Iron Maiden -> nova coletânea “From Fear to Eternity: The Best of 1990-2010” ; gravação dos shows da The Final Frontier Tour na Argentina e Chile

Pois é, galera… enquanto o Iron Maiden está em tour, a EMI aproveita para colocar no mercado uma NOVA coletânea, desta vez contemplando os últimos 20 anos da banda.

“From Fear To Eternity” é uma referência / trocadilho do Fear of the Dark com a música From Here to Eternity, do próprio disco Fear of the Dark . Batendo rapidamente os olhos, a capa também traz detalhes dos discos Fear of the Dark, Brave New World e A Matter of Life and Death…

O novo caça-níquel da banda será lançado como um CD duplo, trazendo 23 músicas entre os álbuns (fraco) No Prayer for the Dying (1990) e (ótimo) The Final Frontier (2010).  Ainda, segundo o site oficial da banda, o disco será vendido pelo preço de um CD simples. A compilação também terá uma edição limitada em Picture Vinil triplo e é a sequência natural da Somewhere Back in Time, lançada em junho de 2008, que traz o que podemos chamar de “golden years” da banda…

Vamos ao material:

Disco 1:
1. The Wicker Man 4.36
2. Holy Smoke 3.49
3. El Dorado 6:49
4. Paschendale 8.28
5. Different World 4.19
6. Man on the Edge (Live) 4.40
7. The Reincarnation of Benjamin Breeg 7.22
8. Blood Brothers 7.14
9. Rainmaker 3.49
10. Sign of the Cross (Live) 10.49
11. Brave New World 6.19
12. Fear of the Dark (Live) 7.41

Disco 2:
1. Be Quick or Be Dead 3.24
2. Tailgunner 4.15
3. No More Lies 7.22
4. Coming Home 5.52
5. The Clansman (Live) 9.06
6. For the Greater Good of God 9.25
7. These Colours Don’t Run 6.52
8. Bring Your Daughter … To the Slaughter 4.44
9. Afraid to Shoot Strangers 6.57
10. Dance of Death 8.36
11. When the Wild Wind Blows 11.02

Obs.: não foram divulgadas informações sobre as versões ao-vivo das músicas, então, a princípio, não seria de nenhuma versão já não lançada oficialmente pela banda – o que faz, na opinião minha de fã, o material ficar ainda menos interessante.

A coletânea, sem dúvida alguma, veio em “hora oportuna” e é destinada basicamente aos novos fãs da banda. Nota-se que é tudo planejado, um reloginho britânico: a coletânea e a tour anteriores focadas nos anos 80 e, agora, uma nova coletânea e tour focadas nas músicas mais novas da banda. Sim, amigos, o nome disso é organização, timing exato e money… MONEY!

O disco tem data de lançamento para 23/maio/2011. No Brasil, (novamente) a Saraiva deverá fazer a pré-venda – esta informação “sumiu” do site da banda (???).

Além disso, na mesma nota do Rod, foi dada a dica de onde será gravado o futuro lançamento do material ao-vivo desta tour, inclusive com expectativa de data, vejam:

Now we’re on our way to Mexico and South America, where we’ll be filming the shows in Argentina and Chile for a DVD release later this year. More details to follow about that soon.

Mais uma vez, o Maiden dá uma demonstração de como realmente considera a América do Sul, hoje em dia, como provavelmente a região mais importante para eles.

Boas compras! Ou não…

[ ] ‘ s,

Eduardo.



Categorias:Agenda do Patrãozinho, Cada show é um show..., Curiosidades, Discografias, Iron Maiden

16 respostas

  1. Nçao gostei desse Eddie não…Ta parecendo o Grinch.

    Depois volto pra comentar o track list.

    Curtir

  2. não acho q o lançamento de uma coletânea das músicas “novas” seja caça-níquel…

    toda banda lança coletaneas, pq o iron não poderia??

    ainda mais elas não sendo dos anos dourados da banda..

    não digo q vou comprar, mas eles estão em seu direito de lançar uma coletanea com o material dos u´ltimos discos..

    Curtir

    • Olá, Fernando. Seu ponto sobre não ser o período de “maior inspiração”, ou o chamado “golden years” da banda é muito coerente. E claro que compra quem quiser, você foi perfeito. Na verdade, o Iron está tão absoluto, tão maduro, que pode fazer “quase tudo”.

      O ponto específico sobre “caça-níquel” foi o timing da coisa toda… eles estão no meio da tour e eu acho que seria muito mais interessante se, por exemplo, essa coletânea saísse com alguma versão ao-vivo JÁ dessa tour, entende? Por exemplo, Coming Home, que é nova e foi single do The Final Frontier, só que agora “Live in Moscou”. Acho que agregaria mais valor para os fãs.

      Sobre a compra, eu vou comprar, afinal, sou colecionador dos caras. Mas por ser colecionador…

      [ ] ‘ s,

      Eduardo.

      Curtir

  3. Maiden X EMI, EMI X Maiden, isso é que chamo de parceria perfeita!
    Quanto aos niqueis, acho que os novos fãs estão loucos para investir, precisam de material que justifique o ser fã e nada melhor que uma coletânea!
    Lógico, vou comprar, tenho que deixar para os meus netos uma boa herança.

    Curtir

  4. Tenho uma aposta sobre estas versões live: Elas são live por terem o Bruce Dickinson cantando e se todos repararem bem, se realmente isso for verdade, não haverá qualquer música cantada pelo Blaze na coletânea…Será ?

    Alexandre Bside

    Curtir

    • Alexandre, será que alguém duvida disso? se alguma pessoa apostar, já pode se consciderar vitorioso pois o Blazer ñ faz parte desse plano!

      Curtir

    • B-Side, também aposto nisso. Ótima observação, como de costume.

      Aí temos:

      – Man on the Edge – seria a versão que ficou imortalizada em bootlegs da vida logo que o Bruce / Adrian retornaram – aquela de Milão de 1999? Para mim, é a melhor que já ouvi.

      – Sign of the Cross – espero que não seja novamente a versão do Rock in Rio 2001.

      – Fear of the Dark – veremos…

      – The Clasman – novamente: espero que não seja novamente a versão do Rock in Rio 2001.

      A esperança por versões não lançadas ainda dessas ao-vivo é puramente para tentar agradar tanto aos novos fãs quanto aos antigos, que seriam agraciados com versões ainda não lançadas oficialmente…

      [ ] ‘ s,

      Eduardo.

      Curtir

  5. Não é exatamente caça-niquel, por exemplo é interessante o lançamento das duas coletaneas tanto a somewhere in time quanto essa
    Eu que comecei a ouvir Iron Maiden de um tempo desses pra ca é basta legal pois é muito dificil achar os cds para comprar então uma coletanea desse tipo é legal, como vem dizendo no encarte essas coletaneas são para os novos fãs!! Mas para quem ja tem os outros cds realmente não acrescenta nada.
    Agora é triste ver q não vai ter o Blaze nessas coletanea como tbm nao teve o Paul na Somewhere in Time.

    Curtir

  6. Resumindo (sou mt fa dos caras) acho que deveriam fazer uma coletania, regravando as musicas (nd de versoes ao vivo) ja conhecidas, pois pra mim, essa formaçao é a melhor do maiden, as musicas, q ja eram boas antes, tocadas por essa formaçao seria o bixo…

    (quem foi ao show no RJ e prestou atençao, notou q 2 minutes to midnight por exemplo, nao saiu igualzinho a gravaçao original nao)…. entre outras

    Curtir

  7. Pessoal, o lançamento da coletânea “From Fear to Eternity: The Best of 1990-2010” foi adiado para 06/junho/2011: http://ironmaidenflight666.blogspot.com/2011/05/from-fear-to-eternity-nova-data-de.html

    [ ] ‘ s,

    Eduardo.

    Curtir

  8. [ ] ‘ s,

    Eduardo.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: