Tradicional casa Imperator, no Rio de Janeiro, está de volta!

Pessoal,

No dia 12 de junho, após um período de 16 anos, foi reaberta a tradicional casa de espetáculos do Méier – bairro da Zona Norte do Rio de Janeiro – Imperator. A casa reabriu com o nome Centro Cultural João Nogueira e no momento possui um espaço para show com até 1500 pessoas e no futuro contará também com salas de cinema e restaurante.

Mas por que estamos falando sobre isso por aqui? Porque nos anos 90 o Imperator foi palco para várias bandas de heavy metal que vieram ao Rio, algumas vivendo seus melhores momentos. Aqui embaixo a lista de alguns shows que rolaram por lá naquela época:

Reparem que em cima do nome de algumas das bandas há links para o set list dos shows.

1993 – Anthrax
Com John Bush no vocal na tour de “Sound Of White Noise”.

1994 – Fight
Rob Halford após ter saído do Judas Priest promovendo o ótimo álbum “War Of Words”.

1994 – Megadeth
Tour de “Youthanasia” com a clássica formação com Dave Ellefson no baixo, Marty Friedman na guitarra, Nick Menza na bateria e, claro, Dave Mustaine na outra guitarra e vocal.

1994 – Suicidal Tendencies / Slayer
Suicidal Tendencies ainda com Robert Trujillo no baixo e o Slayer na tour do álbum “Divine Intervention”, com o baterista Paul Bostaph substituindo Dave Lombardo, que ficou fora da banda por um tempo.

1995 – Pantera
Tour de Far Beyond Driven

1995 – Angra
Tour do seu primeiro álbum “Angels Cry”.

1996 – Angra
Tour de “Holy Land” no festival Skol Rock. Nesta noite, o Angra abriu para o Barão Vermelho.

1996 – Ratos de Porão e Sepultura
Duas noites de um Imperator “sould-out”, com Max Cavalera ainda no vocal promovendo o álbum “Roots”. Aqui uma resenha que saiu na época, publicada pelo fanzine Rock Press e hoje reproduzida no blog Rock em Geral.

1996 – Manowar
Tour de “Louder Than Hell”

1997 – Dream Theater
Durante a turnê pré-“Falling into Infinity”

1998 – Savatage
Tour de Wake Of Magellan

Savatage no Imperator, 1998 – créditos: Blog Rock em Geral

Savatage no Imperator, 1998 – créditos: Blog Rock em Geral

O Imperator funcionou como casa de shows no período de 1991 a 1995. Depois fechou novamente, voltando neste esquema de abre-fecha até 1998, quando encerrou suas atividades de vez. Durante todos estes anos o Imperator permaneceu fechado, com vários rumores de novos projetos para o espaço desde complexo cultural a Igreja Universal. Mas o que realmente funcionou no local durante todos estes anos em que esteve fechado foi uma enorme feira de artesanatos e uma única loja de discos, a finada On Stage, que sobrevivia bravamente entre as barraquinhas de roupas.

NR:

Frequentei o Imperator algumas vezes alí no início da minha adolescência, por volta de 1996, e só tenho ótimas lembranças do lugar. Da lista de shows acima, tive a oportunidade de conferir os shows do Angra, banda que era muitíssimo fã na época, e o Sepultura.

O que vem na minha memória sobre estes shows, no caso do Angra, era a banda em sua melhor formação e promovendo seus melhores discos. Na tour de “Angels Cry”, um show curto com um cover de Painkiller, do Judas Priest, fechando a noite. O show do Skol Rock, um público bem variado mesclando os fãs do Angra com os do Barão Vermelho. E como o Angra foi a banda de abertura da noite, um esvaziamento de headbangers da pista após seu show. O Sepultura, me recordo de uma casa bem cheia, a banda no seu auge, um set baseado no disco “Roots”, claro, e muita coisa da fase “Arise”, alem de uma jam com a galera do Ratos de Porão. Uma época muito boa onde eu curtia os shows e depois voltava a pé para casa pelo fato de morar super perto, rs.

Olhando a lista de shows que rolou por lá, é realmente uma pena que eu fosse tão nova na época e não tenha conferido muitos dos que aconteceram, não somente pelo fato da pouca idade, mas também porque ainda não tinha um bom conhecimento sobre as bandas. Anthrax com John Bush, Megadeth na fase Youthnasia e o Pantera, são os que fazem mais eu me lamentar.

Neste fim de semana tive a oportunidade de retornar ao Imperator para assistir a uma peça de teatro e conferir suas novas instalações. Abaixo algumas fotos deste “novo” Imperator:

Vamos aguardar e torcer para que o Imperator volte a ser palco para grandes bandas como nos anos 90. Quem tiver também vivido esta época e quiser compartilhar, deixe seu comentário.

Abraços,

Su



Categories: Anthrax, Artistas, Covers / Tributos, Curiosidades, Dream Theater, Judas Priest, Manowar, Músicas, Megadeth, Mercyful Fate, Pantera, Sepultura, Setlists, Slayer

18 replies

  1. Suellen, ótimo post, muito completo mesmo…

    Bem, o nome atual me deixa meio temeroso do que pode ser recebido a nível de metal no ex-Imperator . Já se sabe de alguma atração internacional de nosso gênero de predileção ?
    Em relação ao passado, as memórias não são muitas , mas ficaram no coração . O show do Megadeth na Youthanasia Tour foi o melhor que vi da banda até hoje, e já vi pelo menos uns 5 shows da banda.
    Os de 1996 e 1997 ( Manowar e DT) podem ser comentados pelo meu irmão, pois estive para ir em especial no DT, mas problemas de saúde da minha filha mais nova que tinha menos de 1 ano na época não me deixaram ver a banda . Vendo o vídeo, que é uma raridade, percebe-se o Petrucci com a camisa do Flamengo e o LaBrie ganhando o público com uma do Brasil.
    Eles voltaram em 98, em São Paulo, e a dívida foi quitada. Nesse ano, no Monsters , também vi o Savatage, que veio no Imperator. Mas o show do Rio não assisti. Posso dizer, pelo de São Paulo, que a banda foi muito bem!
    O outro show que me deixou ótimas memórias foi o do Angra, antes do Barão Vermelho, em 1997. Eu honestamente não lembro da Painkiller, inclusive achei que o cover foi uma do Iron, achava que eles tinham tocado Wasted Years, mas depois de tantos anos, a memória já não é tão boa . A abertura foi, na minha opinião, melhor que a atração principal, até por que o Barão tava numa onda mais leve do que o seu habitual na época, seu show me pareceu meio morno, ainda mais depois do Angra.

    Enfim, a volta do Imperator seja lá com o nome que for é uma boa pra cidade, trata-se de um lugar que se acessa pela linha amarela, não ficando distante para os que moram mais longe da Zona Norte Carioca.
    Só nos resta torcer para que os shows do porte daqueles que tantos nos deixaram boas memórias voltem!

    Alexandre

    Like

    • Suelen, Galera
      O Imperator me traz várias lembranças dos shows – boas (a maioria) e ruins – algumas.
      1) Megadeth – 1994 – esse um show espetacular – a formação predileta – a banda é excelente ao vivo – o melhor show que eu vi da banda.
      2) Manowar – 1996 – Um dia triste na minha vida – uma decepção – uma banda que deixei de gostar após este show. Não gostei da atitude da banda, achei desnecessariamente prepotente e com brincadeiras de mal gosto – essa foi a minha interpretação. O show estava vazio, eu estava bem perto do palco. Deu para perceber da onde eu estava:
      a) O Vocal estava baixo – aliás o Eric para mim era o maior destaque da banda e eu não consegui ouvi-lo bem.
      b) O “Baixo” alto e por muitas vezes desafinado. Aí cabe ressaltar que eu esperava ver um instrumento tipico – Baixo, e vi por varias vezes uma especie de baixo que parecia uma guitarra. Não gosto dessa aproximação – prefiro dois instrumentos diferentes fazendo coisas distintas. No fim uma desnecessária demonstração de “força” ao arrebentar as cordas desse instrumento, que nem sei definir o nome.
      c) Death to false posers – Ao entoar esta frase, um amigo ao lado saiu imediatamente do show – ficou com o perdão da má palavra e as reticências – p… da vida. Considero o Manowar uma das bandas mais “posers” que existem, em resumo uma contradição – não entendo essa postura ate hoje, Me desculpem.. Saí do show com a seguinte conclusão – quanto mais longe da banda melhor e aliás acho que já falei demais…
      3) Dream Theater:
      Vi o show, mas me excedi um pouco no consumo alcoólico e não lembro muita coisa – Estava com alguns pequenos problemas particulares, mas o bom é que depois do show – tudo se resolveu – hehehehehe…
      O que lembro é que tocaram muitas musicas que eu não conhecia – o album Falling ainda não tinha sido lançado – então foi meio confuso entender o que acontecia ali. Depois no Monsters em SP eu vi o show de uma forma mais normal e pude verdadeiramente apreciar a banda. O Savatage também vi em SP em 1998.

      Dos que você mencionou, Suelen, não sei o que me fez não ir no Anthrax com o Bush – que lastima ….

      O retorno da casa de shows é ótimo, mas como dito pelo Ale, espero que com boas atrações.
      FR

      Like

      • Remote,

        1) Megadeth: tambem acho a melhor formação da banda. Youthanasia foi o disco por onde conheci o Megadeth e me tornei fã. Uma pena mesmo eu ter perdido este show.
        2) Manowar: nunca fui fã da banda em grande parte por causa das suas atitudes. Essa coisa de “death to all posers” chega a ser até ridicula em se tratando de uma banda como o Manowar. Talvez se eles se levassem menos a sério, como Spinal Tap e Massacration fazem, talvez ainda tivesse alguma graça.
        3) Dream Theater: que bom que seus problemas se resolveram e vc conseguiu se “redimir” com relação ao show do Dream Theater hehehe

        Perder o Anthrax com o John Bush é realmente de se lamentar. Não há desculpas hahaha

        Abraços,

        Su

        Like

    • Bom Bside, até o momento não tem nada previsto não. Somente uma banda indie-rock, Teme Impala, que desconheço totalmente. Eu acho que, agora que foi confirmado que terá show do Slash aqui no Rio tambem, o Imperator seria um ótimo lugar, mas pelo que sei está cotado para ser no Vivo Rio ou Fundição Progresso.

      Muito legal que vc tenha ido a alguns shows por lá tambem, especialmente o Megadeth. Senti uma leve invejinha, rs. É muito dificil achar vídeos e fotos desta época. Não existia a facilidade das câmeras digitais e celulares como hoje. Aliás, era até proibido entrar com câmeras em shows. Só o que achei além do material que está aqui no post, foram os shows completos do Angra, o de 1996, e o do Savatage.

      Outra coisa que lembro sobre o Angra no Skol Rock foi de o Imperator estar bem lotado e logo no inicio do show, a grade que separava o palco da plateia ter caido, estilo “Iron Maiden no HSBC”, inclusive eu estava na grade, mas ninguem se machucou gravemente e o show seguiu normalmente. E como pude confirmar pelo vídeo do Angra que citei mais acima, Painkiller estava sim no set. Mas tambem tenho alguma lembrança não só de Wasted Years mas tambem de Filght Of Icarus… talvez possa ter sido em algum outro show do Angra…

      Abraços,

      Su

      Like

  2. Que época….além dos show já citados (Megadeth, Pantera, Suicidal ….) lembro também de ter visto o Mercyful Fate, que show….chorei ao ver o King Diamond ao vivo. Fui, pelo que me lembro de todos…Lembram do Body Count, Holys Band, Fight???? Shows que realmente até não encheram muito, mas ficarão na memória para sempre. Lembro também do Spy Vs Spy que levei minha naomrada na epoca (talvez um dos dias mais cheios que vi lá…os portões tiveram que ser abertos por conta da multidão que não conseguia entrar…) O melhor mesmo foi o mosh do John Bush no Anthrax de cima das caixas de som lá do alto. No Pantera era a época que se via ainda os skinheads no RJ, que alias quase acabaram com o show do Pantera na música Fucking Hostile, pois vi na minha frente eles derrubarem uns três no chão que ficaram inconsciente na hora. Hoje mesmo mandei um e-mail para o Imperator para saber se eles tinham intenção de voltar com a cena do metal na casa…vamos aguardar a resposta, mas acho dificil pois vi que tá cheio de cadeira no local (a não ser que elas sejam removíveis). Época que não volta, mas a memória não falha.

    Like

    • Rodrigo, primeiramente, seja bem-vindo ao Minuto HM.

      Muito legal seu comentário e suas histórias / lembranças. Valeu por ter postado por aqui.

      Continue conosco aproveitando o espaço.

      [ ] ‘ s,

      Eduardo.

      Like

    • Que legal seu comentário, Rodrigo!! Obrigada por compartilhar aqui. Muito bom que você tenha aproveitado bastante essa época! O show do Anthrax deve ter sido realmente épico, promovendo um dos seus melhores discos, o Sound Of White Noise. Uma pena eu não ter encontrado nenhum registro de vídeo/foto/áudio deste show.

      Eu lembro que naquela época Spy vs SPy era bem modinha mesmo. Eu tinha alguns amigos que curtiam bastante. Mas nunca fui fã.

      A cena metal de volta ao Imperator como era naquela época, acho um pouco dificil. Naquele tempo não havia muitas casas de show que recebiam shows de metal. Além do Imperator, pelo que me lembre, só havia o Metropolitan (hoje Citibank Hall). Hoje em dias temos shows de metal no Vivo Rio, Fundição Progresso, Circo Voador entre outros.

      Uma coisa que é legal complementar é que além dos shows de metal, o Imperator recebeu tambem Bod Dylan e Peter Frampton.

      As cadeiras no Imperator são removíveis sim, então o Imperator continua sendo uma ótima opção para shows de metal.

      Pra finalizar, Rodrigo, se você receber alguma resposta deles, compartilha aqui com a gente. 🙂

      Abraços,

      Su

      Like

    • Dead Again Tour 1998

      17/01/ 1998 Recife, no ginásio do Sport Club.
      18/01/1998 Bar Nacional, Belo Horizonte.
      23/01/1998 Catanduva, SP
      24/01/1998 Teatro do Vampiros, SP
      25/01/1998 Imperator, RJ.

      Confere?

      Like

  3. Haaa….lembram que a banda P.U.S. abriam quase todos esses shows??? Como era bom ver aquela [EDITADO] da Syang na guitarra toda de preto…que no final sempre levavam cover do Slayer para delirio da galera.

    Like

  4. Su, o post ficou sensacional, muito legal você ter trazido isso por aqui, tanto com as lembranças desta ótima época onde grandes shows aconteceram lá como o fato da casa ter sido reaberta.

    Como vocês mesmos já comentaram por aqui, de maneira igualmente brilhante, esperemos que outros bons shows possam retornar ao local, ainda que ache difícil pela pequena capacidade. Aguardemos.

    Muito legal você ter trazido o local já reaberto, inclusive com fotos. Muito legal mesmo!

    E os comentários são outro show à parte, para variar, de todos vocês… que época, que shows.

    [ ] ‘ s,

    Eduardo.

    Like

    • Su (e galera), lá no Whiplash, felizmente, ainda há alguns comentários que se salvam. Entre eles, tem uma galera que está lembrando de outros famosos shows na casa, vale a pena acessar o link e olhar. Entre eles:

      – a única apresentação do Mercyful Fate no Rio de Janeiro, foi no dia 25/01/1998 – uma dica do Tacito Reis, via e-mail de correção do Whiplash ;

      – Bruce Dickinson em março/1995, dica do Tarcísio Chagas ;

      – Danzig e King Diamond, dicas do Marcio Corrêa ;

      E o Luis Felipe Mattos comenta que Jon Anderson, eterna voz do Yes, fará show lá em setembro!

      [ ] ‘ s,

      Eduardo.

      Like

  5. eu assisti lá slayer,suicidal tendencies,danzig e mercyful fate…e foi inesquecível…mas para ser honesto eu não acredito que eles voltem a investir em apresentações de bandas internacionais…mas de qualquer forma foi maravilhoso o imperator voltar!

    Like

  6. Lembro de ter ido no show do Body Count acho que foi na mesma semana ou mes do show do Pantera… fui na maioria desses shows (Manowar foi muito bom – Eric cantou muito) Pantera foi fenomenal, MEgadeth, DT, acho que Ian Gillan Band tmb tocou la e Dread Zeppelin, mas posso estar errado. Nessa mesma epoca

    Like

  7. Suicidal Tendencies: banda volta ao Brasil com Dave Lombardo.

    De acordo com o Destak, o Suicidal Tendencies fará três shows no Brasil no mês de abril: dia 27 no Imperator do Rio de Janeiro, no dia 28 no Abril o Pro Rock em Recife e dia 29 no Tropical Butantã de São Paulo. Dave Lombardo estará no comando das baquetas.

    O grupo volta ao Brasil mediante parceria dos produtores do Abril Pro Rock com o projeto Honorsounds, e vai promover seu novo álbum, “World Gone Mad”, que sai em breve.*

    * Este álbum já foi lançado ano passado.

    Será que teremos algum cover do Slayer?

    Õ chefia, atualiza a agenda do patrãozinho.

    Abraços.

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: