18º Podcast Minuto HM – 14/novembro/2014

O 18º Podcast Minuto HM fechou o ano de 2014 e, surreal que pareça, um novo record mundial (ou intergaláxico, não é possível) foi quebrado: foram 9 horas e 22 minutos (hm) de papo entre os participantes:

  • Eduardo [dutecnic] como host;
  • Flavio Remote;
  • Alexandre B-Side (playback dos sons);
  • Itamar;
  • Eduardo Schmitt;
  • Rolf e
  • Daniel.

Sim, é surreal… já era realmente de dia, mesmo no horário de verão, quando finalmente nos despedimos, como se estivéssemos todos juntos em um bar ou na sala de alguém e cada um fosse literalmente “para sua casa”.

A “cavaca” mais que agradável desta vez contou, como de costume, com papos variados, entre eles uma verdadeira aula de história do país, especialmente sobre o Rio de Janeiro e São Paulo, liderada pelo Rolf e com todos participando ativamente, acrescentando elementos da história do rock nacional e de como as coisas se desenvolviam à época.

Tivemos, entretanto, algumas sentidas ausência nesta edição: Abilio, J.P., Claudio, Renato, Marcus Batera e todos aqueles que são convidados sempre… mesmo assim, foi uma das grandes edições e com mais uma troca impressionante de informações!

Mantendo a tradição dos posts relacionados, vamos a alguns materiais discutidos no meio da bagunça, e tenho certeza que outros temas aparecerão nos comentários:

Whitesnake – ao vivo em 1984:

David Bowie – Let’s Dance:

Slayer – South Of Heaven (álbum):

Minutemen – Double Nickels On The Dime (álbum):

Obs.: eu imaginava que nós éramos os únicos “Minute men” por aí :-).

Manowar – show em São Paulo em 2010 – Die For Metal:

Obs. 1: atenção – por conter “material adulto”, é necessário logar no Google para visualização.

Obs. 2: Remote, ok, pode pular…

The Alliance – Keep In Touch, We Are Strangers, Victories Mine e No Broken Hearts (banda com Tony Martin, antes de entrar para o Black Sabbath):

Como sempre, o podcast pode ser ouvido (por streaming) e/ou “baixado” no 4shared aqui (336 MB). Para fazer o download em formato MP3 para seu computador, clique no botão “Download Now” – o arquivo virá com a tag já devidamente formatada para seu MP3 player.

Mais uma vez, tivemos o debut ao vivo do teaser da edição anterior e, também mais uma vez, mais uma amostra de como nosso mestre Alexandre B-Side tem uma paciência infinita para nos entregar versões cada vez melhores e que dão um gosto do nosso papo. Para conferir / baixar da 17ª edição, clique aqui para o 4shared ou pelo iTunes em seu computador / celular / tablet (9,5 MB).

E para 2015 e envolvendo nossas “lições de casa”, duas sugestões foram dadas pelos gêmeos (ambas aceitas por todos), que são:

  • Novo “Throwdown” de álbuns para a lição de casa: sugestão dada pelo Remote, a ideia é nos moldes do That Metal Show, só que a proposta é de confrontar diretamente dois álbuns. Para a próxima edição do podcast, os álbuns que travam duelo direto são:
    • Ozzy Osbourne – Blizzard Of Ozz x Diary Of A Madman.

Além do novo “throwdown”, ainda ficam mais dois álbuns para serem apreciados para a próxima edição:

  • Mr. Big – Lean Into It – pedido do Schmitt e álbum sugerido pelo B-Side e
  • Judas Priest – Redeemer Of Souls – sugerido pelo Eduardo.

A segunda nova ideia para a próximo edição veio do B-Side e funciona assim: a cada edição, será escolhida uma banda e, desta banda, cada um dos participantes deverá escolher uma música mais desconhecida, ou seja, uma música não óbvia, para que todos possam escutar na próxima edição.

Cada participante deverá, até uma semana antes da nova edição, comentar no blog qual é a música da banda escolhida para que ela esteja disponível no dia do podcast para audição. Os outros participantes se comprometem a não ouvir a sugestão dada (caso seja desconhecida) para que possam apreciar ao vivo a possível “novidade”.

A banda de estreia da nova brincadeira é o Living Colour. Assim, até uma semana antes do próximo podcast, cada um deverá “caçar” a música que deseja que os outros curtam no dia do próximo podcast e comentar.

Por fim, para a lição de casa relacionada aos álbuns (inclusive com as devidas músicas demos / bônus / alternativas, quando aplicáveis) e banda escolhida, vale ressaltar que as músicas já está em playlists na Rádio MHM, podendo ser apreciadas do seu computador ou do seu dispositivo mobile.

E antes de fechar: foi sugerido pelo Daniel que passemos a ter podcasts mais frequentes. A sugestão movimentou um papo sobre o tema e o grupo acordou que vale a pena pensarmos inicialmente em “edições extras” a partir de 2015, dada a dificuldade de agenda dos participantes, confecção de teasers, etc. Assim, espera-se que tenhamos mais reuniões a partir do próximo ano, o que, convenhamos, é excelente.

Assim, aproveito para registrar um enorme agradecimento a todos pelo fantástico ano em termos de podcasts que tivemos. A todos que participam, que escutam ou que curtem a ideia, é gratificante ter esses encontros, ainda que virtuais, com esse grupo tão formidável de várias partes do Brasil e que ajudam a transformar o Minuto HM neste espaço realmente único que é.

Nos vemos, com certeza, em 2015, a princípio no mês de fevereiro e espero que com mais e mais pessoas participando do papo agradável, sem frescuras e, principalmente, com “pauta” ao vivo. Até já!

[ ] ‘ s,

Eduardo.



Categories: AC/DC, Accept, Aerosmith, Agenda do Patrãozinho, Alice in Chains, Anthrax, Artistas, Bandas Independentes, Black Sabbath, Blaze Bayley, Bootlegs, Cada show é um show..., Chickenfoot, Covers / Tributos, Curiosidades, Deep Purple, DIO, Dire Straits, Discografias, Dream Theater, Entrevistas, Guns N' Roses, Instrumentos, Iron Maiden, Jimi Hendrix, Judas Priest, Kiss, Led Zeppelin, Living Colour, Manowar, Marillion, Mötley Crüe, Músicas, Megadeth, Mercyful Fate, MetallicA, Minuto HM, Motörhead, Nirvana, Off-topic / Misc, Pearl Jam, Pink Floyd, Podcasts, Queen, Rainbow, Resenhas, Rolling Stones, Rush, Saxon, Scorpions, Slayer, Tá de Sacanagem!, The Beatles, The Who, Uriah Heep, Van Halen, Whitesnake, Yes

18 replies

  1. Belíssima homenagem ao “Deus Afônico da Voz”, um belo neologismo feito na passiva pelo queridíssimo Rolf.

    Um MinutoHM cheio de novidades para 2015. Só faltou uma vinheta de final de ano com todos cantando: Adeus Ano Velho, Feliz Ano Novo.

    Ano que vem podcast de volta!

    That´s all folks!

    Daniel

    Like

    • Daniel, o Rolf é mais do que requerido no podcast, ele é o elo que abre os horizontes por aqui.

      Valeu bastante também pela costumeira e importante participação, e vamos em frente… 2015, o sexto ano do blog, promete…

      Por falar em promete, o B-Side já comentou que devemos ter novidades quando chegarmos à vigésima edição do podcast. Será que teremos alguma dica dele até lá?

      [ ] ‘ s,

      Eduardo.

      Like

  2. Senhores, pela Rádio MHM eu hoje consegui ouvir (sem compromisso) o (longo) disco do Judas Priest e repassei o Blizzard Of Ozz e quase todo o Diary Of A Madman…

    Sobre o disco do Judas: é realmente longo, aos que forem ouvir com “dedicação exclusiva”, reservem tempo…

    [ ] ‘ s,

    Eduardo.

    Like

  3. Senhores, fico ao mesmo tempo feliz e preocupado com este novo recorde, os motivos são óbvios, nem preciso tecê-los aqui.
    Em relação ao podcast, tivemos um conteúdo de verdadeiros especialistas. Destaco o trecho relacionando o contexto histórico do país ao movimento musical ,nos dois gêneros avaliados : O BRock e o metal/hard rock nacional, nesse especificamente foi ótimo ter podido trazer algumas músicas da época que eu considero a pré-história do metal brazuca.
    Agradeço novamente todos que aqui estiveram e atravessaram a madrugada, sempre com ótimas contribuições, algumas geniais mesmo.
    Até fevereiro!

    Alexandre

    Like

  4. pessoal, é diversão pura……..estar entre amigos, aprender, discutir, ouvir um esporro do Rolim, desopilar o fígado, ver pessoas como vocês, a risada do Schimidt, falar sobre história, cultura, opiniões, mercado, contexto e saber que vocês foram até as 06:00 – é isso? tudo isso com direito a whisky, é sensacional
    o que será que o B-side esta aprontando agora?
    muito bom

    Like

    • Rolf, sem você o podcast não é nem de perto a mesma coisa. Seja você acordado ou até quando dorme, é risada na certa e, claro, aula na certa, seja do que for o tema.

      Não, não fomos até as 06h00… nós passamos das 06h00 um pouco…

      B-Side está danado com este podcast para fazer o teaser…

      [ ] ‘ s,

      Eduardo.

      Like

  5. Mais uma interessantíssima, ainda que desafiante experiência. Ainda no dia seguinte, no show do Deep Purple, sofia as consequências, hehehehe. Especial a aula sobre BRock. Já tenho todos os temas para o próximo podcast e quanto à música do Living Colour, vou dizer a vocês, no momento tenho a tendência de indicar uma música “chavão” da banda, mesmo sabendo que fugiria do princípio da brincadeira… vamos ver…

    Like

  6. Para quem já ouviu o novo do Judas e acha que é o fim dado o final do disco, Halford afirma que não é: http://www.blabbermouth.net/news/judas-priests-rob-halford-weve-got-a-lot-of-stuff-that-we-still-wanna-do/?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed%3A+blabbermouth+%28Blabbermouth.net%27s+Daily+Headlines%29

    Bem que o Medina podia dar um jeito de trazer a banda em 2015. Valeria a noite facilmente.

    [ ] ‘ s,

    Eduardo.

    Like

Trackbacks

  1. O show tem que continuar… mas até quando? | Minuto HM
  2. Convite – conferência para gravação do 19º podcast do Minuto HM – fevereiro/2015 | Minuto HM
  3. 19º Podcast Minuto HM – 20/fevereiro/2015 | Minuto HM

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: