Maiden England North American Tour 2012: mais uma série histórica de shows

Galera,

depois dos sucessos da Somewhere Back In Time Tour, relembrando a época do Somewhere In Time, e da The Final Frontier Tour, do último álbum de estúdio da banda, começa amanhã, dia 21/junho/2012, na cidade de Charlote, EUA, a Maiden England North American Tour 2012.

Já falamos dela nos nossos dois últimos podcasts (fevereiro e maio) e agora a banda acaba de liberar o vídeo oficial para apresentar um pouco do que a América do Norte poderá conferir:

Apesar do vídeo não trazer nenhuma “novidade”, foi muito legal conferir a banda “manuseando” este sagrado material em ensaio, não? Que época!

Como também foi comentado nos podcasts, o Minuto HM estará presente em 3 datas californianas desta tour no mês de agosto (dia 04, em Sacramento, e dias 09 / 10, em Irvine). No retorno, espero poder trazer minhas impressões e emoções a todos por aqui (enquanto aguardamos também as confirmações por datas em nosso país, provavelmente em 2013).

Enquanto isso, é hora de babarmos esperando…

Fica a dúvida: será que a banda tocará Fear Of The Dark músicas depois do Seventh Son Of A Seventh Son? Minha aposta: sim.

Veremos…

[ ] ‘ s,

Eduardo.



Categories: Agenda do Patrãozinho, Curiosidades, Instrumentos, Iron Maiden, Músicas, Setlists

53 replies

  1. EITA! Assistindo o vídeo pela segunda vez, o Murray, ali no 1:18, mostra o setlist e dá para ler várias, inclusive “Fear Of The Dark”…

    Juro que quando vi pela primeira vez, não tinha reparado… bom, é isso – como esperado…

    Enfim – um desperdício, mas não tem jeito, né?

    [ ] ‘ s,

    Eduardo.

    Like

  2. Eduardo, não dá pra ler Fear of the Dark, aliás não dá pra ler nada !!!! Não é possível que você tenha lido alguma linha daquele papel na mão de Dave Murray. Como pode ter lido alguma coisa e não ter ouvido a respiração de Bruce em Revelations!?!?!?!? Fala a verdade, o Bruce te contou , e você trouxe para nós em primeira mão, deve ser isso…
    Mas vamos ao que interessa :O vídeo é sensacional, a bateria é linda, ver as guitarras enfileiradas dá arrepios.. Vai ser algo histórico, que bom você estar lá …
    E em que forma impressionante está o Dickinson, um menino de cabelos grisalhos… Na minha opinão, o melhor vocalista em atividade, disparado..
    Não deixe de nos trazer os próximos capítulos dessa bela tour !

    Alexandre

    Like

    • B-Side, acabamos falando ao telefone hoje (ontem), mas o esquema é ver o vídeo em HD, full screen e ser preciso na “pausa”. Se possível, um zoom na tela também ajuda… hehehehe…

      A respiração do Bruce ainda existe? O cara já nem respira mais ali de tanto que já falamos, hahahaha…

      Agora, é isso… que vídeo legal, não? Tirando o lado promocional da coisa, muito bom ver a banda prontinha para cair na estrada de novo, e com uma tour histórica como esta. E sim, linda bateria, guitarras, tudo…

      E sobre o Bruce, você foi preciso, como sempre: um garotão! Que bom, que bom…

      Que o Maiden continue nos encantando por muitos e muitos anos ainda. Esta tour promete!

      [ ] ‘ s,

      Eduardo.

      Like

  3. Mal posso esperar pela cobertura dessa tour por aqui 😀

    Like

  4. Galera, o setlist do primeiro show da tour em Charlotte, NC, USA.

    O widget abaixo será atualizado em tempo real, já que o show está começando neste exato momento. Para conferir as atualizações, basta atualizar (dar refresh):

    Iron Maiden Setlist Verizon Wireless Amphitheatre, Charlotte, NC, USA, Maiden England - North American Tour 2012

    [ ] ‘ s,

    Eduardo.

    Like

  5. Entrei no site Setlist.fm e eu li Alexander the Great ….!!!!!!!! É isso mesmo ?!!!!!! Digam-me que eu não estou errado…alguém diga que o site não se enganou….

    Alexandre Bside

    Like

  6. Ao que parece , vamos ter algo inédito, desde 82 : Uma tour sem Hallowed be thy name … Será ?

    Alexandre

    Like

  7. Eu li o set list, que está seguindo rigorosamente o que vem sendo apresentado até agora . Quer saber ?

    Like

  8. Enfim vi o vídeo aí de cima… de arrepiar o trechinho de 7th Son! E que bateria linda!!!! Bruce bem velhinho mas com todo pique, saltitando hehehe
    E Steve convocando os fãs para a tour no fim do vídeo, emocionante demais!

    Like

  9. Blz, posso estar errado também , quem sabe ?

    Alexandre

    Like

  10. Iron Maiden, teoricamente, fecha o show… vamos continuar acompanhando..

    Alexandre

    Like

  11. O show terminou com Running Free e realmente eles deixaram de tocar Hallowed be thy name , depois de 30 anos . Depois dessa fantástica cobertura, e um set list bem recheado de ótimas canções ficaram pra mim dois questionamentos :,

    1) Bem observado pela Suellen, por que não trocar Fear of the Dark por Afraid to shoot strangers ? Deixaria espaço para músicas como Infinite Dreams .
    2) Não faz sentido deixar Fear of the Dark ( novamente…) e não tocar Hallowed be the Name. Deve ser por isso que chove no Rio de Janeiro sem parar essa noite … Não é algo normal….

    Os pontos positivos além do quase perfeito set-list: O incrível palco , pelas fotos já temos uma idéia de que é algo grandioso mesmo. A execução de Aces High no encore, como será que Bruce encarou essa ? De qualquer forma, mais uma prova que o cara é o cara hoje em dia.

    Boa noite à todos !

    Alexandre

    Like

    • Sera que Infinite Dreams não rolou por conta de alguma dificuldade do Bruce? Realmente não da pra entender a ausência dessa obra prima! Vou chorar 😦

      Gosto muito de Afraid. Foi a maior surpresa para mim neste set. Adorei.

      Like

      • Não creio que tenha sido por isso, Su… é uma música que poderia entrar no começo do set, para ajudá-lo, assim como o Maiden “moveu” The Talisman do fim para o início na tour agora conhecida como “passada”. Claro que as músicas têm graus de dificuldade distintos, mas acho que o exemplo é válido mesmo assim…

        Uma pena… a hora dela entrar em um set era esta, não?

        [ ] ‘ s,

        Eduardo.

        Like

  12. Hallowed ficou de fora mesmo… Quem diria?

    Mas pra mim a maior falta mesmo foi Infinite Dreams. Uma das minhas preferidas e a que mais esperava neste set assim que anunciaram esta Maiden England!

    Adoro Hallowed Be Thy Name mas não me entristece muito sua ausência mesmo nunca tendo ficado de fora desde 1982. Já vi em todos os shows do Iron que já fui. Aceitaria numa boa que ela cedesse lugar para algo mais inédito e raro. Assim se o mesmo acontecesse com The Number e The Trooper.
    Fear Of The Dark, nem preciso falar, né… dispensável.

    De resto, fiquei muito feliz por Phantom, Afraid e Aces High. As maiores surpresas da noite.

    Será que o Iron ainda vai mexer neste set e acrescentar Infinite Dreams? Posso sonhar? Não, né… hehehe

    Like

  13. Bom, tentando também não ser (muito) repetitivo com os excelentes comentários do B-Side e da Suellen trazidos mais acima, deixa eu falar primeiramente das coisas boas:

    – Primeiramente, as esperadas 7th Son e The Prisoner, músicas não executadas pela banda há MUITOS anos (a primeira, desde 12/dez/1988 e a segunda, desde 21/set/1991)! Esperadas, mas demais parar para pensar que o Maiden está tocando isso…

    – Depois, a maior surpresa da noite, pelo menos para mim, que foi a inclusão de Afraid To Shoot Strangers. Não apostava e creio que ninguém apostada também! Essa música parou de ser tocada ao-vivo na tour do Virtual XI, ainda com Blaze na banda, e sua última execução ao-vivo foi no Monsters Of Rock em Buenos Aires, na data de 12/dez/1998 – ou seja, quando a tour acabou e poucos dias depois da passagem da banda por nossas terras neste mesmo dez/1998 (dia 02 no Rio, dia 05 em SP e no dia 06 em Curitiba). É sim uma surpresa agradável, gosto da música.

    – A alegria de poder ter Aces High novamente em um set da banda, e muito bem posicionada, desta vez para dar todo o clima do encore. Isso sim é um encore, essa sim é a música certa. Pensei que nunca mais veria Aces High na vida. Como é bom estar errado!

    – Phantom Of The Opera, Moonchild e Wasted Years, que legal… e para esta última, vale o mesmo comentário que fiz para Aces High… viva o Adrian Smith!

    Agora vamos os pontos aos quais particularmente eu não achei tão legais:

    – O Maiden, um “reloginho”, manteve o número “mágico” que acharam de 16 músicas na noite. A inclusão de Afraid To Shoot Strangers teria, claro, um trade off. E, como pode ser visto no set, ele foi MUITO caro, não? A banda não tocou músicas como Still Life (!!!), Killers e Infinite Dreams (!!!!!)…

    – Falando nestas duas não tocadas, a banda preferiu a manutenção de músicas que realmente não saem do set, como The Trooper, 666 e… e… sim, gente, a música que todos conhecem, que todos ficam “loucos”, que os pais acompanhantes cantam… a dispensável neste set, a perdida, a deslocada e a repetitiva Fear Of The Dark. Eu gosto da música, mas não era a hora dela dar lugar? Não era e tenho certeza: nunca será! Aqui tem dinheiro em jogo também…

    – Será que tenho tanta certeza assim? Eu tinha esta mesma certeza sobre o hino do heavy metal para mim, a que não podia ser mexida, a que é sagrada, a que eu boto a mão no peito sempre que escuto: COMO A BANDA TEVE CORAGEM DE TIRAR HALLOWED BE THY NAME DO SETLIST? Será que Running Free, já tocada na The Final Frontier Tour, não poderia ter feito ela ficar? Sério: tudo bem que a banda sempre tocou a música e todos os shows desde que ela foi lançada a tiveram. E DAÍ? NÃO PODE MEXER NISSO, PÔ. Se for assim, Iron Maiden pode sair também? Também não pode. Fim de papo para mim. Não gostei, não aprovo e custo a acreditar até agora nisso. De novo: achava que Hallowed Be Thy Name era “tombada” e me decepcionei. A banda está cansada de tocá-la? Murray adora a música, disse que nunca parariam de tocá-la enquanto existisse o Iron Maiden (tocar SEMPRE, sem falhas). Nicko já disse que até sairia da banda o dia que parassem. Enfim, não gostei mesmo!!!!!!!

    De qualquer forma, vamos lá… nunca haverá 100% de felicidade para NENHUM dos lados: fãs, banda, management, ninguém… este set é uma verdadeira coletânea, um mega Best Of, uma coisa maravilhosa. Como disco extra, recomendaria ainda Infinite Dreams e Hallowed Be Thy Name para esta coletânea, hehehe… 🙂

    Em tempo: UP THE IRONS!

    [ ] ‘ s,

    Eduardo.

    Like

    • Du, excelente seu comentário, como sempre. Vou deixar para os demais os pedidos para uma discografia.

      Concordo com quase 100% com tudo o que você falou exceto esta parte:
      “Se for assim, Iron Maiden pode sair também? Também não pode.”

      Minha resposta: pode sim! Conforme falei no comentário anterior, não me importo em trocar estas músicas “intocáveis” por coisas mais raras que ficaram de fora. Nem mencionarei Infinite Dreams porque acho que esta será unanimade como a ausência mais sentida por todos, mas também ficaram de fora Die With Your Boots On, Still Life e Heaven Can Wait. E até mesmo a inédita e até especulada Alexander The Great

      De resto, concordo com tudo, especialmente a parte Fear of the dark. Certamente que rola uma pre$$ão pela sua manutenção no set. É a música que os fãs mais novos mais se identificam. E numa tour como essa, baseada na velharia, é preciso ter este link com a galera nova.

      Em tempo: Come On You Irons!
      (Iron Maiden, era moderna hehehe)

      Like

      • Su, obrigado como sempre pelas palavras. Legal que este comentário esteja repercutindo bem, inclusive em destaque no Whiplash no dia de hoje. No meu comentário, faltou citar sobre OUTRAS músicas que rolaram na tour original dos anos 80, mas você bem complementou.

        Olha, eu mantenho minha opinião com relação a Hallowed Be Thy Name. Fico imaginando se fosse meu primeiro show da banda, sabe? E é por isso (também) que músicas como Fear Of The Dark, 666 e The Trooper estão sempre presentes também. Eu acho Hallowed a base do Iron Maiden, é o exemplo que uso da sonoridade da banda, é a música que identifica a banda para mim, é a música que EU citaria se tivesse que escolher apenas UMA e sempre esteve presente no set. Como sabemos, o Maiden é uma banda bem tradicional e recebi com surpresa essa saída.

        Tudo bem, para mim, não vê-la. Mas se ela fosse trocada por outra de GRANDÍSSIMO nível, como estas que você citou.

        E esse raciocínio vale também para a tripla Iron Maiden, do Iron Maiden (do Iron Maiden). Não pode sair. É o momento que identifica a banda novamente, faz parte do todo. Eu acho que todas as bandas tem uma “base” tocada ao-vivo.

        Imagina ir a um show do Paul McCartney sem ele tocar Live And Let Die? Ou a um show do MetallicA sem One? Sei lá, essa é minha opinião – para mim, sendo “egoísta”, CLARO que quero ver músicas “novas”, mas não tirando justo Hallowed, hehehehe…

        Resumo do bla-bla-bla: sou a favor de não mexer onde é sagrado!

        [ ] ‘ s,

        Eduardo.

        Like

    • Dica para nossos comentários publicada em destaque no Whiplash:

      [ ] ‘ s,

      Eduardo.

      Like

    • Comentários também publicados no blog dos amigos do IMB:

      [ ] ‘ s,

      Eduardo.

      Like

  14. Muito legal – Eddie is back!

    [ ] ‘ s,

    Eduardo.

    Like

  15. [ ] ‘ s,

    Eduardo.

    Like

  16. Abaixo um novo vídeo da tour que vale MUITO a pena ser conferido:

    E, no link abaixo, a página de vídeos da banda no Facebook:

    https://www.facebook.com/media/set/?set=vb.172685102050&type=2

    [ ] ‘ s,

    Eduardo.

    Like

  17. Vídeo sensacional , o palco é o melhor que vi do Iron Maiden, a iluminação é fantástica, é dificil acreditar que eles apenas vão usar tudo isso nos EUA e não trazer nada para outras localidades ( Nem preciso dizer onde gostaria que isso acontecesse…) .
    Algo bastante inusitado é também a utilização de uma Gibson Flying V por Dave Murray.
    Após a também improvável utilização de uma Les Paul durante várias canções na tour anterior, do álbum The FInal Frontier , Dave resolveu inovar mais uma vez .
    Ao que parece , o uso é apenas de Wasted Years , que ele não sola . Me lembra muito o Metallica do início de carreira, mais especificamente o Kirk.
    Segue o vídeo :

    Detalhe também para um solo diferente de Adrian Smith, bem bacana também !

    Alexandre

    Like

    • B-Side, “muitas horas nessa calma”, hehehehe… sou capaz de apostar meu rim direito (que não é lá uma beleza, mas ainda assim, é um rim, hehehe) que a banda nos brindará com mais esta mágica tour ano que vem…

      E digo mais: não é nenhuma loucura esperá-los por uma tour ainda no primeiro semestre por várias cidades (menos Rio) e depois um triunfal e exclusivo retorno para o Rock in Rio 2013.

      Agora, o palco é realmente sensacional. Não vejo a hora de conferir, hehehe. Espero poder trazer algumas fotos, mesmo que provavelmente de celular, por aqui.

      Já sobre a guitarra de Dave, eu já tinha visto, mas confesso que fiquei receoso de comentar pois não sou especialista em instrumentos e fiquei com medo de falar alguma asneira. Realmente, uma surpresa, não? O que será que deu nele?

      Obs.: mas estou achando legal, hehehe.

      [ ] ‘ s,

      Eduardo.

      Like

  18. “Reloginho Iron Maiden” ataca novamente – assim como fez com o relançamento do Live After Death, agora estamos revivendo a fase do 7th Son…

    [ ] ‘ s,

    Eduardo.

    Like

  19. Já temos a Data do DVD agora só falta a Data dos Shows .

    Like

  20. Conforme vai chegando a hora deles passarem pelo Brasil, este vídeo é MANDATÓRIO. Curtam os lugares especialmente… ah… e, como já fiz “Minuto Caras” com o cabelo do Murray curto, e esse cabelo do Bruce agora? Cada uma…

    [ ] ‘ s,

    Eduardo.

    Like

Trackbacks

  1. British Lion, o primeiro disco solo de Steve Harris (sim, esse Harris mesmo) « Minuto HM
  2. Cobertura Minuto HM – Iron Maiden em Sacramento (EUA) – parte 1 « Minuto HM
  3. Cobertura Minuto HM – Iron Maiden em Irvine (EUA – show 1) – parte 1 « Minuto HM
  4. Cobertura Minuto HM – Iron Maiden em Irvine, Califórnia, EUA – 10/agosto/2012 – resenha « Minuto HM

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: