48º Podcast Minuto HM – 18/fevereiro/2022

O ano é 2022 – o ano que chegaremos ao podcast de número 50 (previsão: agosto). Mas, enquanto a marca emblemática não chega, vamos ver como foi um pouco do 48º Podcast Minuto HM! Participaram do primeirão do ano:

  • Eduardo [dutecnic] como host;
  • Alexandre B-Side;
  • Claudio e
  • Rolf.

Tivemos, em escala diminuta, os elementos que tanto todos esperam por aqui, com destaque à camiseta cinza do Rolf, diretamente do armário de um desenho. Ontem ele confessou ter 15 iguais – que bom, dado que se não fosse isso, provavelmente ele não conseguiria ter família, amigos, vizinhos, etc. Também tivermos B-Side atacando um violão – que é do Remote – e outros bons momentos. O Claudio fez um upgrade na cartolina que fica atrás dele, parecia muito verdadeiro :-). Brincadeiras à parte, mais uma noite agradável com os amigos, ainda que o cansaço atrapalhe um pouco.

Falamos – no meu caso, aprendi – muito de Mr. Big, e como sempre também, revivemos alguns bons – um deles já deixo abaixo – o “A1000” tocando um de seus hits, nesta formação que traz os gêmeos emprestando um pouco do que eles são capazes. Fica, claro, o pedido que isso os leve a tours mundiais – ainda dá tempo!

E que tal o Bruce cantando à capella Stranger in a Strange Land? B-Side, você, para variar, estava certo: a banda realmente tocou a música em 1999, na The Ed Hunter Tour, mas não tocou em todos os lugares da tour – talvez por isso não tenha ficado na minha cabeça que também está falhando mais que Monza à álcool. Aqui as estatísticas dela e lugares privilegiados que puderam conferi-la. Mas, melhor que o link anterior é, claro, a nossa discografia – o Kelsei trouxe os detalhes aqui! Boa época que a banda ainda surpreendia, hein?

Claudio, e o teclado nas alturas, que tal?

B-Side, sua opinião detalhada de toda a relevância do Gers tocando essa música, por favor… e pode usar o meu talento a título de comparação, se quiser… se quiser emendar sua opinião de Futureal na emenda do segundo vídeo, fique também em casa…

E para entrarmos na lição de casa com o Mr. Big, esse vídeo traz um pouco da doideira de Mean To Me, do Defying Gravity – inspirado pela Christina Aguilera…

 

Lição de casa (podcast anterior):

No throwdown dos álbuns do Mr. Big, com o Rolf dando seu voto também mais na onda dessa vez, foi logo um 4 a 0 favorável ao Defying Gravity. Sugeri aos participantes para quem passássemos, a partir deste podcast, a tentar “adivinhar” o que o outro vai votar. O Claudio matou: “acho que todos vão votar no segundo, Defying”. Menções honrosas ao Actual Size, com o B-Side corretamente contextualizando sonoridades de épocas, podemos dizer, claro, que LAMBEU.

No popular, o resultado também foi favorável a este que, de momento, é o último álbum de estúdio da banda:

Também falamos de mais 2 álbuns – Sermons of the Sinner, do KK Massacration Priest onde, em geral, a opinião do B-Side, Claudio e a minha foram parecidas: bons momentos de heavy metal, mas muito clichê e até mesmo certa vergonha alheia. No final, uma tentativa de resposta ao Judas – entendo eu que com alcance e sucesso bastante limitado…

Por fim, falamos do que tinha ficado pendente desde a proposta de agosto/2021 – Stay Hungry, do Twisted Sister. Álbum com clássicos, sem muito destaque para trazer por aqui do que todos já não sabem… e, ah… falamos também um pouco (um pouco, mesmo) mais do Senjutsu, mas nada impede de falarmos ainda mais com as presenças necessárias do Kelsei e do JP nas próximas edições.

Streaming / download do teaser do podcast anterior:

Todos podem curtir o teaser aqui, ou ainda usar os links na sequência para escutá-lo por streaming no Amazon Music / AudibleApple Podcasts, Audacy, Deezer, Facebook Podcasts (somente nos EUA), Gaana, Google Podcasts, iHeartRadio (aparentemente, este, somente nos EUA também), Player FM, ou, claro, no Spotify. Também pode dar play diretamente abaixo:

Streaming / download do podcast completo:

O podcast completo pode ser ouvido abaixo (por streaming) e/ou “baixado” aqui (272 MB) – também disponível no player abaixo:

Sempre lembrando também da página no blog para os podcasts e teasers a partir de 2021, já disponível no menu “Podcasts” e diretamente aqui.

Lição de casa (próximo podcast):

A lição de casa para o próximo podcast é composta pelo tradicional throwdown e também de um álbum para audição isolada.

O álbum é o Live…in the Heart of the City, do Whitesnake, indicação mais que constante do B-Side para mim (e que já o ouvi, mas agora, virou uma excelente “obrigação” de dar mais prioridade para todos)…

Já o duelo será uma doideira que só podia ter saído já na madrugada, dois álbuns “de partida” e homônimos…

  • Supertramp (Supertramp) x Ambrosia (Ambrosia) – a ideia era ouvir o Ambrosia, do Alan Parson pós trabalhos com o Abbey Road / Let It Be / The Dark Side Of The Moon, mas aí acabou entrando no throwdown com outra banda de época e estilo parecido (assim esperamos). O Supertramp foi sugestão do B-Side ; o Ambrosia, minha (Eduardo).

A pesquisa já está valendo:

Lembrando que o “voto popular” acima poderá ser usado para algum “desempate” no dia da análise dos álbuns, se necessário. Importante: quem participará do podcast não deve votar nas pesquisas. Assim, aos participantes mais habituais, por favor não votem até o dia do próximo podcast – e só votem no dia (ou um pouco antes, claro) caso não consigam participar da próxima edição…

A playlist da lição de cada em nosso canal no YouTube (não deixem de fazer a inscrição no canal) está atualizada com os álbuns e o throwdown da próxima edição:

Galera – deixo aqui o reforço para a participação de todos na “cavaca”… todos que não conseguem participar fazem uma falta danada neste formato, saibam disso!

Nos vemos em maio! Com o Rolf usando uma das 15 camisetas iguais…

[ ] ‘ s,

Eduardo.



Categorias:Aerosmith, Artistas, Black Sabbath, Curiosidades, Def Leppard, Dream Theater, Europe, Extreme, Instrumentos, Iron Maiden, Judas Priest, Kiss, Led Zeppelin, Manowar, Mötley Crüe, Músicas, MetallicA, Minuto HM, Off-topic / Misc, Pesquisas, Podcasts, Queen, Queensrÿche, Quiet Riot, Resenhas, Rolling Stones, Scorpions, The Beatles, The Who, Twisted Sister, UFO, Van Halen, Whitesnake

5 respostas

  1. Excelente essa resenha.
    Sempre um prazer estarmos juntos falando sobre rock and roll

    Curtir

  2. Poxa, ainda nao mexi no teaser desta edição, já estamos entrando em abril e aí eu vejo que nem comentar aqui eu tinha comentado…..
    Como diria a cantora Kátia, ” não está sendo fácil “…..
    Pra pagar minha dívida, vou evidentemente agradecer os amigos que puderam prestigiar esse papo tão legal, apenas fica a vontade de ter os outros profundos conhecedores do blog presentes também.
    E agora deixa eu correr pra fazer o teaser…

    Curtir

    • O que me faz lembrar que em breve tenho que soltar o post do convite para o próximo…

      Parece que a relação de tempo realmente não volta mais ao que ti vamos antes. Muito doido isso. Por isso também, I’m afraid em reduzir de trimestral para algo mais frequente, pelo menos considerando gravação, teaser, posts relacionados, etc.

      Endosso as palavras da vontade de ter os outros grandes conhecedores no papo – fazem muita falta.

      [ ] ‘ s,

      Eduardo.

      Curtir

  3. Pagando uma divida acerca de Stranger in a Strange Land, maravilhosa música do maravilhoso Somewhere in Time, que foi eventualmente tocada em sexteto, por ocasião da Ed Hunter Tour.
    A versão desta tour é talvez melhor que a original de 86, isso por que Dickinson está cantando melhor, simplesmente por isso. Ainda assim, talvez essa minha opinião pode não ser inteiramente correta, afinal ( graças ao bom senhor ou ao capeta, seja lá graças a quem seja), eu não consegui ouvir claramente a tentativa de solo final do Gers , que pode ( e provavelmente foi) ter estragado a maravilha que essa música é.
    Isto posto, uso o benefício ( claudicante que seja) da dúvida pra apontar que a versão , apesar de ter o Gers por ali, parece ter ficado bem legal.
    Futureal com Dickinson eu preciso comentar ???? Aí é 7 x 1 , meu filho……

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: