41º Podcast Minuto HM – 19/junho/2020

O 41º Podcast Minuto HM, o “podcast da quarentena“, ou bem melhor que isso – o podcast do ANIVERSÁRIO DO ROLF depois da meia noite (Rolfístico, novamente, aquele abraço, sem abnormal end, e sei que é fácil desejar parabéns, difícil é colocar um galo na minha mão, parrrrceiruuu), rolou na última sexta-feira contou novamente em suas fileiras digitais com:

  • Eduardo [dutecnic] como host;
  • Flavio Remote;
  • Alexandre B-Side;
  • Claudio;
  • J.P.;
  • Eduardo Schmitt;
  • Rolf e
  • Kelsei.

Confesso que dado que a maioria de nós estamos muito mais em casa do que há muito, esperava por alguns outros participantes aparecendo – todos fazem muita falta. Quem sabe no próximo, em agosto, que muito provavelmente ainda continuaremos nesta situação?

A ideia era reduzir um pouco o “tamanho” do podcast, mas, como sempre, tivemos nossos “módulos auxiliares” à toda ação, falando de temas aleatórios e tendo um “Momento Daniel de Cinema” muito bom. O Rolf, que foi o que mais insistiu, fez o favor também de complicar tudo e nós também não ajudamos com nada. Hahahaha. Mesmo assim, conseguimos – afinal, foram “apenas” seis horas e dezesseis minutos de puro creme do milho verde

Momento Daniel de Cinema:

Lição de casa (podcast anterior):

Falamos dos álbuns com bastante tempo, e a estratégia de antecipar a discussão, imagino que falo por todos, foi acertada. Caligula’s Horse teve, obviamente, destaque pelo lado do Kelsei, que vem se tornando fã da banda.

Já o throwdown do Sepultura foi uma coisa que, pelo menos a mim, surpreendeu. Os 7 participantes votantes da noite foram TODOS para o Quadra no duelo interno “banana com laranja” com o clássico Chaos A.D. Sim, sim, o Chaos A.D. vai ter que passar por baixo da mesa nesta vitória que mais pareceu um certo jogo de futebol da Copa 2014:

  • Chaos A.D. 0 x 7 Quadra

E para mostrar como o resultado é ainda mais impressionante, no “popular”, a coisa se inverteu, ainda que menos radicalmente, mas ainda assim, é um resultado que não deixa dúvidas e que mostra o peso que um álbum clássico traz automaticamente em uma disputa com novo material:

Teaser do podcast anterior:

Como sempre, um excelente e meticuloso trabalho do mestre B-Side. Reforço os pedidos de desculpas, dado que, desta vez, “passou” e não fizemos o debut durante o podcast. Assim, para conferir o teaser da edição passada, basta clicar nos links na sequência para escutá-lo por streaming e/ou baixá-lo em seu computador / celular / tablet (9,5 MB) no Apple Podcasts, 4shared, Spotify e/ou Google Podcasts.

Streaming / download do podcast:
O podcast completo pode ser ouvido (por streaming) e/ou “baixado” no 4shared aqui (352,4 MB). Para fazer o download em formato MP3 para seu computador, após o login no site, clique no botão “Download Now” – o arquivo virá com a tag já devidamente formatada para seu MP3 player.

Lição de casa (próximo podcast):
Para audição: Fragile (Yes), pedido/sugestão do Schmitt.

Throwdown do Savatage (pedido/sugestão do Claudio):

  • Hall Of The Mountain King x Edge Of Thorns

E a pesquisa já está aberta:

Reforçando, como sempre, que o “voto popular” acima poderá ser usado para algum “desempate” no dia da análise dos álbuns, se necessário. Importante: quem vai participar do podcast não deve votar nas pesquisas. Assim, aos participantes mais habituais, por favor não votem até o dia do próximo podcast – e só votem no dia (ou um pouco antes, claro) caso não consigam participar da próxima edição…

A playlist da lição de cada em nosso canal no YouTube (não deixem de fazerem a inscrição no canal) está atualizada com os álbuns e o throwdown da próxima edição:

Podcast fantástico, para variar, e mais que tudo, muito importante neste momento que estamos vivendo – sem shows, sem muita movimentação, sem muitas “novidades”. Há a ideia de fracassarmos tentando reduzir a duração e aumentarmos a frequência dos podcasts, vamos ver… sei que, para o próximo e para que todos já se antecipem, logo virá o post de convite, mais reduzido de ofertas para até metade / terceira semana de agosto. Então, já podem ir pensando…

Outro ponto é a ferramenta – agora que o Google Meet ficou “grátis”, que tal migrarmos para ela? Podemos testar antes, inclusive a gravação. Cartas para a redação…
Então, galera, até agosto, ou seja, até daqui um pouco mais de um mês!

[ ] ‘ s,

Eduardo.



Categorias:Accept, Anthrax, Artistas, Black Sabbath, Curiosidades, DIO, Discografias, Dream Theater, Faith No More, Guns N' Roses, Helloween, Iron Maiden, Judas Priest, Kiss, Led Zeppelin, Manowar, Marillion, Músicas, MetallicA, Off-topic / Misc, Podcasts, Queensrÿche, Resenhas, Rolling Stones, Scorpions, Sepultura, Shaman, Slayer, The Beatles, Trilhas Sonoras, Twisted Sister, Van Halen, Yes

8 respostas

  1. È verdade, pouco mais de um mês. Pelo jeito vou ter de correr por aqui então.
    Em relação ao podcast, tava fazendo falta, foi a maior abstinência dessa vez.
    E agradeço mais uma vez a ótima participação de todos, sempre trazendo muito aprendizado.
    Incrível a ” surra ” do Quadra no Chaos A.D.. Por essa ninguém esperava…
    No fim faltou a tal disciplina e acabamos avançando um pouco mais do que o previsto. Fazer o quê, era muito tempo sem podcast.
    O bom é que o próximo não está nada longe.
    Até lá

    Alexandre

    Curtir

  2. Foi um prazer e um grande privilégio participar de mais um podcast, realmente é sempre muito gratificante o tempo que passo com todos aqui do Minuto HM.
    Eu estava bem ansioso para saber o resultado do throwdown e fiquei surpreso em saber que o placar foi tão elástico, acho que se fosse o Beneath the Remains ou o Arise o resultado seria diferente, bom… pelo menos o meu voto seria, mas acho que a batucada do pessoal do Sepultura não empolga ninguém por aqui.
    Outra grande e grata surpresa foi o Caligula’s Horse, tenho que agradecer ao Kelsei pela sugestão, pelo menos pra mim, este In Contact é ainda melhor que o Rise Radiant, mostrando ser um trabalho com mais influências de Progressivo que de Metal.
    Agora o que me deixou em uma situação difícil foi o Claudio: ter que escolher um entre Hall Of The Mountain King x Edge Of Thorns. Dessa vez pegou pesado! Vou ter que ouvi-los com atenção novamente, o que vai ser uma tarefa agradabilíssima!
    Para terminar, gostaria de agradecer a todos pelos bons momentos e que venha o próximo!
    Um abraço a todos!

    Curtir

  3. Bom, primeiro e já atrasado, mais um bate papo fenomenal e sem o extremo cansaço das 5 / 6 da manhã de outrora. Novamente reforço para redução dos intervalos entre podcast e com horários mais humanos (21 as 2h,com canja). Gostei inclusive do teaser publicado aqui, achei melhor alternativa, pois no meio do intervalo entre os podcasts, matei a saudade aqui do duelo do anterior.
    JP ta ferrado com o novo throwdown e eu desejo que ele esteja certo e que seja uma escolha de sofia mesmo. O Yes vai causar certa indigestão para alguns, eu prevejo.
    Quanto a nova ferramenta. Estou disposto ao teste e migração. Eduardo avisa aí.

    Curtir

  4. Vou soltar mais mais algumas idéias para o (s) próximo (s), Sugiro:
    1) Escolher um disco ao vivo, e mudar seu repertorio, considerando as musicas que foram tocadas pela banda ao vivo. Tá bom, vou exemplificar: Imaginem se pudessem alterar o repertório do Live After Death. Quais sairiam, quais ficariam. Só vou colocar o seguinte: Murders in the Rue Morgue, Prowler, Remember Tomorrow, Still Life, To Tame a Land, Killers, todas essas e outras poderia entrar no lugar de alguma lá…
    2) Tirar uma musica de cada disco do repertorio da banda e conseguir colocar em outro…. Exemplo: escolher Prowler, Strange World, Phantom of the Opera, sei lá , uma delas. E ver se dá no Number of The Beast, tirando uma de lá, que tal?
    3) Pegar os dois discos de um throwdown e montar um repertorio dos dois. Que tal escolher 10 musicas para o disco “Lick Of The Night” ?

    Curtido por 1 pessoa

    • Então já propondo Live After Death, segue para inicio do sofrimento a lista de músicas que a banda já tocou ao vivo da fase pre Live After Death e não foram incluidas no disco.

      Prowler
      Remember Tomorrow
      Transylvania
      Strange World
      Charlotte the Harlot
      Sanctuary
      Murders in The Rue Morgue
      Another Life
      Genghis Khan
      Innocent Exile
      Killers
      Purgatory
      Twilight Zone
      Drifter
      The Prisoner
      Total Eclipse
      Where Eagles Dare
      Still Life
      To Tame a Land
      Losfer Words

      O disco original lançado em vinil em 1985 tem 17 musicas, a saber abaixo:
      Aces High
      2 Minutes to Midnight
      The Trooper
      Revelations
      Flight of Icarus
      Rime of the Ancient Mariner
      Powerslave
      The Number of the Beast
      Hallowed Be Thy Name
      Iron Maiden
      Run to the Hills
      Running Free
      Wrathchild
      22 Acacia Avenue
      Children of the Damned
      Die with Your Boots On
      Phantom of the Opera

      O Desafio é montar outro Live After Death com todas as opções acima e apenas com 17 musicas.

      Curtir

  5. Ok, anotado. Sofrimento à vista, by the way. Aproveitando, já está na hora de pensar na data do próximo, não ?

    Curtir

Trackbacks

  1. Convite – conferência para gravação do 42º podcast do Minuto HM – agosto/2020 – Minuto HM
  2. 42º Podcast Minuto HM – 14/agosto/2020 – Minuto HM

Leave a Reply

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: