Cobertura Minuto HM – Elton John em Madrid (Espanha) – parte 1

Fala, galera!!

É com uma grande felicidade que consigo postar algo ao vivo por aqui – já fazia tempo.

Cheguei na lindíssima cidade de Madrid hoje pela tarde e, passando no hotel apenas para o checkin, fui correndo aproveitar o escasso tempo livre que terei nos dias que ficarei por aqui a trabalho direto para o igualmente lindo Santiago Bernabéu.

Com o tour feito e o estádio “varrido” (terça verei Real Madrid x Liverpool pela Champions para fechar a brincadeira), voltei para o hotel para sem nem me trocar desde ontem sair para a Hard Rock Madrid (que trarei assim que possível por aqui em post separado, tem outras HRC na frente desta, hehehe), da onde começo a escrever este post.

Saindo daqui, vou ao Barclaycard Center, que fica no Palacio de Deportes e é relativamente perto daqui para ter o privilégio de ver e ouvir Sir Elton John (And His Band) despejar aqueles medalhões mais que aguardados.

Voltarei com atualizações deste post assim que possível, com mais informações do pré-show e fotos.

Saludos y hasta pronto.

———————-

Atualização:

A chegada foi, como esperado, rápida e tranquila. Estou há poucas horas na cidade mas parece que nasci aqui. Tudo claro e funcional.

Na entrada da arena, um grupo de umas 10 pessoas já eram orientadas a fazer fila. A preocupação com a indicação do local foi total: eles fazem checkpoints entre os funcionários, sinalizando ao próximo para dar as direções até o lugar. Ao chegar no último funcionário, ele o acompanha até a cadeira (lugar marcado e respeitado, claro).

A revista é uma piada para nós, brasileiros: simplesmente não há. Para dizer que não há, olharam dentro da minha sacola da Hard Rock com uma camiseta dentro e mais nada.

E isso para que, já que se vende merchandising de vidro (copos, canecas), whiskey no copo… aliás, comida e bebida são fartas e com fila organizada: há hot dog, pizza, pipoca… tem de tudo por aqui.

A arena lembra um pouco a fatídica Arena HSBC, do Rio, ainda que o local seja bem mais velho e me parece que maior. O nome do local foi alterado por um naming right privado, mas todos o chamam ainda de Palacio de Deportes. Há 4 telões, dois frontais laterais e dois atrás, também nas laterais. Por enquanto, apenas os frontais estão ligados. Na PA, nada de interessante.

Dado o padrão, assim como se vê nos EUA, o público não chega cedo: faltam menos de 40 minutos e eu diria que a arena está com 15 a 20% de lotação, no máximo. Mas eu que comprei ingresso recentemente vi que se não for um sold out, será algo perto disso. Como ponto de melhoria, faltou o Wi-Fi…

A expectativa vai aumentando. As 20h30 é esperada uma banda de abertura, que sinceramente espero que seja coisa rápida. O som da abertura está alto e equalizado (pudera, metade do que vejo é consigo ler é Bose), já a banda de abertura mesmo, que não se anunciou, faz um som “vamos dar uma força”. É uma banda independente e agradeceu ao Sir pela oportunidade “beyond dreams”.

[ ] ‘ s,

Eduardo.



Categorias:Agenda do Patrãozinho, Artistas, Cada show é um show...

3 respostas

  1. Eduardo, bom show por aí !
    Aqui nesta primeira parte da resenha, preciso parabenizar pelas fotos, bem legais, e realmente o venue lembro o lamentável HSBC Arena do Rio de Janeiro. Espero que o desenrolar desta aventura seja bem diferente daquela que vivemos aqui em terras cariocas.

    Alexandre

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: