‘Walking On The Wild Side’… Lou Reed, 71, faleceu

Esta foi a primeira notícia que apareceu cerca de 2 horas atrás na internet. Como de costume, houve uma enorme propagação da notícia, inclusive aqui no Brasil. Resolvemos esperar um pouco:

Mas a espera foi curta. A notícia foi confirmada pelo agente do músico multi-instrumentista:

Lewis Allan “Lou” Reed, de New York, nasceu em 02/março/1942 e, como sabemos, se destacou à frente do The Velvet Underground, além de sua longa carreira solo, iniciada quando ele tinha 30 anos de idade. Apesar de não ter sido sua última colaboração, sua última participação mais marcante foi no álbum Lulu, com o MetallicA.

Lou Reed_Metallica3_Hetfield

Hetfield e Lou Reed

Apesar da causa da morte ainda não ter sido oficialmente divulgada, sabe-se que ele vinha sofrendo bastante desde o transplante de fígado realizado em maio de 2013.

O legado do artista é importante para a história do rock, goste-se ou não de se estilo. Creio que há muitas coisas interessantes que foram feitas, assim como materiais bem menos, digamos, “acessíveis”. De qualquer forma, vale, mais uma vez, trazer aquela minha máxima: devemos aproveitar o máximo possível nossos ídolos, enquanto ainda é tempo…

Lou Reed

R.i.P., Lou Reed.

[ ] ‘ s,

Eduardo.



Categories: Artistas, Off-topic / Misc

11 replies

  1. … e infelizmente não temos nada para “curtir” com esta notícia.

    Normalmente este tipo de anúncio acontece muito (sabe-se lá o porquê) entre os primeiros meses de um ano novo.

    Lou Reed é uma referência musical respeitada. Nós do MHM temos nossa opinião sobre o trabaho do artista, mas sinceramente, isso é o que menos importa neste momento.

    Herois do rock são herois do rock e eles estão cada dia mais raros.

    Like

    • Daniel, o “curtir” fica para o respeito ao artista, mesmo. Você tem razão, tenho essa sua sensação de que estas coisas acontecem mais no primeiro semestre dos anos mesmo, talvez caiba um dia uma pesquisa… meio mórbida, mas…

      E perfeito o final do comentário: opiniões e gosto a parte, fica o legado, a importância e o reconhecimento a um artista que tanto procurou trazer diferentes elementos, além da música. Um nova-iorquino rico culturalmente e que deixa um importante legado para uma legião estável de fãs.

      [ ] ‘ s,

      Eduardo.

      Like

  2. Que descanse em paz, ele teve bastante reconhecimento no mundo musical. Não era fã, tinha lá minhas reservas, mas isso fica irrelevante agora . Fica a obra, que influencie bons músicos para sempre!

    Alexandre Bside

    Like

    • Exato, B-Side. Diferente do que você comenta, muitas vezes a má impressão recente de algo (caso do Lulu) faz com que as pessoas “misturem” as coisas, por isso seu comentário é importante, e o termo usado, “irrelevante”, é fundamental neste momento de respeito.

      [ ] ‘ s,

      Eduardo.

      Like

  3. Realmente, nunca “entendi”, nem fiz muita força para isso, o Lou Reed / Velvet Underground… Mas não podemos negar sua importância, ao lado de Brian Eno, Iggy Pop, David Bowie, Andy Warhol e outros na criação e desenvolvimento da chamada “pop-art”… Então, talvez seja ele um dos responsáveis pelo declínio do Prog que eu tanto adoro?

    De toda forma, foi um músico muito ativo e influente durante toda sua carreira, gravando até com o MetallicA (ouvi alguns segundos de cada faixa, entendi que deveria emergir naquele mundo e guardei para um outro dia qualquer… então, talvez tenha chegado o momento, ainda mais com a excelente resenha do Eduardo e Suellen qua acabo de passar os olhos…)

    De toda a forma, preencheu seu lugar na história da música moderna e merece muito respeito. É triste ver que o inevitável está cada vez mais iminente para nossos “mentores”…

    Like

    • Abilio, o Lulu realmente é polêmico e confesso que, do blog inteiro, eu que ainda consegui “enxergar” alguns méritos na “proposta”. Talvez seja algo para um dia que você estiver com paciência e inspirado, dar uma conferida…

      Enquanto isso, é momento para refletirmos a importância de mais um músico deste gabarito nos deixar x quanto estamos aproveitando. Eu toco nesta tecla insistentemente, mas é o que mais me preocupa mesmo…

      [ ] ‘ s,

      Eduardo.

      Like

  4. É mais uma lenda se vai… Não consegui muita sintonia com o trabalho artistico de Lou Reed, não gostei do Lulu, num geral é uma música aqui, outra ali que aprecio e a presença na composição do controverso mas por mim adorado The Elder (Kiss). Sei que houve participação nas letras do disco e talvez mais alguma coisa. Seja como for, é mais uma perda no meio musical a lamentar, que seu legado continue a influenciar os que estão por aqui e que seja feliz no outro plano…
    Flavio

    Like

  5. Coisas que acontecem nestes momentos – aos interessados: iTunes Store brasileira faz tributo a Lou Reed: http://macmagazine.com.br/goto/iTunes_Store/415753/2

    [ ] ‘ s,

    Eduardo.

    Like

  6. [ ] ‘ s,

    Eduardo.

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: