Cobertura Minuto HM – Expomusic 2017 (Anhembi): 34ª Feira Internacional da Música (São Paulo)

Para o incauto leitor que agora passa as vistas nas parcas deste que vos escreve, saiba que o Minuto HM esteve na Expomusic 2017 em São Paulo no dia 06/outubro conferindo esse evento de instrumentos, áudio, som, palco, iluminação, produção, workshop musical e performance de dezenas de músicos – este evento que é passagem obrigatória pra quem gosta de música. Este ano os stands estavam bem suntuosos, organizados, com bastante possibilidade de interação entre marca e consumidor e bem a altura dos grandes players do mercado da música como Gibson, Shure, Fender, SGT, Tagima, Giannini, Roland, Jackson, Gretsch e muitos outros. A feira tem um excelente tamanho e me pareceu melhor do que o ano passado.

Agora a feira também agrega expositores de vendas de camisa, acessórios, roupas como a Lady Snake, móveis, barbearia, tatuagem e uma excelente exposição de vinil. Muito bem pensado, não é mesmo? Afinal, tudo se integra.

Tive a oportunidade de conversar com o Clayon da SGT, um dos donos da empresa que agora faz o assembler dos captadores com Dimarzio e explicou a trajetória da empresa.

Tirei fotos com o Boka do Ratos de Porão, que ninguém havia o reconhecido até então e depois com o Dino Verdade, um dos grandes bateristas do Brasil e dono do método double bass de bateria, sendo um dos mais competentes da sua geração.

Seguem abaixo algumas fotos e um pequeno vídeo:

Rolf.



Categories: Artistas, Black Sabbath, Curiosidades, Instrumentos, Iron Maiden, Kiss, Resenhas, Sepultura

4 replies

  1. Um evento fantástico, já na edição 34, só em São Paulo mesmo. E Rolf, você sempre presente, prestigiando e comparecendo de forma dedicada. Muito legal.
    Desta vez, me pareceu que há uma vertente em associar elementos icônicos aos diversos interesses musicais, em especial aos instrumentos. Assim, vi heróis do cinema e quadrinhos em “parcerias” com marcas de instrumentos. É algo que traz o interesse daqueles que tem um apreço por outras linhas de entretenimento e adequado também para quem curte dois aspectos , aqui ligados.
    Em relação às fotos, separo o single do KISS da época do Lick it Up, autografado e as lindas guitarras , em especial as Jacksons, como aquelas que mais me chamaram a atenção em particular. A Jackson RR rosa poderia ter um lugar em uma certa residência paulista, por que não ?

    Alexandre

    Like

  2. Rolf, excelente post, como sempre, desta que já virou uma marca sua aqui no blog (cobrir a Expomusic). Queria até que em 2018 você me chamasse para ir, pois faz muitos anos que não vou e acho interessante, apesar do meu parco conhecimento instrumental. Ah, e pela companhia também :-). Veja, isso não é uma direta ou indireta, é apenas um comentário mesmo, hehehe.

    Está na moda agora tudo que é “entretenimento” estar reunido. Apesar de eu achar legal, há sempre que considerar o limite das coisas, inclusive para não se perder o foco do tema principal, especialmente neste caso aos expositores, que pagam para estar ali e distrações não são bem-vindas do ponto de vista “business”. Para o público, é claro, quanto mais diversificação, melhor, quando observados estes limites em não tirar espaço do “core”.

    Valeu o post!

    [ ] ‘ s,

    Eduardo.

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: