Álbuns de 2013: votem nas duas pesquisas e elejam os favoritos do ano

vinil

Galera,

nosso mestre B-Side deu uma ideia de fazermos uma enquete para elegermos o melhor álbum de 2013. Após algumas conversas aqui e ali, chegamos ao seguinte formato:

[Atualizado em 11/dez/2013]

– cada pessoa pode deixar um comentário até 14/dezembro/2013 com até 5 sugestões para a votação. Desnecessário dizer aos mais chegados do blog que apenas álbuns de rock, hard e metal serão considerados, mas vale o recado em geral;

– as sugestões serão consolidadas e colocadas em 2 votações (uma apenas com discos de faixas inéditas e outra trazendo as sugestões de discos ao vivo, compilações, relançamentos, etc) para escolha dos melhores discos destas duas categorias, em etapas únicas, que durarão 2 semanas a partir do dia 15/dezembro/2013. As votações estarão disponíveis neste período tanto em uma atualização futura neste mesmo post, como no lado direito de todas as páginas do blog, como de costume;

– os resultados finais serão apresentados em um novo post e, como diferencial aos leitores, resenhas dos álbuns vencedores serão publicadas a posteriori (caso não exista uma anteriormente publicada).

Então é isso. A hora é de reflexão sobre o tema (ou mesmo de ouvir aquele disco pendente do ano) e aguardamos as indicações de todos para estas últimas pesquisas do ano. Algumas sugestões podem ser vistas na votação da Loudwire ou mesmo na lista completa dos indicados ao próximo Grammy abaixo:

____________________________________________

[Atualizado em 15/dez/2013]

As indicações que todos fizeram nos comentários deste post foram separadas em duas pesquisas, que ficarão abertas até 29/dez/2013!

[Atualizado em 29/dez/2013]

Pesquisas encerradas. Clique aqui para ver os resultados.

[ ] ‘ s,

Eduardo e Alexandre B-Side.



Categories: Aerosmith, Alice in Chains, Artistas, Avenged Sevenfold, Black Sabbath, Deep Purple, DIO, Dream Theater, Ghost, Iron Maiden, Megadeth, Motörhead, Pearl Jam, Pesquisas, Queensrÿche, Rush

28 replies

  1. Bom. Minhas sugestões são: Queensryche – Queensryche e Slash – Apocalyptc love

    Like

  2. Minhas 4 primeiras indicações são:

    – 13 -> Black Sabbath
    – The Devil Put Dinosaurs Here -> Alice In Chains
    – Queensrÿche -> Queensrÿche
    – The Winery Dogs -> The Winery Dogs

    Vou deixar uma vaga em aberto e tentar preenchê-la esta semana. Quero TENTAR ouvir os discos novos do Alter Bridge (Fortress), Motörhead (Aftershock) e Pearl Jam (Lightning Bolt), que são 3 álbuns que vem sendo muito elogiados. Vamos ver se consigo, senão, fico com as 4 opçoões acima mesmo.

    Obs.: o Super Collider, do Megadeth, não gostei para por em votação aqui – não será nomeado…

    [ ] ‘ s,

    Eduardo.

    Like

  3. Olá, primeiramente gostaria de parabenizá-los pelo site. Votei em todas as etapas do DIO! Aí vão minhas escolhas:
    – 13-> Black Sabbath
    – Dream Theater
    – Maiden England 88-> Iron Maiden (vale?)
    – The Winery Dogs
    – Angels Cry – 20th Anniversary Tour -> Angra

    Like

    • Artur, muito obrigado pelos elogios, que compartilho principalmente com o Remote e o B-Side por aqui. Sobre suas escolhas, sim, vale o Maiden England ’88 sim, afinal, foi lançado apenas este ano oficialmente.

      E agora ficou difícil não colocá-lo como minha quinta opção… ahhh, tem o novo do Rush também… hahahaha.

      Valeu pelas indicações e até a votação!

      [ ] ‘ s,

      Eduardo.

      Like

  4. Eduardo, vou ficar em “cima do muro” e aguardar mais pra frente para citar um quinto álbum que possa contribuir com a lista que vai se formando. O meu preferido já foi citado, assim vou aproveitar o meu voto para tentar trazer outros álbuns interessantes. Já tenho 4 , além dos acima citados, que são:

    Dio: Finding The Sacred Heart – Live In Philly 1986
    Alter Bridge : Fortress
    Deep Purple : Now What ?
    Avenged Sevenfold : Hail to the King

    Sugiro também nomear 2 vencedores : Um com faixas inéditas e outro com demais formatos ( Lives, Compilações, edições remasterizadas com bônus etc)

    Alexandre

    Like

    • B-Side e galera, notem que o post foi atualizado e agora teremos, então, duas pesquisas, uma trazendo apenas inéditos e outros com os ao vivo, relançamentos, etc).

      Teremos também, assim, dois vencedores e muito provavelmente, duas resenhas depois destes álbuns ganhadores.

      [ ] ‘ s,

      Eduardo.

      Like

  5. Ghost – Infestissuman (disparado o melhor do ano!)
    Carcass – surgical steel
    Five Finger Death Punch – rightous side… 1 e 2
    Kadavar – abra kadavar
    Pop Evil – onyx

    Like

  6. É uma análise difícil. Não ouvi tudo que gostaria de 2013 ainda. Pretendo limitar minha análise a discos de inéditas. Vou adiantar 3:
    – Black Sabbath – 13
    – Deep Purple – Now What!?
    – Alice in Chains – The Devil Put Dinosaurs Here

    Like

  7. Está sendo um ano difícil, ouvi muito pouca coisa deste ano… mas vai lá:

    – Rush: Clockwork Angels Tour;
    – Aristocrats: Boing! We’ll Do It Live!
    – Queensrÿche: Queensrÿche;
    – Dream Theatre: Dream Theatre;

    Aí tenho 3 candidatos bem obscuros para o 5º lugar:

    – Maschine: Rubidium;
    – Steven Wilson: The Raven that Refused to Sing (and other stories);
    – Cosmograf: The Man Left in Space

    Like

    • Reconsiderei minhas indicações, pois aqui o lançe é Heavy Metal e não Prog Rock/Metal como quase todos os que indiquei anteriormente (mas ficam as excelentes dicas pra quem quiser ouvir).

      Voto definitivamente em (já seguindo a sugestão de 2 vencedores do Bside):

      Estúdio:
      – Queensrÿche: Queensrÿche;
      – Dream Theatre: Dream Theatre;
      – Black Sabbath: 13
      – The Winery Dogs: The Winery Dogs
      – Deep Purple: Now What!?

      Ao vivo/remasters/compilações:
      – Rush: Clockwork Angels Tour;
      – Rush: Vapor Trails Remixed;
      – Iron Maiden: Maiden England 88
      – Dream Theatre: Live at Luna Park
      – Black Sabbath: Live Gathered in their Masses

      Like

      • Porque não fazemos, pra fechar de vez, também uma dos melhores músicos?

        Já me adiantando:

        Guitarrista: Tony Iommi do Black Sabbath – enfrentando um problema muito sério de saúde (ou até mesmo por causa deste problema) teve forças pra fazer o excelente “13” e a turnê que foi registrada em “Live: Gathered in their Masses”, que alguns dos nossos mestres do blog tiveram a chance de ver de perto e confirmaram que ele estava mesmo “on top of the game”. Os riffs e solos do disco novo são excelentes e o “amputado mais bem sucedido do mundo” (depois do Roberto Carlos, né Rolf?) é o meu favorito do ano – overall;

        Baixista: Billy Sheehan, por seus trabalhos no Winery Dogs e no novo projeto Portnoy, Sheehan, MacAlpine, Sherinian;

        Baterista: apesar do ótimo trabalho de Mike Mangini o novo Dream Theatre, meu prêmio vai para Neil “The Professor” Peart do Rush – provou no novo “Clockwork Angels Tour” que mesmo com 61 anos é capaz de tocar um setlist animal contendo três (?!?!?) solos de bateria sem deixar cair a peteca.

        Tecladista: Don Airey do Deep Purple – após segurar a bola quando Jon Lord se aposentou, entrou na banda com tudo e seu recente trabalho em “Now What?!” é simplesmente sensacional, ao meu ver ele é o “dono” do disco e, ao lado de Steve Morse, mantém o DP vivo e atuante.

        Vocalista: Todd La Torre do Queensrÿche – além de ressucitar uma das minhas bandas favoritas, adicionando muito na composição das músicas do novo álbum, ele se mostrou extremamente competente no vocal, tanto no estúdio como ao vivo.

        Like

        • Abilio, a ideia é excelente, quando se pensa neste tipo de pesquisa, além dos músicos, eu pensei também nos shows do ano (e foram muitos, hein? E não só muitos: muitos shows EXCELENTES mesmo).

          Mas, desta vez, vamos nos “limitar” aos discos mesmos, até para não confundir a galera – aliás, já aumentamos o escopo da pesquisa, agora são duas, e prováveis duas resenhas. Ano que vem a gente começa mais cedo e estrutura algo, de repente, sem pesquisas, apenas o bom e velho bate-papo via comentários, que agrega tanto.

          Sua lista de músicos é pratimente uma perfeição mesmo, seus argumentos são indiscutíveis! Eu adicionaria na lista a qualidade do Steven Tyler que me surpreendeu muito este ano, mesmo já tendo visto o Aerosmith em anos anteriores. E até o Ozzy, quem diria, surpreendeu positivamente a todos… bom, de resto, há muitos nomes que apareceriam em um best of, mas é praticamente chover no molhado…

          [ ] ‘ s,

          Eduardo.

          Like

          • Excelente Eduardo!

            Concordo em grau e gênero.

            Se for pensar, podemos criar inúmeras enquetes: Melhor Capa / Melhor Disco Nacional / Revelação do Ano – e porque não também os “piores do ano”…

            Mas seguindo sua linha de pensamento, melhor irmos mesmo por partes… De repente ano que vem fazemos esse “super-poll” com diversas categorias. Fica a sugestão.

            E minha lista dos “melhores músicos” fica aqui como uma boa justificativa aos álbuns que escolhi para concorrer a melhores do ano!

            keep bloggin’

            Abilio

            Like

  8. A Sound of Thunder – Time’s Arrow
    Black Sabbath – 13
    Civil War – The Killer Angels
    Ghost – Infestissumam
    The Winery Dogs – The Winery Dogs

    Like

  9. Galera antes de mais nada quero pedir mil desculpas pela ausência nos comentários e nos posts. O trabalho está frenético, mas em breve vem review de um disco que está sendo aclamado aqui nos coments como um dos melhores do ano e eu não gostei muito… :/

    Bem vim aqui para surpreendentemente sugerir aos colegas a adição do novo disco do Almah (“Unfold”), que, pasmem, está entre as melhores coisas que ouvi este ano.

    E já dei minha contribuição votando! Até porque não foram tantas opções e sim algumas decepções.

    Graça e Paz.

    Like

  10. E ainda teve o álbum “New”, do Macca… caramba… bom, ele não figuraria entre meus 5 de qualquer forma (achei que Paul foi longe demais com tantos e tantos elementos que usou no disco e aí o resultado não me agradou), apesar de ter um hit pronto ali, que eu gostei demais – a faixa homônima…

    [ ] ‘ s,

    Eduardo.

    Like

Trackbacks

  1. Resultados Polls # 81 e 82: Black Sabbath “13″ e “Live… Gathered in Their Masses”, os melhores de 2013 « Minuto HM

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: