Cobertura Minuto HM – Monsters Of Rock 2015 – dia 1 – Live Blogging (Ozzy Osbourne e Judas Priest)

Fala, galera! Ainda é manhã em um sábado, ou melhor, a primeira das duas manhãs em um final de semana onde grandes lendas da história do heavy metal estão caminhando entre nós.

Ingresso_MonstersOfRock2015_25abril

É realmente SURREAL olhar a quantidade de ótimos nomes que quem estiver presente no Anhembi terá o privilégio de conferir. Às vezes olho o lineup e é difícil crer que serão todas as bandas realmente reunidas, e não um lineup de um barzinho que terá bandas covers…

MonstersOfRock2015_lineup completo

Dado que o lugar do festival não é nem de perto dos melhores – o estacionamento do Anhembi que, no mundo “gourmetizado” de hoje em dia ganhou a alcunha de “Arena” (???) Anhembi, espera-se minimamente uma boa organização geral dentro e fora (entrada / saída). E por falar em saída: tem tudo para ser caótica em ambos os dias, especialmente amanhã, já que a maior cidade da América do Sul não possui um sistema de transporte mínimo para o dia-a-dia e nem para eventos – é cada um por si e vire-se para voltar para casa. E a organização em um festival como estes passa principalmente pelo cumprimento de horários, para que não tenhamos novamente o problema de 2013.

Para hoje, são eles, segundo o site oficial:

25/04/2015 – Sábado

  • 10h00 – (Portas)
  • 12h00 – De La Tierra
  • 13h05 – Primal Fear
  • 14h20 – Coal Chamber
  • 15h50 – Rival Sons
  • 17h20 – Black Veil Brides
  • 18h50 – Motörhead
  • 20h40 – Judas Priest
  • 22h30 – Ozzy Osbourne

Que a organização seja da qualidade deste lineup…

A proposta por aqui é a seguinte:

Para este primeiro dia, a ideia é conferir do ótimo Rival Sons para frente. E, amanhã, chegar ainda mais cedo: da satírica Metal Shop / Metal Skool Steel Panther em diante. Assim, para quem estiver conferindo este post no próprio dia: atualize-o periodicamente!

Sobre a única banda que tocará nos 2 dias: o Judas Priest está como “very special guest” e, ao que parece, trará o mesmo setlist tanto no sábado quanto no domingo – a tour é calcada no último de estúdio, o Reedemer of Souls, que foi uma lição de casa no nosso último podcast.

Para deixar este post com cara de “live” mesmo, já deixarei abaixo os blocos para cada assunto e procurarei, dentro do possível, ir escrevendo mais durante a tarde e a noite de hoje. Para o segundo dia do festival, teremos um novo post, mantendo-se o mesmo esquema.

Ainda há ingressos disponíveis HOJE, no portão 21 do Anhembi. É, com tantos shows e a situação econômica do país novamente ladeira abaixo, a gente vê como realmente nem com um cast há garantias de sold out

__________________________________________

PRÉ-SHOW:

Banner na estação Praça da Árvore do metrô:

Minha irmã e eu chegamos às 15h00 nos deparamos com uma fila um pouco depois da Praça Santos Dummont. Isso significa que o portão 19 está bem longe e que agora, 16h55, já deve estar rolando ou para começar o Rival Sons. Na verdade, agora que começamos a conseguir ouvir o que sai do palco, mas mal dá para reconhecer ainda.

Por se trate de um show sem divisões de pistas, mais uma vez dá para entender que não há um cuidado da organização para se facilitar a logística de entrada – mal havia UM representante ao longo da fila. Mesmo com 1 hora praticamente  de antecedência e 5 horas depois do horário de abertura das portas, estamos nessa situação.

Ficou claro queimavam que o público que veio para o Rival Sons vai perder o show.

A fila não anda de forma uniforme, e isso mostra que realmente  as coisas não estão do jeito que deveriam estar.

Bom, errado sou eu em não ter vindo antes para garantir. Nada disso é novidade. Contei com o ovo antes da galinha.

 

Do lado de dentro, há muitas opções de alimentação e muitas “atividades”. Realmente  tem de tudo para comer e beber e uma galeria com lojas de roupas e quinquilharias das mais variadas.

Painel do Festival

Painel do Festival

__________________________________________

DE LA TIERRA:

De La Tierra Setlist Monsters of Rock Brazil 2015 2015

__________________________________________

PRIMAL FEAR:

Esse show marcou a estreia do Aquiles Priester à frente das baquetas na banda.

Primal Fear Setlist Monsters of Rock Brazil 2015 2015

__________________________________________

COAL CHAMBER:

Coal Chamber Setlist Monsters of Rock Brazil 2015 2015, Coal Chamber Headlining Tour

__________________________________________

RIVAL SONS:

MonstersOfRock2015_dia1_01

Rival Sons Setlist Monsters of Rock Brazil 2015 2015

__________________________________________

BLACK VEIL BRIDES:

Os shows estão com pontualidade bem aceitável, sendo que este começou pouco depois do previsto.

Não conhecia nada da banda e, após ver um pouco, deu para perceber que quero continuar não sabendo muito mesmo.

Black Veil Brides Setlist Monsters of Rock Brazil 2015 2015, Black Mass Tour

__________________________________________

MOTÖRHEAD:

URGENTE: o show da banda acaba de ser cancelado. Motivo: Lemmy doente, problemas gástricos e com febre. No lugar, os 2 da banda e o Sepultura farão uma jam. 

O comunicado foi feito às 18h45. Ninguém sabia como seria o show dada a atual situação de Lemmy.

Pelo jeito, quem viu, viu…

MonstersOfRock2015_dia1_03

Motörhead Setlist Monsters of Rock Brazil 2015 2015, Aftershock Tour

__________________________________________

JUDAS PRIEST:

Depois de anunciado que o show do Motörhead não aconteceria, o porta-voz voltou ao palco dizendo que o Judas faria um set maior, coisa que não aconteceu, apesar do show ter iniciado 10 minutos antes do previsto.

 

Judas Priest Setlist Monsters of Rock Brazil 2015 2015, Redeemer of Souls

__________________________________________

OZZY OSBOURNE:

Show começou exatamente no horário. Dada a crise hídrica em São Paulo, suponho eu, Ozzy substituiu os famosos baldes de água por uma mangueira que jogava uma espuma na galera da frente. Fez isso em duas oportunidades: uma no início, outra mais para o final do show.

Ozzy Osbourne Setlist Monsters of Rock Brazil 2015 2015, 2015 Tour

__________________________________________

COMENTÁRIOS FINAIS DO DIA:

Mais uma vez, uma lástima para quem sai do Anhembi. Apenas dois portões saindo, ambos localizados no mesmo local, e aquele sacrifício para poder chegar ao metrô a tempo para quem optou por este meio até a 1h00 da manhã. Agora, no domingo, não há metrô depois da meia noite e não dará tempo para quem quiser ficar até o final do show do Kiss.

__________________________________________

[ ] ‘ s,

Eduardo.



Categories: Agenda do Patrãozinho, Artistas, Black Sabbath, Cada show é um show..., Covers / Tributos, Curiosidades, Judas Priest, Músicas, Motörhead, Resenhas, Rival Sons, Sepultura, Setlists

11 replies

  1. Eduardo, Rolf, Marcus:

    Se vocês puderem, comentem sobre os shows . Quem aparecer por aqui e tiver ido ao show, gostaria que também comentasse. É um evento que vem crescendo em número de atrações e de grande porte.
    Eu realmente não queria continuar este comentário acerca do atraso para a entrada do show, que pelo jeito beirou duas horas. O certo era a organização devolver parte do valor , pois o pago serviria para assistir todos os shows. Será que eu estou falando alguma besteira tão grande ???

    Folks, por favor , comentários sobre o show,

    Cansei desta história de cobrar pela qualidade. Neste país, nunca teremos , enquanto eu estiver vivo não vejo horizonte nem em médio prazo.

    Falem dos shows , amigos, por favor.

    Alexandre

    Like

  2. Pois bem, mestre B-Side! Falemos dos shows, pois…

    Quando entramos (consegui encontrar o Eduardo na fila), estava claro que não veríamos o show completo do Rival Sons. Pegamos as últimas 3 músicas, se não me engano. O som estava muito bom. Era possível escutar todos os instrumentos. Não conhecia nada da banda, mas como muita gente aqui falou bem, fiquei curioso para conhecer. E de fato é muito bom! Sem dúvida foi um impulso para ir atrás de mais material dos caras. Um Rock N’ Roll muito bem feito, sem contar a já comentadíssima influência pesada de uma certa banda denominada Led Zeppelin…

    Em seguida veio o Black Veil Brides. Particularmente, não gostei! Não conhecia nada e nem fiquei com vontade de conhecer. Um visual esquisito… uma mistura muito louca… às vezes parece Manowar, outras vezes parece Poison… um vocal primariamente gutural… (não é minha preferência)… enfim, nada contra, mas não me agradou! Escolhemos realmente um bom momento para passear pela “Arena” Anhembi…

    Aí seria o Motörhead (nunca esqueçamos do “ö”). Seria… Nós já estávamos um tanto quanto receosos quanto a presença e a performance do líder da banda, nosso querido (não do Remote) Ian Fraser “Lemmy” Kilmister. O cara está com vários problemas de saúde e, de fato, não deu o ar da graça no Monsters of Rock 2015. Uma pena por alguns motivos e cito 2:
    1- um show do Motörhead é sempre muito divertido;
    2- a Ba, irmã do Presidente Rolim, nunca tinha visto o trio em ação, e ficamos com a dúvida se ela terá outra chance. TOMARA QUE TENHA!
    Pra “compensar” os demais integrantes da banda subiram no palco com os integrantes do Sepultura (olha o Andreas aí de novo!) e fizeram um barulho legal. Tocaram as esperadas Orgasmatron, Ace of Spades e Overkill. Alguns errinhos na letra aqui e acolá (as músicas foram cantadas por Derrick e Andreas) que nem de longe estragaram a boa vontade dos caras. Foi, no mínimo, uma bela homenagem ao Lemmy! Eu me diverti. Como disse, Motörhead é sempre divertido!

    Bom, pra compensar de novo a falta do Lemmy, o Judas faria um set-list maior. Na prática foi uma música maior que no domingo! Do show nenhuma novidade. Judas é Judas! É metal maduro, não é Rolfístico! Rob Halford se mostrou bem. Muito bem! A gente até ficou preocupado que ele não “guardasse” voz para o domingo! :)… Mas deu tudo certo! As músicas do disco novo do Judas são muito boas. E os clássicos do Judas são demais! Claro que sempre falta uma coisa ou outra pra cada um! Mas o Judas ainda entrega um grande show de Metal, ou como diria o Metal God, Judas “Priest Style Heavy Metal”… Vale aqui o registro da conversa entre o Presidente e eu na saída do show, na qual criou-se a seguinte lei: “Fica proibida a execução da canção “Metal Gods” sem a prévia execução da canção “Rapid Fire”. Sujeito à multa!

    O Ozzy subiu no palco às 22:29. Britânico, né? E aqui parafraseando o Rolfístico personagem, o Ozzy ta bem cacete! 10 anos de aplicações diárias de heroína, 20 anos de alcoolismo, uns 16 comas alcoólicos e o cara ta lá! Incrível! E pareceu até melhor do que quando eu o vi pela primeira vez, em meados (Março, se não me falha a memória) de 2008! Um show recheado de medalhões dele e muitos do Sabbath, mais do que eu esperava, na verdade. O tradicional balde de água foi substituído por uma mangueira de espuma. Uma vez que a água já mal molhava a barra da calça do segurança que fica de costas para o palco, a mangueira se mostrou uma boa solução para “atingir” as primeiras filas. 🙂
    O Madman ainda tem um pouco de lenha pra queimar…

    Podia aqui falar da bagunça que foi a saída… mas fiquemos por aqui onde interessa que são os shows!

    Abraços!

    Like

    • Marcus, ótimo o comentário , preciso e bem humorado , como sempre.

      Bom saber que o show do Ozzy foi digno, e que as músicas do Sabbath continuam estando lá.

      O Rival Sons é uma das duas boas bandas que conheci nos últimos tempos. O som é das antigas, mas a banda é nova e muito competente. Uma pena você não terem visto o show todo. E a galera, gostou também ?

      Quanto ao Lemmy, preocupa, é claro. Vamos torcer que ele consiga se recuperar plenamente, ao que parece, ainda não chegou este momento…

      Sobre o Judas : Já vi no Rio esta formação, e com o novo álbum, que pra mim é o melhor desde a volta de Halford, não tinha mesmo como não ser ótimo. E embora KK faça falta pelo histórico na banda, o novo Richie Faulkner tem feito bonito na banda ao lado da lenda Tipton.

      Pelo jeito este Black Veil Brides foi uma unanimidade entre os nossos amigos , e infelizmente, uma unanimidade negativa… Eu já até esperava por isso, mas é chato que a expectativa tenha correspondido ao que vocês viram.

      Por fim :

      Metal Gods, sempre com Rapid Fire. Fechado, batera…haja dedo, mas fechado, batera…

      A outra banda nova que gosto, não é novidade. É um novo velho :

      The Winery Dogs

      Valeu tecer suas impressões por aqui, obrigadão!

      Alexandre

      Like

    • Eu tb entrei nas ultimas 3 musicas do rival songs, uma pena, que fila meu irmão, que fila, mas valeu a pena!!!!!!!

      Like

  3. Sobre o cancelamento do Motörhead:

    Motörhead Lemmy Apologizes To São Paulo Fans For Missing Monsters Of Rock Festival: http://www.blabbermouth.net/news/motorheads-lemmy-apologizes-to-sao-paulo-fans-for-missing-monsters-of-rock-festival/?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed%3A+blabbermouth+%28Blabbermouth.net%27s+Daily+Headlines%29

    [ ] ‘ s,

    Eduardo.

    Like

  4. Comentários do amigo Zé sobre o show do Primal Fear:

    “Opa, blz? Eu diria q foi um show curto (8 músicas) com a banda se esforçando muito para animar o público (que tava chegando e muitos não conheciam o som da banda). Com destaque pro Ralf Scheepers que cantou muito e pro Aquiles Priester que, na minha opinião, trouxe mais peso pras músicas da banda (ao vivo). Quanto ao seu list, achei que “when death comes knocking” poderia ficar de fora por ser mais lenta (quase uma balada) mas isso é minha opinião é talvez outros fãs curtam essa música. Acho que é isso mano!!!
    Abraços!! Até mais tarde”

    [ ] ‘ s,

    Eduardo.

    Like

  5. [ ] ‘ s,

    Eduardo.

    Like

  6. Foi o melhor festival que fui, e tambem foi a maior fila que ja peguei na vida PQ* , ate que domingo entrei beleza, mas sabado, entrei ja quase esgotado, o que me salvou foi a BIKE 102 que estava guardada para ocasião!!!!!!!!!!!!
    INSANE!!!!!!!!!!!!!!!!

    Like

Trackbacks

  1. Cobertura Minuto HM – Monsters Of Rock 2015 – dia 2 – Live Blogging (Kiss e Judas Priest) | Minuto HM
  2. Cobertura Minuto HM – Monsters Tour Porto Alegre (30/04/2015) – Ozzy Osbourne, Judas Priest e Motörhead) – resenha | Minuto HM
  3. Born to lose, lived to win: RiP Lemmy Kilmister | Minuto HM

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: