Fan Can # 1, # 2 e # 3 – as raridades do The MetallicA Club (MetClub)

Os fãs mais assíduos do MetallicA devem conhecer o clube oficial da banda, chamado “The MetallicA Club” – também conhecido como MetClub.

Através dele, desde 1995, os fãs podem ter acesso a itens raros e/ou exclusivos da banda como, por exemplo, informações do que a banda anda fazendo, músicas demo ou mesmo versões finais antes de serem lançadas, pré-vendas, meet & greets, ensaios, shows com características mais intimistas (os 4 mais recentes foram da comemoração de 30 anos da banda) e, claro, coisas normais de fã-clubes, como merchandise exclusivo, brindes, autógrafos, além da fantástica revista “So What!”.

O assunto deste post é relacionado ao que eu considero o “produto” mais legal do MetClub: as Fan Cans. Como o próprio nome sugere, uma Fan Can é uma “lata de tinta”, como é conhecida, e é lançada periodicamente (em edições super limitadas). Dentro da lata, o fã recebe itens sortidos – normalmente um CD, vídeo, camiseta rara, fotos, entre outras exclusividades. A última Fan Can é a de # 6, de 2010, na época da World Magnetic Tour – e ela seguiu a tendência tecnológica, contendo um exclusivo blu-ray.

Por serem itens raros e exclusivos, ter acesso a eles não é das tarefas mais fáceis. Eu venho, ao longo dos anos, sempre “espiando” para ver se consigo obter as minhas. E o que eu já consegui, tudo da Galeria do Rock, foram os 3 primeiros CDs das respectivas edições (apenas os CDs). Eles seguem a convenção de nomes FC-001, FC-002 e FC-003.

Quanto às capas, na mídia do CD dos Fan Cans # 1 e # 3, temos a figura que ficou famosa na época do lançamento daquele considerado o melhor ao-vivo da história da banda, o inigualável Live Shit: Binge & Purge. Também é possível reparar na assinatura “Jaymz” em ambas, datadas ’95 e ’98, respectivamente.

Vamos a eles:
Os CDs dos Fan Cans # 1, # 2 e # 3

Os CDs dos Fan Cans # 1, # 2 e # 3

FAN CAN # 1

O CD da Fan Can # 1 é o mais raro e difícil de se conseguir. Com lançamento em 1996, o ano do debut do álbum Load, o CD é entitulado “Live Summer Studio – Ztupid Shit Or Reasons (Not) To Be A Fan (Anymore)”. E essa é a única identificação do disco masterizado por Ronnie Thomas no Master Mix, em Nashville, TN, EUA.

O CD # 1 tem a curiosa duração de 1 hora, 1 minuto e 1 segundo (!) e é “dividido”, se é que dá para chamar aquilo de divisão, em 12 faixas. Seu encarte, como pode ser visto abaixo, traz apenas o local para que o próprio fã dê nome para as 12 “perdas de tempo” da banda no estúdio. Ouvindo o disco, além de inúmeras brincadeiras, covers / tributos, testes, ensaios e tudo que rola normalmente em um estúdio, já é possível identificar algumas coisas que viriam a aparecer oficialmente no Load, que destaco em negrito abaixo. Assim, o tracklisting que consegui fazer é o seguinte:

01. Breadfan

02. Motorbreath

03. Ride The Lightning

04. Nothing Else Matters

05. Mama Said

06. Nuns Have No Fun

07. (Mercyful Fate)

08. Unnamed 8

09. Unnamed 9

10. (“Hey Jude”), Hero Of The Day, Until It Sleeps, Wonderwall

11. Unnamed 11

12. Unnamed 12

Mais curiosidades da época:

  • “Jaymz” e Lars gravam Low Man’s Lyric, música que não seria aproveitada no Load, sendo lançada apenas no álbum de estúdio do ano seguinte, o Reload.
  • Hetfield e Lars se encontraram na garagem-estúdio de Lars (“The Dungeon”).
  • histórias do “Hetfield Patrol” x Sad But True. Há mais curiosidade que pode ser vista em mais detalhes aqui.
  • a banda come na casa de Lars.
  • possui algumas coisas ao-vivo da performance da banda em Donnington 1995.
CD do Fan Can # 1 - capa e contra-capa

CD do Fan Can # 1 – capa e contra-capa

CD do Fan Can # 1 - encarte e disco

CD do Fan Can # 1 – encarte e disco

FAN CAN 2

O CD da segunda edição da latinha, entitulado “Fan Can 2 At Slim’s In San Francisco 10-06-1996”, traz na capa o mapa do norte da California, EUA, e foi gravado ao-vivo no Slim’s, em San Francisco, CA, no dia 10/junho/1996, mas lançado apenas no ano seguinte (ano do lançamento do álbum Reload, também). Foi gravado por Randy Staub, mixado por Mike Fraser e assistido por Mike Rue, com masterização por Ue Nastasi & George Marino.

Em King Nothing, a banda ainda “apanha” um pouco para tocá-la, tendo que repetir sua execução, mas depois entrega praticamente um playback do que se ouve na versão de estúdio. De resto, músicas de álbuns anteriores são tocadas, além de covers já conhecidos.

Curiosidade: a versão de Motorbreath é que a pode ser conferida no “A Week And A Half In The Life Of MetallicA”.

A banda claramente está se divertindo bastante nesta oportunidade e Hetfield abusa do poder da sua voz.

CD do Fan Can # 2 - capa e contra-capa

CD do Fan Can # 2 – capa e contra-capa

CD do Fan Can # 2 - encarte e disco

CD do Fan Can # 2 – encarte e disco

FAN CAN 3

Já o terceiro CD da série, entitulado “Mucho-Demo”, foi gravado pelos próprios Lars e Hetfield, na garagem-estúdio do baterista. No próprio encarte, há uma nota comentando que Kirk e Jason estavam “off” (interpreto como “de férias”) no verão/primavera de 1994/1995.

Olhando as datas das gravações, os 2 músicos não estavam presentes nas gravações das seguintes faixas: 4, 5, 6, 8, 9, 10, 11 e 12, ou seja, 2/3 do álbum.

O CD é composto por faixas que figurariam nos álbuns Load e Reload, muitas delas ainda inacabadas e/ou versões apenas demos com seus respectivos títulos da época, antes de serem oficialmente produzidas.

Abaixo, um pequeno “de-para” dos nomes das demos versus o que acabou virando e em qual álbum:

01. Load = King Nothing (Load).

02. Devil Dance = Devil’s Dance (Reload).

03. Streamline = Wasting My Hate (Load).

05. Bitch = Ain’t My Bitch (Load).

06. Fixer = Fixxxer (Reload).

07. Mine Eyes = Low Man’s Lyric (Reload).

08. Skimpy = Carpe Diem Baby (Reload).

10. Outlaw = The Outlaw Torn (Load).

11. Memory = The Memory Remains (Reload).

Uma das coisas mais impressionantes nesta banda é observar como o instrumental das versões demo é pouco alterado quando da gravação da versão final do álbum de estúdio. Claro que vem o tratamento, a mixagem, um detalhe ou outro, mas realmente a música está mesmo prontinha – e estas versões são basicamente o que se ouve ao-vivo da banda.

O MetallicA grava sempre o instrumental e depois se preocupa com as letras, departamento este liderado de maneira quase absoluta pelo Papa Het. É sempre engraçado ouvir as demos do MetallicA e ver como ele já canta “qualquer coisa” e depois aquilo viram palavras em inglês, mesmo. Meu destaque “cômico” vai para a a cantoria da demo de The Memory Remains… 🙂 .

CD do Fan Can # 3 - capa e contra-capa

CD do Fan Can # 3 – capa e contra-capa

CD do Fan Can # 3 - encarte e disco

CD do Fan Can # 3 – encarte e disco

Então, é isso. Espero, um dia, atualizar este post com o restante dos itens destas primeiras Fan Cans e, quem sabe, fazer a sequência dele com as outras edições da lata mais “metallica” do mundo…

[ ] ‘ s,

Eduardo.



Categories: Artistas, Bootlegs, Covers / Tributos, Curiosidades, Discografias, Músicas, Mercyful Fate, MetallicA, Motörhead, Resenhas, The Beatles

35 replies

  1. Que post sensacional!! Muito obrigada por dividir aqui com a gente um pouco das suas relíquias e parabéns pela sua obstinação em ir atrás destes itens, Eduardo. 🙂
    O Metallica é realmente uma banda muito esperta neste sentindo de lançar coisas exclusivas para os seus fãs mais fiés, como estas fan can, os shows de aniversario e entre outros. E muito disso por conta do Lars, que antes de ser baterista do Metallica, era um fã colecionador de heavy metal! Ele sabe como os fãs adoram ter estas coisinhas raras e exclusivas.

    Dei uma olhada no google e as latas são realmente muito legais! Tudo bem caprichadinho e bonito!

    Fiquei com a curiosidade em saber qual destes é o seu cd favorito…

    Like

    • Su, obrigado!! Após minha recente aquisição do FC-003, a vontade de fazer o post aumentou e resolvi fazer logo…

      Seu comentário sobre o Lars é perfeito, é exatamente isso: o Lars é realmente muito bom nestas questões de “gerar demanda”. O MetallicA é uma grande máquina e com a força do nome, consegue grandes feitos comerciais, claro, como poucas bandas no mundo, inclusive se considerarmos bandas de todos os estilos.

      As latinhas são realmente lindas e, quem sabe, um dia não guardo os meus CDs nelas…

      CD favorito? Os 3! 🙂 . O carinho é pelo primeiro, pela maior dificuldade. O segundo CD é um ao-vivo raro, diferente do terceiro, cheio de demos. Então, eu fico dividido entre o FC-001 e FC-003…

      [ ] ‘ s,

      Eduardo.

      Like

  2. Um post de quem conhece tudo da banda… Aliás – Discografia???????????

    Like

  3. Fale!

    Beleza de post! Podem falar o que quiser, mas adoro o Load… Foi o primeiro CD do MetallicA que comprei quentinho (os outros tinham anos de lançado) e ficou marcado na memória.

    Umas dúvidas: na internet rola uma demo chamada Until the Studioshit Load, com algumas dessas músicas. Quando vc fala em “Hero of the Day” eu acho que é “Until it Sleeps”. No início James dá uns acordes de Hero, mas depois vai para Until. Escutando com atenção, Lars fala “Parece com Fell On Black Days”, pois parece com o refrão da ótima música do Soundgarden. A partir dessa frase que a demo de Until it Sleeps passa a se chamar FOBD. Não sei se é a mesma coisa da Fan Can, mas a ordem de músicas é bem parecida!

    Nessa demo que falei também tem “Mouldy”, para mim uma das melhores demos da Met, para Hero of the Day.

    Abraços !!!

    Like

    • Glaysson, muito obrigado pelo elogio. Eu também gosto do Load, falamos bastante deste assunto no nosso mais recente podcast (baixe, se puder: http://www.4shared.com/mp3/k9Tgdbk7/2012-05-29_MHM_Podcast.html?).

      Vamos lá: perfeita sua colocação sobre Until It Sleeps – eles tocam apenas um riff de Hero Of The Day e depois vai para Until It Sleeps – já até adicionei esta informação no post. Obrigado!

      Quando você diz “demo” de “Until the Studioshit Load”, creio que realmente há muito material que se repete – será que é possível identificarmos o que se repete? Você tem algum conhecimento mais profundo neste assunto? Aqui tem bastante coisa: http://www.youtube.com/results?search_query=Until+the+Studioshit+Load&oq=Until+the+Studioshit+Load&aq=f&aqi=&aql=&gs_l=youtube.3…1724.1724.0.2293.1.1.0.0.0.0.155.155.0j1.1.0…0.0.v8EsnRkohr8

      Muito legal seu complemento sobre o motivo do nome da demo para Until It Sleeps! Obrigado também.

      Você detecta mais alguma música / demo por ali nas “Unnamed” que faltam?

      Deixo aqui o vídeo para “Mouldy”, também muito bem mencionado por você, e também recomendo a todos a audição:

      [ ] ‘ s e obrigado novamente,

      Eduardo.

      Like

      • Valeu!

        Em um site eu encontrei uma “real” lista desta demo. Essas “Unnamed” podem estar aí, e até na ordem!:

        F.O.B.D. (Until It Sleeps Demo)
        Breadfan (Instrumental Sound Check)
        Motorbreath (Instrumental)
        Ride The Lightning (Instrumental)
        No Remorse (Instrumental)
        Nothing Else Matters/Queen Of Spades (Off-Key Instrumental/Styx Cover)
        Back In Black Intro (AC/DC Cover)
        Custard Pie (Led Zeppelin Cover)
        In My Time Of Dying Intro (Led Zeppelin Cover)
        Youthanasia (Tygers Of Pan Tang Cover)
        Don’t Touch Me There (Tygers Of Pan Tang Cover)
        Mama Said Intro (Babble)
        She Sells Sanctuary (The Cult Cover)
        Ain’t No Fun (AC/DC Cover)
        Nuns Have No Fun (Mercyful Fate Cover)
        Black Knight (Deep Purple Cover)
        Into The Coven (Mercyful Fate Cover)
        At The Sound Of The Demon Bell (Mercyful Fate Cover)
        A Corpse Without Soul (Mercyful Fate Cover)
        A Corpse Without Soul/Devil Eyes (Mercyful Fate Cover)
        Hey Jude (The Beatles Cover)
        Until It Sleeps (Word Writing)
        Wonderwall (Oasis Cover)
        “Material For Another Couple Of Songs”
        “Jazzy Style Jam”
        Riff – “Martini Glasses”
        Better Than You – Get Ready
        Better Than You (Work In Progress)
        Mouldy (Hero Of The Day Demo)
        Memory (The Memory Remains Demo)

        Eu acredito que tenha algo também do Fan Can #2, porque tem Memory. Essa demo foi uma mistureba de treinos do Metallica da época, acredito.

        Também tenho, esse em CD, o “Load Your B-Sides”. Que possui uma coletânea de B-Sides e alguns treinos. Nela tem uma faixa “Hero of the day – Outta B Sides Mix”, que é um techno de Hero, mas no meio da música (de 2:00 a 4:00 minutos aprox.) tem Hero of the Day sendo tocada no estúdio! Muito maneiro! No final do comentário vai o link do youtube. É “Hero” com um andamento um pouco diferente e James com bela voz!

        Vou ouvir o podcast, um dia participo (o próximo tem Some Kind…)! Mas vocês tem muito fôlego e espírito de morcego!

        Abraços!

        Like

        • Glaysson, excelente a lista, obrigado. Realmente é uma mistureba, com coisas Load e Reload. Você resgastou esse remix de Hero Of The Day que eu tinha completamente esquecido que existia… já havia ouvido, sim… ótima contribuição, novamente. Mas, sinceramente, não é muito do meu gosto este tipo de remix – vale mais pelo curiosidade.

          Já o podcast, hehehehe, somos um pouco “fominhas” mesmo, não? O que temos de horas em 1 podcast, muitos não tem em 10… e haja papo, pois ele só termina porque “temos” que terminar, o assunto nunca para.

          Boa audição e se curtir, há as edições anteriores na home page para download. Bom para ajudar em um trânsito ou jogar no MP3 Player e ir curtindo aos poucos.

          [ ] ‘ s,

          Eduardo.

          Like

  4. Eduardo, surpreendente o post. Muito detalhado e com toda a propriedade de quem conhece tudo da banda

    Like

  5. Nossa que maravilha de post hein edu, parabéns pelas aquisições. Há muito tempo sou fascinado pelos Fan Can’s , são materiais únicos para os fiéis fãs do metallica. Penas que não faço parte do metclub. 😦
    Isso me traz boas lembranças de quando moderava um fórum dedicado exclusivamente ao metallica, tínhamos muitas coisas, inúmeras informações, materiais para downloads e fortaleceu algumas amizades que tenho pela net.
    Aproveite bastante este material que é bom demais!!!

    Like

    • Julião, muito obrigado pelas palavras. Muito legal que tenha gostado e te trazido boas lembranças – realmente o assunto “Fan Can” desperta essa saudade dos fãs que acompanham os materiais mais, digamos, “b-sides” da banda.

      Muito bom mesmo…

      Ainda há algo deste fórum do MetallicA no ar? Qual era o nome / endereço? Fique a vontade para citar por aqui, se quiser.

      [ ] ‘ s,

      Eduardo.

      Like

      • Então edu o forum se chamava Metallica Videos e Mp3, e era para agregar vários interesses sobre a banda, mas infelizmente a primeira versão dele foi deletado por conta de direitos autorais, tinhamos materiais oficiais para download, juntamente com singles, bootlegs, video aulas, tablaturas, jogo e qq outro material relacionado à banda, e lógico a sessão de debates, covers e o que mais vc imaginar.
        No auge tinha mais de 6 mil inscritos e muitos tópicos para monitorar, hahaha. Mas depois desse incidente, retornamos com ele sem os materiais oficiais e tocou por algum bom tempo, mas a grande maioria dos usuários estavam mesmo afim de somente baixar as coisas e não participar com discussões, interagir com os demais, era apenas link e mais link, ae cai fora depois de um certo tempo e recentemente ele foi fechado em definitivo pelos atuais ADM’s.

        Like

        • Fechar esse site recentemente foi a minha maior decepção Metallica dos últimos tempos! Onde vou arrumar meus bootlegs???

          Like

          • Glaysson e Julião, deixo aqui uma dica que não deve ser novidade para vocês, mas talvez para outras pessoas que estejam nos lendo por aqui: o LiveMetallica.com disponibiliza de maneira oficial muitos downloads de material antigo da banda, neste momento de 1982 a 2003, inclusive muitos bootlegs o início da banda! Isso, claro, além dos materiais mais recentes, pagos. Isso se chama “The Vault” no site oficial.

            Vale a pena conferir e, claro, baixar 🙂

            http://www.livemetallica.com/catalog.aspx?tour=6

            [ ] ‘ s,

            Eduardo.

            Like

            • Valeu!

              Mas já tenho quase todos baixados…!

              Inclusive um que um grande amigo desaparecido, o Rui Barreto (apareça onde estiver!!!), me deu em fita cassete em 199X, com um grande show de Cliff no baixo principalmente em Creeping Death, e descobri no LiveMetallica que é o show da Suécia de 1987!

              Valeu!

              Like

              • Glaysson, imaginei que você já tivesse essas preciosidades, até porque você é um fã que acompanha bem de perto a banda e foi por isso que comentei que achava que tanto você quanto o Julião já saberiam deste ponto.

                Fica a dica para quem ainda não conhece… afinal, material excelente, da fonte oficial e DE GRAÇA, os downloads fica, mais do que recomendados.

                [ ] ‘ s,

                Eduardo.

                Like

                • Valeu, Eduardo!

                  Sou novo aqui no site e tomo a liberdade para umas opiniões sobre ele: eu uso muitas vezes para visualizar o site no Iphone. E fica muito pesado! Você usa a tecnologia WordPress, mas há um modo de carregar apenas o último tópico postado e ficar com o título dos anteriores, com uma mensagem “chamativa” de marketing para o visitante clicar no título do tópico anterior e visualizar o tópico por inteiro?

                  Outra: tem vontade de criar um mini-fórum? Para trocar informações, etc? Poderia dividir por bandas ou estilos musicais.

                  Não visito Whiplash e nem muito orkut por causa de fanboys e haters.

                  E agora vou te que buscar um site estrangeiro para pegar os meus queridos bootlegs… Ou gastar 10 mangos dolarescos…

                  Like

                  • Glaysson, muito obrigado pelo feedback quanto ao site. Estou justamente verificando algumas coisas nestes últimos dias exatamente deste assunto.

                    olha, eu também tenho iPhone / iPad e outras coisas “mobile” por aí e estou sempre verificando estas questões. No começo, usava os temas “mobile” para estes dispositivos, com a opção de “full site” para quem quisesse.

                    Apesar das vantagens óbvias principalmente no carregamento das páginas, há pontos que muita gente não gostava, como a forte descaracterização do site, a ausências de determinados widgets / funcionalidades além de algumas outras limitações que os temas mobile oferecem.

                    Este nosso tema do WordPress, por exemplo, não oferece o recurso de carregar o “summary” do post e caso haja interesse, a pessoa pode clicar para continuar lendo o post.

                    De qualquer forma, estou sempre acompanhando isso e o feedback de todos é mais do que bem-vindo. Uma das coisas que estou verificando é diminuir a quantidade de widgets e de posts que são carregados na home page, a fim de melhorar o loading / reloading geral do site. Também há pessoas que já comentaram que as vezes o blog apresenta erros de script, o qual nunca consegui simular, mas estou de olho para ver se identifico a origem.

                    Sobre o fórum, é uma ideia sim a ser trabalhada, mas ainda não tínhamos sentido a necessidade pois a “estrutura”, e isso falo pelo menos por enquanto, é comentar os assuntos nos posts já existentes, de forma que o determinado post tenha todo o histórico do assunto e de assuntos relacionados centralizados em um único lugar. Se você notar, frequentemente atualizamos posts antigos ou fomentamos discussões por lá através de comentários, mesmo que o post seja mais antigo. Quem o acessa pela primeira vez, tem uma espécie de “diário de bordo” do assunto. Mas a ideia de ter fórum e/ou páginas específicas é legal e acho que podemos trabalhar sim em um determinado momento…

                    Muito obrigado novamente.

                    [ ] ‘ s,

                    Eduardo.

                    Like

        • Julião, foram muitos e muitos sites e fóruns ao longo destes anos que a internet ganhou força, mas provavelmente eu devo ter “passado” por este também – entre tantos que existiram e se foram, infelizmente, por “n” motivos…

          Aqui no Minuto HM nós temos esta preocupação constante com a questão de material disponibilizado – tanto que usamos apenas vídeos que normalmente estão em site de vídeos – a maioria absoluta, YouTube!. Arquivos para download, somente os publicamene autorizados pelas fontes.

          É difícil hoje em dia achar um espaço para discussões fundamentadas e sadias, e este é um dos pilares deste blog também. Quando achamos espaços, como nas redes sociais ou sites maiores de rock, infelizmente a coisa parte até para níveis de agressões, algo que jamais, JAMAIS seria tolerado por aqui.

          [ ] ‘ s,

          Eduardo.

          Like

          • É isso mesmo que me agrada e chama a atenção no Minuto HM, todos possuem seus pontos de vistas e podem expor tranquilamente por aqui, algo raro como você mesmo citou.

            E sobre o Live Metallica eu começo muito bem essa parte e tenho a grande maioria dos show grátis aqui comigo, você nota o avanço da tecnologia nesses SDB, como as gravações eram mais difíceis e cruas, para quem não viveu essa época é maravilhoso ouvir esses bootlegs.

            E Glaysson, bacana saber que você era frequentador do fórum, fico feliz em ler isso.

            Like

            • Julião, é isso.. opinião e gosto, cada um tem a sua / o seu. Há pontos comuns em determinadas análises, mas quando a discussão vai para gosto, aí não há certo ou errado…

              Eu diria que é irrisória a quantidade de vezes que tivemos algum, digamos, “babaca” por aqui – e conteúdos por este tipo não são aceitos / aprovados.

              Já sobre o LiveMetallica, eu acho muito legal a postura da banda em disponibilizar isso, não? Outras bandas poderiam seguir este caminho também. E concordo com você sobre a evolução da tecnologia, realmente é nítido quando você sai da década de 80 para a de 90 e depois até 2003.

              [ ] ‘ s,

              Eduardo.

              Like

            • Julião, visitava bem o site e até na comunidade do orkut, há uns tempos, dava um toque sobre links quebrados, etc!

              Tomara que volte pq não conheço outro site brasileiro sobre Metallica….

              Like

  6. O material é primoroso, e muito especial para os grandes fãs do Metallica . Aliás , eu aqui tô de penetra, pois os comentários de todos acima são de estarrecer pelo nível de conhecimento…. São verdadeiros experts no assunto.. O conteúdo desses fan-cans trazem aquela fase que acabou me afastando um pouco da banda, pois senti muita diferença do material do Load e Reload, em especial em referência aos álbuns com o Cliff e o … And Justice for all. Esse assunto já foi muito discutido aqui no Minuto Hm, em especial nos podcasts, não vale à pena me alongar …
    Entre tudo que vi e ouvi, gostei bastante de vários dos trechos do vídeo do Fan-Can n. 2 , é bastante interessante inclusive ver a transição para o “look” mais moderno do Load, que me causou bastante estranheza e certa decepção na época . Já o vídeo contendo a “jam” com alguns fãs do Metallica é muito engraçado pela falta de habilidade desses .
    E por fim uma verdade inconteste: A incrível capacidade de conhecimento do dono do post, assim só nos faz querer entender por que diabos essa discografia não sai…

    Alexandre

    Like

    • B-Side, como de costume, obrigado pelas palavras e quero aqui também assinar com você os elogios aos excelentes comentários da galera neste post, em um nível realmente muito alto…

      Já o último parágrafo do comentário me arrancou lágrimas de risadas pela forma que foi escrito… um dia, um dia…

      [ ] ‘ s,

      Eduardo.

      Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: