Bruce Dickinson e sua participação no seriado “The Paradise Club”

E é quando a gente acha que já viu de tudo do cara, que nos deparamos com mais esta…

Já falamos das “n” facetas de Bruce Dickinson antes, além da profissão que verdadeiramente nos interessa, ou seja, a de vocalista. Mas e uma ponta dele como ator principal em um episódio de seriado?

The Paradise Club foi uma série produzida pela BBC protagonizada por Don Henderson e Leslie Grantham como Frank e Danny Kane. Foram produzidas duas temporadas entre 1989 e 1990.

Bruce apareceu em um episódio da série, fazendo o papel de um cantor/guitarrista de rock chamado de Jake Skinner, que queria libertar-se da ditadura da sua gravadora.

Algumas músicas/temas foram gravados por Bruce para serem usados no episódio, como Johnny B. Goode e a Ballad Of Mutt, que Bruce tocou de forma solo com uma guitarra acústica.

Nome do episódio: Rock n Roll Roulette (Temporada 2, episódio 7)
Exibição: 6 de novembro de 1990.

Os vídeos estão abaixo, mas gostaria de levantar mais um ponto: quem seria o cara que aparece mais ao final do primeiro vídeo, a partir do 8m24s (primeira aparição) e depois em mais 2 momentos, e que parece DEMAIS com Janick Gers? O nome dele não está listado no cast deste episódio, mas… vale lembrar que, nesta época, Bruce estava envolvido na gravação com seu primeiro álbum solo, o Tattooed Millionaire, cuja gravação ocorreu em 1989 e o release no ano seguinte (e contou com Gers na guitarra).

E mais…

Ainda há mais aparições do Mr. Air Raid Siren por aí… mas ficam para uma próxima.

Fonte-base: Iron Maiden Brasil Notícias

[ ] ‘ s,

Eduardo.



Categories: Artistas, Covers / Tributos, Curiosidades, Discografias, Iron Maiden, Off-topic / Misc, Trilhas Sonoras

8 replies

  1. Eduardo, definitivamente é o Janick – que se ve claramente em 06:14 do primeiro trecho, nos trechos que você citou e novamente na capa do album em 08:15 do ultimo trecho. Alias o tipo de letra no logotipo da banda lembra um pouco a do Iron (Vejam o R), coincidência? não acho…
    E sobre as músicas: ainda tem I shot the sheriff em 06:14 no 4o trecho.
    O estilo que Dickinson gravou nesse episódio (mais rock and roll) tem também um pouco a ver na influência tanto com o seu album solo (Tattoed), quanto (menos proeminente) na mudança do som da banda no No prayer e até um pouco no Fear – já que o Iron havia se distanciado um pouco da temática mais épica/progressiva dos anteriores (Seventh son para trás) e fez um lance mais Heavy rock (exemplos – Bring your daughter, Holy Smoke, From Here to eternity)
    Alias o No prayer é de Setembro 1990 e o Tattoed foi gravado em 1989 – lançado no começo de 1990 – então cabe a dúvida se na gravação do episódio, o Janick já era membro do Iron?
    O que achei mais interessante, é a participação do Dickinson – como peça principal no episódio.
    Prefiro porém ele como cantor…e mais distanciado do estilo da série.
    e parabéns pelo post – não conhecia este lado ator do Air siren…

    FR

    Like

    • Remote, sim, é o Gers mesmo… revi para confirmar, e é ele mesmo… estranho que o nome dele não consta no “cast” oficial do episódio… quando vi os vídeos, não vi ninguém falando dele, mas ao ver o episódio, não teve como não vê-lo…

      Sim, faltou mencionar I Shot The Sheriff, valeu.

      Olha, Gers entrou no Maiden em março/1990, se não me falha a memória, quando Adrian saiu na durante a pré-gravação do (fraco) No Prayer For The Dying. Adrian tem crédito na música Hooks In You. Mas Gers já era considerado da banda sim, pelo que parece em termos de tempo.

      Também gostei da participação do baixinho como ator principal do episódio, achei que ele foi muito bem. Aliás, difícil ver alguma coisa que ele não faz bem, né? (Momento fã total). Mas claro que é melhor falar dele a frente do que é sua verdadeira especialidade, ou seja, cantar músicas do Iron Maiden.

      [ ] ‘ s,

      Eduardo.

      Like

  2. Eduardo e galera do MHM,
    Legal! O Bruce atacando de ator! Ele canta inclusive ” I shot the Sheriff”,hehehe!
    O cara que aparece tocando guitarra no estúdio e na vitrine é o Janick mesmo! Basta olhar as fotos antigas dos tempos do No Prayer e do Tattooed, afinal, são 20 anos de diferença, né? Observem no 1º vídeo aos 6:13 e no último vídeo aos 8:14 (na capa do disco). A amizade e a camaradagem entre os 2 era notória, visto que quando o Adrian saiu, o Bruce levou o Janick pro lugar dele e o Steve aprovou, é lógico! E quando o Bruce e o Adrian retornaram ao Maiden, aposto que ocorreram conversas de que todos os 3 guitarristas permaneceriam e nenhum deles sairia. Acho que é um dos principais motivos que mantiveram o lin-up da banda o mesmo de 1999 até hoje!
    Aos detratores “que não gostam do Mr. Gers”:
    Basta assistirem vídeos dele com a Ian Gillan Band e escutarem os discos da época, além de outras bandas que tocou, e verão que o cara tem talento, sabe tocar, compor, tem carisma e ainda é muito gente fina! Afinal, quem não gostaria de estar no lugar dele???
    Um abraço… e UP THE IRONS!!!

    Like

  3. E não é que ele até se saiu bem….sem comparações, é claro, com a categoria de sua ocupação principal.
    E não há dúvidas, é o Gers na banda e na capa do álbum ( estávamos ainda um pouco distantes da realidade que seria o formato em cd naquela época…)
    Em relação à parte musical, o som é mais pro lado rock and roll, lembrando inclusive algumas faixas de lados B dos singles do Iron Maiden, como Black Bart Blues e Roll over Vic Vella ( ambos mais ou menos daquela epoca, se a memória não me falha…)
    Até o episódio é razoável, serviu como uma ” sessão da tarde”

    Alexandre Bside

    Like

    • B-Side, também achei o episódio bastante razoável, bem “sessão da tarde”, como você disse.

      Não tive vontade de parar de ver, como as vezes tenho ao ver “aventuras” assim de rockstars na telinha (alguém aí falou do filminho do Kiss, hahahaha?) e ainda me diverti ao vê-lo cantar coisas fora do que estamos acostumados, principalmente o clássico do Chuck Berry, que eu tanto aprecio.

      [ ] ‘ s,

      Eduardo.

      Like

  4. Pessoal, faltou dar os créditos da música Wishing Well do Free, é a que é tocada quando o Bruce chega ao estúdio e já encontra a banda o esperando. Aos 6:03 da primeira parte.

    Like

Trackbacks

  1. Aparições de artistas e bandas em seriados e filmes | Minuto HM

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: