B.B. King: “The Thrill Is Gone”, mas não o legado da sua Lucille…

B.B._King_con_Lucille

As 21h40 de 14/maio/2015, de forma pacífica durante seu sono em Las Vegas, o mundo dos blues perdeu uma de suas identidades: Riley B. King, o B.B. King, o rei dos blues, o dono da Lucille, nos deixou faltando poucos meses de completar 90 anos de idade.

B.B. King não era apenas uma referência no mundo dos blues. Seu nome passou de todas as barreiras de todos as vertentes de assuntos. Não conheço ninguém que não admire o que ele deixou para sempre. Pode-se não ser fã, pode-se não saber o nome de músicas, mas não há o que falar: se ele estiver tocando, todos param e admiram o som que sai especialmente das Gibsons. Se tiver um vídeo com ele tocando, pode reparar: todos param para ver, nem que seja um pouco. Ninguém sai falando nada que não seja positivo.

E como ele tocou… começou em 1948, gravou de 1949 para frente. Fez seu último show em 03/outubro/2014, no House of Blues em Chicago, EUA. Ou seja, 66 anos de dedicação. O desejo de tocar jamais parou.

São dezenas de discos, premiações, contribuições, participações (inclusive televisivas), reconhecimentos e músicos que beberam da fonte dele. Termino este post com um de seus amigos e fãs – simplesmente o mestre Eric Clapton – deixando seu recado:

A recomendação de Clapton:

“When I sing, I play in my mind; the minute I stop singing orally, I start to sing by playing Lucille.

(R.i.P.) B.B. King.

[ ] ‘ s,

Eduardo.



Categorias:Artistas, Instrumentos, Off-topic / Misc, Rumores

5 respostas

  1. Tinha e tenho um respeito muito grande por B.B. King, muito mais pela influência e pioneirismo do que propriamente pela música, já que me confesso um grande ignorante quando o assunto é o saudoso guitarrista.
    Assim, é mais um que se vai deixando um legado e um séquito enorme de seguidores, onde boa parte desses, aí sim, tem por mim um conhecimento mais pleno.

    Dois exemplos claros são os encontros com outros dois brilhantes guitarristas,ambos que neste momento estão em algum lugar numa jam com o próprio BB:

    Celso Blues Boy:

    e Gary Moore:

    Que descanse em paz, BB, fica claro que este ser humano deixou nosso plano com a missão pra lá de cumprida.

    Alexandre

    Curtir

  2. [ ] ‘ s,

    Eduardo.

    Curtir

  3. O assunto abaixo ganhou força nos últimos dias, perdendo um pouco da credibilidade hoje, ao que parece, pois a polícia de Las Vegas confirmou que não estava investigando nada… aí não dá para saber se falaram isso para “acobertar” e diminuir o hype do tema, ou se realmente nada vai rolar…

    [ ] ‘ s,

    Eduardo.

    Curtir

Trackbacks

  1. Minuto HM em NY: B.B. King’s Blues Club & Grill (Times Square) – Minuto HM

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: