Cobertura Minuto HM – Elton John em Madrid (Espanha) – parte 1

Fala, galera!!

É com uma grande felicidade que consigo postar algo ao vivo por aqui – já fazia tempo.

Cheguei na lindíssima cidade de Madrid hoje pela tarde e, passando no hotel apenas para o checkin, fui correndo aproveitar o escasso tempo livre que terei nos dias que ficarei por aqui a trabalho direto para o igualmente lindo Santiago Bernabéu.

Com o tour feito e o estádio “varrido” (terça verei Real Madrid x Liverpool pela Champions para fechar a brincadeira), voltei para o hotel para sem nem me trocar desde ontem sair para a Hard Rock Madrid (que trarei assim que possível por aqui em post separado, tem outras HRC na frente desta, hehehe), da onde começo a escrever este post.

Saindo daqui, vou ao Barclaycard Center, que fica no Palacio de Deportes e é relativamente perto daqui para ter o privilégio de ver e ouvir Sir Elton John (And His Band) despejar aqueles medalhões mais que aguardados.

Voltarei com atualizações deste post assim que possível, com mais informações do pré-show e fotos.

Saludos y hasta pronto.

———————-

Atualização:

A chegada foi, como esperado, rápida e tranquila. Estou há poucas horas na cidade mas parece que nasci aqui. Tudo claro e funcional.

Na entrada da arena, um grupo de umas 10 pessoas já eram orientadas a fazer fila. A preocupação com a indicação do local foi total: eles fazem checkpoints entre os funcionários, sinalizando ao próximo para dar as direções até o lugar. Ao chegar no último funcionário, ele o acompanha até a cadeira (lugar marcado e respeitado, claro).

A revista é uma piada para nós, brasileiros: simplesmente não há. Para dizer que não há, olharam dentro da minha sacola da Hard Rock com uma camiseta dentro e mais nada.

E isso para que, já que se vende merchandising de vidro (copos, canecas), whiskey no copo… aliás, comida e bebida são fartas e com fila organizada: há hot dog, pizza, pipoca… tem de tudo por aqui.

A arena lembra um pouco a fatídica Arena HSBC, do Rio, ainda que o local seja bem mais velho e me parece que maior. O nome do local foi alterado por um naming right privado, mas todos o chamam ainda de Palacio de Deportes. Há 4 telões, dois frontais laterais e dois atrás, também nas laterais. Por enquanto, apenas os frontais estão ligados. Na PA, nada de interessante.

Dado o padrão, assim como se vê nos EUA, o público não chega cedo: faltam menos de 40 minutos e eu diria que a arena está com 15 a 20% de lotação, no máximo. Mas eu que comprei ingresso recentemente vi que se não for um sold out, será algo perto disso. Como ponto de melhoria, faltou o Wi-Fi…

A expectativa vai aumentando. As 20h30 é esperada uma banda de abertura, que sinceramente espero que seja coisa rápida. O som da abertura está alto e equalizado (pudera, metade do que vejo é consigo ler é Bose), já a banda de abertura mesmo, que não se anunciou, faz um som “vamos dar uma força”. É uma banda independente e agradeceu ao Sir pela oportunidade “beyond dreams”.

[ ] ‘ s,

Eduardo.



Categories: Agenda do Patrãozinho, Artistas, Cada show é um show...

3 replies

  1. Eduardo, bom show por aí !
    Aqui nesta primeira parte da resenha, preciso parabenizar pelas fotos, bem legais, e realmente o venue lembro o lamentável HSBC Arena do Rio de Janeiro. Espero que o desenrolar desta aventura seja bem diferente daquela que vivemos aqui em terras cariocas.

    Alexandre

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: