Discografia Scorpions – [CAPÍTULO 16]

{ Pure Instinct – álbum e tour: 1996 }

Próximo ao término de 1995, ainda nos trabalhos de gravação do próximo álbum, o veterano baterista e companheiro de longa data Herman Rarebell deixa os alemães para se dedicar à criação de uma nova produtora e selo musical.

O baterista alemão Curt Cress assume as baquetas durante as gravações do 13º álbum de estúdio dos SCORPIONS, o Pure Instinct (Instinto Puro), que seria publicado no ano seguinte em 1996.

Logo após o release, James Kottak, o americano de Kentucky que já havia impressionado os alemães por suas performances extremas no Kingdom Come (quando estes abrir os shows para os alemães, como vimos por aqui) é convidado a integrar o novo lineup, que sai em turnê mundial pela primeira vez levando consigo um membro não natural do Velho Continente.

Junto com Ralph Rieckermann, Kottak daria uma nova feição à banda alemã…

Lineup:

Klaus Meine: Vocal

Matthias Jabs: Guitarra, backing vocal

Rudolph Schenker: Guitarra-base, backing vocal

Ralph Rieckermann: Baixo, backing vocal

James Kottak: Bateria, percussão

Tracklist:

Faixa Título Compositor Duração
1 Wild Child Meine, Schenker 4:15
2 But the Best for You Meine 5:19
3 Does Anyone Know Meine 5:57
4 Stone in My Shoe Meine, Schenker 4:38
5 Soul Behind the Face Meine, Schenker 4:00
6 Oh Girl (I Wanna Be With You) Meine, Schenker 3:50
7 When You Came into My Life Meine, Schenker, Puspa* 5:13
8 Where the River Flows Meine, Schenker 4:10
9 Time Will Call Your Name Meine, Schenker 3:23
10 You and I Meine 6:14
11 Are You the One Meine, Schenker 3:11

*Titiek Puspa: cantora e compositora expoente na Indonésia

Mais uma vez, eis que surge uma capa de álbum polêmica para agitar as paradas dos alemães. Devido à nudez presente na capa original, a qual ilustra o post, uma versão alternativa foi preparada para dar continuidade às vendas.

Tour:

Na turné mundial do Pure Instinct, os SCORPIONS puderam uma vez mais provar a todos que continuavam presentes na cena global da música e da política.

Marcando exibições na Europa, Estados Unidos e América do Sul além de países como Malásia, Tailândia , Indonésia e Flipinas, que começar a fazer da Ásia um destino para grandes turnês.

Em novembro de 1996, os SCORPIONS se tornaram a primeira banda internacional a tocar para seus fãs em Beirute, logo após o término da guerra civil que assolava o Líbano.

Da esq: Rudolf Schenker, Ralph Rieckermann, Klaus Meine, James Kottak,Matthias Jabs

Avaliação:

Dúbio! Existem duas formas de interpretar este álbum. A falta do grande hard rock dentre as faixas deste trabalho é bem nítida, o que traria um grande descontentamento.

Entretanto, algumas das melhores músicas dos SCORPIONS estão presentes neste álbum.

Cabe a cada um decidir o conceito sobre o Pure Instinct, mas de fato, trabalhos como Wild Child, But the Best for You e When You Came into My Life não merecem ser diminuídos.

Os alemães de alguma forma voltavam a expressar as emoções há muito não percebidas em seus últimos e mais recentes trabalhos, leia-se principalmente como Face the Heat, o melhor exemplo desta fase negra.

E além desta, é claro que You and I entraria para a história como balada romântica contagiante.

Premiações:

Nem sempre um trabalho bom é reconhecido em termos de vendas e publicidade alcançada/crítica. Este é o caso de Pure Instinct.

Com achievement modestos, o álbum conseguiu a 99a. posição do Billboard 200 em 1996 e também a 19a. posição para Wild Child, além de disco de ouro no Alemanha e 8a. posição no top álbuns dos teutônicos.

You and I, por sua vez, faturou a 22a. posição no Reino Unido, França, Suíça, Espanha e Canadá!

Para seu iPod:

Avaliação do álbum: 3 estrelas ( * * * )

Ouça: Wild Child; But the Best for You; When You Came into My Life; You and I.

[ ]’s

Julio



Categories: Artistas, Curiosidades, Discografias, Resenhas, Scorpions

5 replies

  1. Julio,

    Pouco tenho a acrescentar nesse post – mais um excelente da discografia Scorpions. Talvez apenas concordar que não encontro muita coisa para destacar no álbum, apenas a balada You and I e nas outras nada me chama atenção. O período de vacas gordas ja se ia há algum tempo…
    Parabens!
    Flavio T. Pontes

    Like

  2. Fecho com o Flávio, o álbum também não me agrada, exceto pela balada you and I.
    O post ficou excelente, como sempre…

    Like

  3. Mais um: You And I, grande música e outro sucesso que toca nas rádios como Antena 1 e Alpha FM, até com certeza frequência. Eu gosto bastante!

    Mais um post excelente, novamente com ótimo cruzamento com a história mundial.

    [ ] ‘ s,

    Eduardo.

    Like

Trackbacks

  1. Discografia Scorpions – [CAPÍTULO 26] – Minuto HM

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: