Terror Mostarda

Salve galera do ROCK!

É com grande satisfação que estou aqui, em primeira mão no Minuto HM (o blog da família do metal), para fazer uma divulgação inicial da minha banda, entitulada “Terror Mostarda”. Criei recentemente (ontem, na verdade) uma página no My Space para iniciarmos a divulgação de nossas músicas próprias.

Basicamente fazemos um som rápido e agressivo, combinado com letras que são críticas às atividades que prejudicam o bem-estar da sociedade.

Terror Mostarda

Nossa banda tem aproximadamente 6 meses de existência e até o momento possuímos 6 músicas prontas, das quais 3 podem ser conferidos no nosso site. Nas próximas semanas devemos finalizar mais 2 músicas. Nossa intenção é ter um disco com aproximadamente 12 músicas até o final do primeiro trimestre de 2011.

Sem mais delongas, o nosso site é o http://www.myspace.com/terrormostarda. Também estamos no Twitter como @TerrorMostarda.

Esperamos que os amantes do Rock gostem do nosso som!

Marcus [106] Batera



Categorias:Agenda do Patrãozinho, Bandas Independentes, Discografias, Músicas, Resenhas

15 respostas

  1. Pessoal, tive a honra de ouvir o Terror Mostarda praticamente em primeira mão e recomendo que todos que puderem também o faça…

    Abaixo, trago o review que fiz para o Marcus após a minha PRIMEIRA audição. Como sempre, ela pode mudar com audições mais frequentes, mas deixo aqui registrado a minha opinião naquele momento (por exemplo, Marcus e eu discutimos a questão da letra da música 3 e talvez minha opinião mude após mais audições…):
    ____________________________________________________

    Bom, você sabe que eu não gosto de rock nacional, né? HAHAHAHA.

    Segue aí o que eu achei na PRIMEIRA ouvida!

    01 – Torres de Babel – ótimo riff e andamento. Refrão legal! Ótimo solo. Depois do solo, ficou um pouco repetitiva, talvez desse para alterar a letra para evitar repetições – cabe um bumbo duplo ao final, sem exageros. Ótimo retorno para terminar a música.

    02 – Mãos Negras – início da música é legal, som da caixa da bateria não está legal. Vocal embolado um pouco no primeiro refrão. A paradinha com a bateria batendo em algum metal da estante da bateria é IRADA. A parte lenta é muito boa, boa linha de baixo, e depois tem um tan-tan-tan antes do refrão voltar
    IRADO. O solo está bem acompanhado do baixo, que vai bem na música mesmo. A virada da bateria ao final é legal e o fim dela parece muito Maiden, menos quando a bateria conta para terminar – poderia dar uma “copiadinha” no Maiden anos 80 para terminar, ia ficar ainda mais legal!!!

    03 – Ser Vivente – riff poderoso no início, bom trabalho de guitarras depois da primeira parte. Aí a música dá um caída, meio chata. A batera da uma errada básica, deu para ouvir (hehehehe). O riff continua bastante legal com o tan-tan, tan-tan! O baixo também é bom e dá um crescimento para a volta dos vocais. Ótimo solo na música, bem apropriado. O baixo novamente ajuda bastante no final do solo, muito legal. A batera também encaixa bem ao final do solo. E a volta para o riff inicial está bem amarrada! A letra talvez precise de alguns ajustes para ficar um pouco mais interessante, está faltando conteúdo…

    04 – Pedaços Podres – muito legal a intro e melhora ainda mais com a chegada do ótimo riff. Aí acelera para bater cabeça, sensacional. Ótima performance da bateria, cheia de detalhes legais. Refrão legal, letra legal. Ótimo andamento geral. O solo entra MUITO alto, deve ser da gravação, aí zoa um pouco. Depois dele, gostei da parte ainda mais rápida da música, ditada pelo andamento da bateria. O final também parece um pouco Maiden, gostei, acho que dá para prolongar um pouco o “barulho” final…

    05 – Quem me Criou? – início legal, vocal em um muito alto, talvez ficaria mais legal um pouco mais baixo. Solo bem legal, refrão bem colocado, boa performance da bateria, bem encaixada, com uma nítida pegada “MetallicA” (hehehehe, excelente). A paradinha ficou ótima. Legal a ideia do final, precisa apenas dar uma melhorada pois na gravação não ficou com certeza do jeito que vocês queriam.

    06 – O Protesto – outro início legal, legal a ideia da distorção do baixo e das paradas da bateria. O riff de guitarra não está bem encaixado na música. A cozinha funciona bem durante o refrão da música. O solo está bem legal e após ele, a música volta muito bem, novamente com ótimo desempenho da cozinha no refrão. O final está legal, com a batera terminando…

    Acho que renderá um bom disco!
    ___________________________________________________

    [ ] ‘ s,

    Eduardo.

    Curtir

  2. O nome é sem dúvida bastante intrigante, mas volto aqui para tecer comentários sobre a banda em breve, preciso de um pouco de tempo,peço considerações….Uma coisa é certa: O batera ,eu já conheço, arrebenta…

    Curtir

  3. Tive o prazer de ser um dos primeiros a escutar a demo com 6 músicas. Apesar de não ser meu estilo predileto (estou mais ligado ao power metal), as músicas são bem “pegajosas” e já na primeira audição me peguei acompanhando os refrões com entusiasmo!!

    Vejo um futuro promissor para a banda, que deve apenas aparar algumas arestas (como já foi comentado anteriormente, músicas um pouco mais longas e mais algumas idéias nas letras serão muito bem vindas!)

    Desejo muito sucesso à banda e sei que se depender do talento dos integrantes será apenas questão de tempo!

    Abs
    Zé (toca100) Lima

    Curtir

  4. Tô pagando uma dívida de uns 3 meses , mas antes tarde do que nunca.

    Cara, para estar aqui tecendo comentarios, ouvi muitas vezes as musicas, apesar de que talvez nem houvesse tanta necessidade, pois elas “pegam” de cara.
    Para resumir, acho que a banda está no caminho certo, se quiser buscar algo como o punk rock de bandas seminais como Sex Pistols ou Inocentes . Não é exatamente o meu estilo musical, mas ficou nítido que a coisa está bem promissora .
    Em relação às músicas, os meus destaques vão para letras como Quem me criou, que faz alusão a mitologia suméria ( é isto mesmo?) para
    questionar a nossa criação , algo bastante inusitado e muito bem vindo. Esta sem dúvida é a música que mais “pega”..
    Gostei também da intro do baixo em Pedaços podres, onde encontrei um vocal parecido com o usado na banda camisa de vênus. A letra é bem adequado ao estilo que vocês nos mostram. O estilo mais gritado às vezes dificulta seu entendimento, é preciso ouvir mais vezes, e de preferência, acompanhando as letras que estão no My Space. Do baterista, não preciso comentar, já vi ao vivo e conheço bem sua competência..
    A guitarra segue o estilo punk, tá bem gravadinha, entendo que na categoria em questão é pra soar num estilo mais simples e despojado, e considerando isto, se mostra bem adequada, ainda que na minha estrita opinião não seja algo de minha predileção. Gostaria de ouvir solos mais rebuscados, mas entendo a proposta.
    Enfim, depois de mais de 25 anos ouvindo nada muito longe do puro Heavy Metal, não é de se esperar que eu nesse momento mude de estilo e vá correndo ouvir tudo do Terror Mostarda , a proposta é outra e um pouco longe do que aprecio. Mas qualquer um que faça uma análise despreendida de seus gostos pessoais vai ouvir uma banda com potencia , acho realmente que tem tudo para dar super certo, ainda mais num cenário urbano como São Paulo.
    Então desejo à todos sucesso, e que façam a coisa acontecer com o entusiasmo que salta em quaisquer das músicas que ouvi.
    Só ficou faltando explicar a razão do nome da banda….Será que um dia vou saber ?

    Saudações

    Alexandre Bside

    Curtir

    • B-Side, apenas para lhe agradecer pela contribuição com sua análise sempre minuciosa e construtiva aqui para o blog.

      Muito obrigado.

      [ ] ‘ s,

      Eduardo.

      Curtir

    • B-Side, tinha certeza que os comentários viriam… Era só questão de tempo mesmo. E agradeço a profundidade da análise e o tempo desprendido para tal.

      Sim, a banda tem um certo “apelo” punk. Mas não é algo que eu goste de rotular. Nosso intuito é fazer Rock N’ Roll. Temos um estilo um pouco mais agressivo talvez, mas é tudo Rock N’ Roll.

      Concordo com você quando o assunto são os solos de guitarra. Isso é algo que já conversamos internamente. Mas as gravações são preliminares e numa “versão final”, provavelmente todas as faixas sofrerão alterações. Coisas que a gente pensa depois pra “enfeitar” a música e fazer com que ela seja mais complexa e elaborada.

      Legal você também ter comentado sobre as letras. Acho que este é um grande diferencial pra gente. Procuramos escrever sobre coisas que afetam o bem-estar da sociedade. As letras têm “conteúdo” pra quem souber interpretá-las. E este é o público que queremos atingir.

      Concluindo: Cara, muito obrigado pelo seu review. Vindo de alguém com seu conhecimento e bagagem musicais, comentários são sempre bem-vindos.

      Ah, o nome. O nome Terror Mostarda é justamente pra causar esta intriga e fazer com que as pessoas se surpreendam com o conteúdo das letras, tendo como base o nome da banda…

      Abraços!

      Marcus [106] Batera

      Curtir

      • O nome é realmente curioso e impossível de não chamar a atenção – é intrigante mesmo – e engraçado, ao mesmo tempo (bom, eu me divirto com esse nome, hehehehe). Mas a origem dele é que permeia os nossos pensamentos… da onde surgiu isso? OK pelo motivo dele (nome) existir, mas COMO essas duas palavras “Terror” e a semre surpreendente “Mostarda” (hahahaha) apareceram e “se uniram”? Hahahaha….

        [ ] ‘ s,

        Eduardo.

        Curtir

  5. Marcus, veja bem, alterar/amadurecer/aperfeiçoar os solos de guitarra será importante se vocês ( e principalmente o guitarrista) acharem que isso mereça tal mudança. O importante primeiro é agradar vocês, depois o restante da galera.
    Em relação ao nome, entendi agora a proposta, e a escolha não poderia ser mais acertada, atingiu, sem nenhuma dúvida, o objetivo
    Boa sorte à todos !!!

    Curtir

Trackbacks

  1. Tweets that mention Terror Mostarda « Minuto HM -- Topsy.com

Leave a Reply

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: