Slash, Duff e Axl: o que um tweet pode dizer… ou não…

Primeiro, peço que me poupem de comentários como “Você convive com os caras, por acaso, pra falar com tanta autoridade sobre seus sentimentos?”. Também dispenso comentários como “Nossa, vai viver”. Eu não passo meu tempo livre analisando minuciosamente cada uma das cinco pessoas sobre quem vou falar mais abaixo e depois observo tudo em gráficos e tabelas. Na verdade, eu nem sigo o Guns N’ Roses tão de perto, não acesso fóruns nem sites especializados, nunca sequer li biografias da banda e dos seus (ex-)integrantes. Acontece que, a cada entrevista, pequenas opiniões foram se formando involuntariamente na minha cabeça. Agora, apenas juntei tudo o que pensei aos poucos neste texto feito em menos de uma hora.

Minha intenção aqui é imaginar o que Steven Adler, Duff McKagan, Izzy Stradlin e Axl Rose pensam sobre uma possível reunião do Guns N’ Roses na cerimônia de inclusão da banda no Rock & Roll Hall of Fame. Usei esse estilo simplesmente porque é muito mais fácil ser compreendida assim. Eu até poderia fazer uma espécie de matéria jornalística de algum veículo de comunicação burocrático que não me faria parecer uma fã querendo viver a vida dos ídolos, mas aí o texto ficaria muito mais chato, tanto de escrever, quanto de ler. Então, aceitem minha informalidade, por favor.

Steven Adler: Consigo imaginar facilmente Steven toda noite abraçando o travesseiro na cama, idealizando como seria incrível a reunião. O cara vive do passado e sempre choramingou por uma reunião, chegando a ser chato. É fácil entender: dos cinco integrantes originais, ele teve a vida mais errada pós GN’R – ainda no ano passado, ele participou do reality show “Celebrity Rehab” (título auto-explicativo). E como bem apontou Slash no “That Metal Show”, Steven saiu da banda antes de as coisas ficarem muito, muito loucas, na turnê “Use Your Illusion”. Mas até que ele deu umas declarações bem sensatas em uma entrevista recente. Minha citação preferida é “Essas são as únicas feridas que eu conheço que não podem ser curadas pelo tempo”.

Duff McKagan: Duff é um amigão. Ele foi o último a sair do GN’R e saiu numa boa. Conversou com o Axl, explicou que teria um filho e que não poderia mais continuar naquele “chove-não-molha”. A única coisa que talvez possa impedir Duff é uma falta de paciência com possíveis futuros dramas, mas no que depender dele, não existe nada para criar drama em cima. Ele pode servir como um bom mediador entre todas as partes envolvidas.

Izzy Stradlin: Izzy está anônimo e feliz. Lançou um trilhão de CDs e nem fez questão de divulgar. Ele foi o primeiro da banda a ficar sóbrio e, assim que ficou, percebeu que a vida na estrada não era pra ele. Não era apenas uma questão de não conseguir acompanhar a vida desregrada dos outros integrantes no final dos anos 1990. Quando Izzy fez alguns shows com o GN’R em 2006, ele disse: “precisei de umas três semanas pra me recuperar de seis semanas de turnê”. Izzy é um cara que simplesmente não tá nem aí. Ele nunca deve ter perdido nem três minutos de sono pensando em uma reunião. Acredito que, se todo mundo topar, ele talvez tope, também – mas cairia fora no primeiro indício de drama, babado e confusão.

Slash: Eis acima o que originou este texto. Um tweet do Slash desejando feliz aniversário para o Axl. “Aniversário do Duff ontem, aniversário do ruivinho hoje, parabéns, fuckers!” Certo, “redhead” não pode ser exatamente traduzido como “ruivinho”, mas eu curti imaginar o Slash chamando o Axl de ruivinho, então é essa palavra que vou usar. Enfim. O que eu sempre imaginei sobre o Slash é que ele não tem uma paciência de santo como a do Duff, então saiu da banda pu** da vida. Mas, como disse Steven Adler naquela já mencionada entrevista, não é como se um tivesse roubado a mulher do outro, como aconteceu com Brian Jones e Keith Richards, do Rolling Stones. Acho que o problema deles nunca foi exatamente pessoal. O problema era a convivência difícil. Então, essa ferida foi curada pelo tempo. Slash não cansa sua beleza odiando o ruivinho. Mas ele tem orgulho próprio, então não pode sair por aí dizendo que quer fazer as pazes com o ruivinho, já que em um passado não tão distante (2009), Axl disse que “Slash é um câncer melhor removido” e que “um de nós vai morrer antes de uma reunião”. O tweet de aniversário foi uma sutil maneira de mostrar que, mesmo com Axl dizendo essas barbaridades, Slash é um cara tranquilão, que não guarda rancor. E o “ruivinho” foi muito bem pensado, já que dizer “Axl” de cara poderia passar a falsa ideia para os fãs de que esse tipo de comunicação é algo comum entre eles – o que eu acredito que não é.

Axl Rose: Duff e Izzy fizeram participações em shows do atual GN’R, então presumo que Axl não vê problema em se reunir com eles. Steven já disse que tentou entrar em contato com Axl e foi ignorado, mas acho que isso tem mais a ver com uma falta de paciência do Axl para lidar com Steven e sua eterna militância por tudo relacionado ao antigo GN’R, e menos a ver com realmente ter algo contra ele. Agora, é a hora que eu deveria dizer, “mas se Axl estiver disposto a se reunir até com Slash, Steven não ficaria de fora”. Mas, né… estamos falando de Axl Rose, não duvido de nada. Sobre o Slash… eu realmente não entendo que mer** de ferida é essa que não pode ser curada pelo tempo. Dá pra entender o Axl criticando o Slash em público logo após ele ter saído da banda. Mas em 2009? Sendo positiva, gosto de pensar que só o que ainda impede essa reconciliação é uma vergonha do Axl de encarar o Slash depois de tanto fazer pouco caso dele na imprensa. E Slash, talvez percebendo isso, mandou aquele sutil tweet. Isso presumindo, claro, que o louco rancor do Axl tenha passado nos últimos três anos. Mas, né… estamos falando de Axl Rose, não duvido de nada.

…ou vocês podem simplesmente ignorar tudo o que escrevi e só ver o vídeo abaixo.



Categories: Agenda do Patrãozinho, Curiosidades, Entrevistas, Guns N' Roses, Off-topic / Misc, Rolling Stones, Rumores

8 replies

  1. Carol, primeiramente, bem-vinda “oficialmente” ao blog como autora. Uma honra ter você escrevendo por aqui com seus fantásticos textos (aquele do Aerosmith é top do blog, não tenha dúvidas).

    Sua “amarração” acima está muito legal e, claro, faz sim sentido – sem contar que você traçou o perfil deles de uma maneira bastante acertiva, pelo menos do que podemos entender com as atitudes de todos ao longo das carreiras deles, no Guns ou não.

    Agora nos resta aguardar o desenvolvimento das coisas entre todos com o “ruivinho” 🙂 .

    Ah! Seu fantástico post foi publicado em destaque no Whiplash:

    [ ] ‘ s,

    Eduardo.

    Like

  2. E esta reunião, uma vez que rolasse resolvendo os problemas que aparentemente estão entre Slash e Axl, além de uma eventual negativa de ida a tour de IZZY, poderia contar com o Matt Sorum , ao invés de Steven? Seria fazer o baterista original cortar os pulsos…

    Alexandre

    Like

  3. Que texto bacana de se ler hein, gostei muito de como a carol vem tecendo as palavras, parabéns a ela e ao blog que ganhou mais uma autora incrível.
    O carácter de cada integrante foi bem traçado e acredito que o “ruivinho” vai relutar até as últimas chances. Portanto ainda veremos muitas histórias rolando ainda, rsrs

    Like

  4. O texto da Carol, por mais que seja somente uma brincadeira, não passa longe da realidade.
    Acredito que o maior empecilho para um retorno do antigo Guns, mesmo que somente para uma única apresentação, seja o ego e orgulho de Axl.

    Agora uma reunião definitiva, já acho mais impossível. Todos os envolvidos, exceto talvez Steven Adler, já tomaram rumo em suas vidas longe do Guns N’ Roses, não sei se estariam dispostos a reviver todos os dramas daquela época.

    Like

    • Concordo com tudo, Su. E ainda temos o ingrediente “dinheiro” x divisão para apimentar tudo isso. Estamos vendo um pouco disso com a atual reunião do Black Sabbath… ou alguém aqui duvida que tal divisão seria bastante complicada entre Axl e os outros?

      [ ] ‘ s,

      Eduardo.

      Like

Trackbacks

  1. Cobertura Minuto HM – Guns N’ Roses em SP – Not In This Lifetime – parte 1 – Minuto HM

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: