, meu último local de ontem e primeiro de hoje. Uma passada na livraria e um café com pão de queijo enquanto vejo um movimento bom nos portões e um casal com camisetas da banda.

Hoje é um dia mais que especial, dado que, além da noite que reserva mais dores ainda ao pescoço e a total escassez da voz, Marcus e eu teremos o privilégio de reencontrarmos o Remote! E para fechar com chave de ouro 666k, finalmente um encontro com o Cláudio em pessoa!!! Cláudio – chegou a hora, finalmente, de nós conhecermos em vida real!! Inacreditável isso depois de tantos anos conversando e nos vendo por vídeo!!

Os planos de rever a coleção de vinil do Remote, por si só, já falam muito do dia de hoje. Há a ideia de visitarmos a Hard Rock da cidade, sempre muito legal.

Baita dia para esquentar na gelada cidade, daiii… 🙂

9h10 – Marcus chegou. Ambos quebrados – mas também, já foi um show dos quatro… teremos sorte se conseguirmos ficar de pé na sexta (aliás, sexta-feira 13). Do meu lado, a voz está 30% e o pescoço só está segurança a cabeça, pois já foi…

9h40 – 10h00 – antes do embarque em posição remota com ônibus, conhecemos o Antônio – gente boníssima que está indo em todos os shows deste tour e foi em todos no país desde 1999. Estamos embarcados. Voo “vaziiii”. Chefe de cabine ouviu Marcus e eu conversando sobre assentos em lugares diferentes e nos colocou em fileira vazia. Valeu, LATAM Airlines!

12h15 – já faz um tempo que estamos em terras remotianas. E fomos buscar o Cláudio. Já tiramos uma primeira foto enquanto o Remote está na cozinha (hahahaha). E o som? Cláudio escolheu acionar o capeta!

E, enquanto isso…

15h00 – 16h45 – aquecimento no centro da cidade na loja dos amigos da Let’s Rock, onde o Cláudio ganhou um Tyr do Sabbath e o Remote levou… uma cachaça. De lá, uma visita na Hard Rock Café Curitiba. As duas camisetas mais legais não tinham tamanho médio e grande. Tudo MUITO caro e olhem que estou “anestesiado” de preços da HRC. Uma pena que uma loja deste porte em dia de show internacional não se prepare adequadamente…

17h45 – 19h00: o Claudio já fez um belo resumo de como foi a nossa excelente tarde. Com uma carona sensacional do Flávio, chegamos bem no Couto Pereira. Que diferença de Porto Alegre – entrada organizada, tranquila, estádio com clima de show. A lamentar a ausência de camisetas tamanho M – será que ninguém sabe mais se preparar para vender merchan? Será que ninguém sabe que o tamanho M é o que mais se vende no Brasil?

19h25 – show do Greta para começar. A banda promete.

[ ] ‘ s,

Eduardo.



Categorias:Agenda do Patrãozinho, Artistas, Cada show é um show..., Curiosidades, MetallicA, Uncategorized

4 respostas

  1. Tarde inesquecível!
    O show do Metallica foi “apenas” o pretexto para virem para essas bandas. E teve direito a um rolê na única loja de Rock sobrevivente, onde fomos recebidos com exclusividade (já estava fechada) e rolou papos bem legais. Detalhe… a loja (Let’s Rock) também fica numa galeria. Acho que isso é meio padrão 🤔
    Também passamos pela área onde todas as tribos costumavam se encontrar (Largo da Ordem). É onde tem uma casa de show (CWB Hall) onde assistimos um show intimista do Jeff Scott Soto 2 meses atrás. E ainda soubemos de altas tretas desse show.
    É isso aí minha gente!! Aguardamos a próxima visita e de repente retribuímos essa com um rolê na famosa galeria do Rock SP.
    VALEU!!!

    Curtir

  2. Atualização setlist ideal vs shows desta tour brasileira:

    Eduardo:

    Blackened ✅❌
    The Four Horsemen❌❌
    Harvester of Sorrow✅❌
    Whiplash✅✅
    The Struggle Within❌❌
    Ride The Lightning✅✅
    For Whom The Bell Tools✅✅
    Welcome Home (Sanitarium)✅❌
    The Unforgiven✅✅
    Fade to Black❌✅
    Wherever I May Roam❌❌
    Creeping Death❌✅
    Seek and Destroy✅✅
    The Thing That Should Not Be❌❌
    Master of Puppets✅✅
    ——
    Battery❌✅
    One✅✅
    … And Justice For All❌❌

    Marcus:

    1. The Four Horsemen ❌❌
    2. Trapped Under Ice ❌❌
    3. Fade to Black ❌✅
    4. Creeping Death ❌✅
    5. Battery ❌✅
    6. Master of Puppets ✅✅
    7. Disposable Heroes ❌❌
    8. Damage Inc. ❌❌
    9. Blackened ✅❌
    10. One ✅✅
    11. Dyers Eve ❌❌
    12. The God that Failed ❌❌
    13. Welcome Home ✅❌
    14. Whiplash ✅❌
    15. Ride the Lightning ✅✅
    16. Harvester of Sorrow ✅❌
    17. Don’t Thread on Me ❌❌
    18. No Remorse ✅❌

    [ ] ‘ s,

    Eduardo.

    Curtir

  3. [ ] ‘ s,

    Eduardo.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: