Minuto HM em Melbourne (Austrália): ACDC Lane e Cherry Bar

Localizada na lindíssima cidade de Melbourne, na Austrália, cidade que reúne de maneira reconhecida características para ser apontada como uma das melhores cidades do mundo para viver (e eu endosso fácil tal coro), está uma verdadeira “ruazinha” que todos por aqui devem passar se tiverem oportunidade de visitar a capital da ventania do estado de Victoria.

Confesso que não sabia da existência da ACDC Lane até chegar na cidade e passear por lá munido do Google Maps no celular. Como o foco era os grafites, o tema está longe de minhas buscas para preparar o roteiro de viagem. Mas eis que, caminhando para um restaurante para o jantar, me deparo com tal nome no mapa e literalmente paro na rua para entender se aquilo tinha algo a ver.

Melbourne é praticamente a capital dos grafites na Austrália, o chamado “Street Art”. Há pontos turísticos disso aos interessados – alguns mais interessantes que outros. Passei por várias ruas assim, inclusive por um dos mais famosos locais, na Cocker Alley, lotada de chineses turistas. Aos que curtem, é um prato cheio. Para mim, valeu o passeio já estando na localização em questão, perto da Federation Square, o coração da cidade.

Então, ao olhar a ACDC Ln no mapa e aproveitando que era a duas quadras do restaurante, tudo ficou mais fácil. A rua é mesmo um tributo à banda. Antes chamada Corporation Lane, foi (devidamente) renomeada em Outubro de 2004 por unanimidade de votos pelo conselho municipal.

Há ainda uma curiosidade: a “/”, ou melhor, o raio do nome AC/DC foi então discussão controversa na hora de registrar o nome da nova rua, já que o caracter foge da política local de “naming”. Então, a rua foi registrada sem. Um artista de rua, depois, foi lá e colocou o raio e depois novamente removido. Mas, pelo jeito, tudo voltou, como será visto mais abaixo.

Há ainda imagens de outras bandas, ainda que tenha visto algumas coisas danificadas na rua. A que ficou claro foi a referência do bebê da capa do Nevermind, do Nirvana.

Eis o que encontrei no final da tarde de 01/fev/2017:

 

Talvez mais famoso que a própria rua, temos o Cherry Bar. Fundado por Bill Walsh, baterista de uma banda australiana setentista chamada Cosmic Phychos, o local é o ponto de encontro para rock, hard e metal na cidade e já recebeu uma investida de compra pelo Noel Gallagher, guitarrista do Oasis. O bar quase acabou em 2008, quando o prédio em cima dele pegou fogo, mas o bar sofreu apenas problemas elétricos com a própria água dos bombeiros que veio no combate ao fogo, sendo reaberto depois.

Na ocasião da visita, o bar anunciava ser o ponto de encontro para antes e depois do show do Guns N’ Roses na cidade, já que a banda estava em tour pelo país, show este conferido em Sydney.

Após o jantar, obviamente uma passada no bar era necessária, onde um whisky acompanhou o final da minha noite sob um teto com um logo gigante do Sabbath enquanto uma banda local – nada que valha muitos comentários – tocava para meia dúzia no local:

Vale a pena!

Obs.: como curiosidade final, descobri que na Espanha, em Leganés, também há uma “Calle AC/DC”. Mas isso é papo, quem sabe um dia, para outro post…

[ ] ‘ s,

Eduardo.



Categorias:AC/DC, Black Sabbath, Curiosidades, Nirvana, Off-topic / Misc, Resenhas

2 respostas

  1. Interessante a espécie de beco grafitada em tons púrpuros. Quanto à cidade e ao país, eu até hoje só ouvi elogios.
    Estou aguardando o review dos shows australianos, não esqueça!

    Alexandre

    Curtir

    • Fala, B-Side. Os elogios escutados são reforçados por mim. O clima de sossego / paz faz uma diferença enorme. Tenho uma classificação meio particular sobre “primeiro, segundo, terceiro… quarto mundo”.

      Para mim, nós descemos ao quarto mundo… claro que daí para baixo tem mais coisas, mas terceiro mundo para mim é melhor do que o que temos aqui… eu diria, portanto, que Austrália é segundo mundo, um ótimo segundo mundo, mas não é aquela perfeição do “verdadeiro” primeiro mundo – mas sim, só elogios…

      Sobre o review do show, vai rolar, tem que rolar… as fotos já foram passadas, é questão de sentar e escrever agora.

      [ ] ‘ s,

      Eduardo.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: