MetallicA – controverso documentário Some Kind Of Monster faz 10 anos e tem relançamento de aniversário

skom

Além de um reality show dramático, Some Kind of Monster mostra o processo de produção do álbum St. Anger

Chegamos a esta época do ano e o comércio quer retirar todos os nossos últimos recursos financeiros. Por isso, os mais desorganizados chegam a janeiro com bolsos vazios e menos perspectivas para o primeiro semestre para novos investimentos. Já comentamos sobre o novo box do Rush e chegou a vez do MetallicA.

Eu fui um dos impactados por Some Kind of Monster em 2004. Normalmente descrente deste tipo de formato, acabei por ver um grupo de pessoas com o sistema nervoso em frangalhos, mesmo que a conta bancária dissesse o contrário. A posterior leitura de alguns bons livros, reforçou a característica de cada “personagem” da vida real dentro da banda americana. Se você gostaria de conhecer um pouco mais sobre a história de uma das bandas mais bem sucedidas de todos os tempos, acompanhe nossa discografia e relato histórico feito pelo Eduardo; reserve tempo e garanta a diversão.

Voltando aos aspectos de SKoM, teve de tudo na “praia de nudismo da alma” do Metallica: os estrelismos e ego difícil de Lars Ulrich, o sangue de barata e a busca da cura por parte de James Hetfield, o “John Doe”*  do Kirk Hammett e a saída do injustiçado (não curto este termo mas foi o que achei mais adequado) Jason Newsted e a chegada de Robert Trujillo com um belo e compensador pagamento, tudo isso sob o olhar dócil de um terapeuta de grupo.

… Dá para entender porque St. Anger é a bomba que é, que faz o mais ardiloso fã de MetallicA ruborizar mediante alguns clássicos (ao contrário) daquele álbum. Assunto para outros tópicos – já abordado no blog, inclusive – um dia vira mais um queridinho da banda. O tempo dirá. Uma “pena” que a bateria “lata de Nescau” não tenha conseguido adeptos e novos seguidores.

Photo of METALLICA and Lars ULRICH and James HETFIELD and Kirk HAMMETT and Robert TRUJILLO

O novo velho material não tem “depoimentos” extras pertencentes a SKoM, mas traz um presentinho de Papai Noel. Intitulado como “Metallica: This Monster Lives“, o feature (documentário dentro do documentário e que normalmente tem papel explicativo) tem 25 minutos de duração e conta os bastidores do lançamento de “Through The Never”  na edição de 2013 do festival internacional de Toronto, um dos mais respeitados eventos do cinema alternativo.

Mesmo com 10 anos de vida, Some Kind of Monster ainda é precursor em não esconder feridas de estrelas do escalão de Dave Mustaine e até do próprio Bob Rock, um mala companheiro que o Metallica teve por perto na produção dos criticados Load e Reload, mas também um dos responsáveis pelo multiplatinado Metallica (ou Black Album).

Além de 2 blu-rays e 1 dvd, o documentário aniversariante também poderá ser adquirido no sistema “On Demand”.

Assista ao trailer do lançamento. A previsão de chegada às lojas é 15 de dezembro de 2014.

*John Doe é o nome dado nos Estados Unidos aos indigentes quando são encontrados mortos sem qualquer identificação.

Daniel Junior é membro da família MHM, colunista do site Seriemaníacos e colaborador cultural do site Eu Escolhi Esperar . Vem aí o melhor site de reviews de cinema do sistema solar …The Crow e o primeiro lançamento literário do colunista em breve nas lojas digitais.



Categories: Agenda do Patrãozinho, Curiosidades, MetallicA

5 replies

  1. Legal o post, Daniel e é indiscutível entender este relançamento com uma ótica diferente da busca por mais algumas doletas para a ” máquina ” Metallica. Eu particularmente não consegui na época original entender o que é verdade e o que é fake , na linha dramática de um reality show que precisa impactar.
    O álbum realmente é de doer e a lata de Nescau mais ainda.
    Eu não vou nessa do novo lançamento com status de edição de aniversário, vou passar sem qualquer sentimento de privação.

    Valeu,

    Alexandre

    Like

    • Fala Bside!

      Pois é… Com seu comentário e do Eduardo (pertinente do início ao fim) eu me toco sobre o nosso assunto “ad eternaum” do post “O show tem que continuar… Mas até quando”.

      O velho novo sendo lançado … Novamente.

      Com relação ao conteúdo, sabe que eu sou ingênuo de acreditar que tudo aquilo ali é verdade? Sabe o porquê? Que porr* de marketing é essa que as pessoas se colocam em situações tão ridículas apenas para conseguir notoriedade.

      Posso estar completamente enganado (volto a dizer, o Eduardo foi muito feliz no seu comentário) mas o maior marketing do MetallicA é a sua música, dispensando artifícios tão pobres, digno aos que não possuem talento algum.

      Enfim, de repente eu pego porque ADORO o formato blu-ray.

      Abraço,

      Daniel

      Like

  2. Bom, Daniel… você praticamente tirou mais coisas para falar do que a própria banda no lançamento deste verdadeiro “caça-níquel” natalino.

    Lembro de você me falando sobre o assunto e aí que fui ver uma meio abandonada newsletter no meu e-mail sobre os 10 anos do “filme”.

    De verdade, não vejo motivo algum para a banda celebrar aquilo – genuinamente – muito menos de lançar algo com foco em marketing. Me parece uma apelação, o momento da banda musical é bom e por mais que se “force” a ideia que muito começou dali, é difícil não acreditar na máquina de marketing também. Enfim, como disse o B-Side, separar o que é verdade do que é montagem ali é complicado e, ao certo, é provável que nunca teremos informações suficientes para.

    O tal documentário deve ser sim assistido, mas o lançamento com um extra “mandrake” como esse é um desperdício de banda para mim.

    Sou colecionador da banda, mas não vejo valor agregado algum para comprar essa edição, salvo se meu DVD tiver algum problema no futuro.

    Quero é que a banda continue o bom caminho de 2008 em estúdio. Já estamos no fim de 2014 e eles não são mais garotos – quero é disco de inéditas, e de thrash metal!!!

    [ ] ‘ s,

    Eduardo.

    Like

Trackbacks

  1. Operação-padrão versus brilho nos olhos: entendamos para valorizar mais o que é merecido – Minuto HM

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: