Cobertura 17º álbum estúdio do Maiden – parte 1 – (Iron Maiden?) Belshazzar’s Feast / (The?) Writing On The Wall: façam suas apostas | primeiras impressões

Belshazzar’s Feast” e “WOTW“.

Nos últimos dias, as contas nas redes sociais e o website do Iron Maiden vem fazendo os fãs pesquisarem de tudo sobre o que pode significar os teasers que vem saindo.

Rumores e mais rumores, brincadeiras de tudo quanto é tipo, enfim, vale de tudo neste momento que antecede a data de 15/julho/2021, as 14h00 (horário de Brasília), quando finalmente deveremos ter informações mais concretas.

Vamos aos teasers:

Entre tudo que pode ser, o mais provável, seguindo o “reloginho Iron Maiden” que tanto falo por aqui, é que estamos prestes a ter mais informações do 17º álbum de estúdio da banda que, se meu chute total aqui permitir, deve sair entre setembro/outubro deste ano. Afinal, a banda recentemente lançou um ao vivo (o do México – Nights Of The Dead) e ninguém quer mais saber de álbuns ao vivo neste momento, certo?

E, na verdade, os teasers não provocam tanto – ao final do poster, vejam a inscrição… IMXVII… tipo, Iron Maiden XVII. Pronto, quanto mistério para isso :-). O próprio Bruce dizendo que “o que virá está bem na sua frente”…

“Amarrando as coisas”, e dentro do campo do chute proposto pelo post: “Belshazzar’s Feast” também é chamada de “Writing on the Wall” justamente porque, durante um banquete em que Belsazar / Balthasar profanou a cerâmica de Jerusalém, surge a mão de Deus escrevendo três palavras na parede: MENE, TEKEL, UPHARSIN. Daniel é chamado para decifrar a mensagem, já que ninguém conseguia. Sim, “Writing on the Wall” (a sigla WOTW), que apareceu no poster da tour Legacy of the Beast que, como já sabemos, não teria sido à toa…

Sobre o e-mail que apareceu, eu também mandei uma mensagem para esta conta no Hotmail, mas não tive resposta… se chegar algo ainda, atualizado o post ou coloco nos comentários…

Outros rumores passam por coisas que não fazem tanto sentido, talvez apenas um, que seria um lançamento de um novo álbum solo do Bruce – esse realmente seja o mais possível caso não estejamos de cara ao novo da banda. Nova tour, tendo a Legacy indo para 2022 ainda? Coisas como álbum solo de outro membro da banda (sendo que Adrian acabou de soltar um ótimo do Kotzen), British Lion, e o que mais sobraria? Outro personagem do jogo chato da banda no celular? Mais um ao vivo (hahahaha)? Solo do Gers para o B-Side comprar – e, claro, autografado na capa? Novo restaurante do Nicko na minha rua aqui de casa? Murray fazendo algo fora da banda? Ou seja, vamos nos preparar que vem single / álbum novo aí – “The Fire of Belshazzar” é um bom candidato para nome de single pelo menos, não?

Para quem quiser estudar em mais detalhes, este post do “Iron Maiden Italia” traz ainda mais referências… capisce?

Enquanto isso, só para fechar e sem relação com a adivinhação do post, se no poster  temos “heaven or hell’, aqui Bruce canta sing me a song, you’re singer…

Seguirei colocando nos comentários do post mais teasers ou informações, e quinta, já sabemos como o “reloginho” vai atacar em 2021…

Up The Irons!

[ ] ‘ s,

Eduardo.



Categorias:Agenda do Patrãozinho, Artistas, Curiosidades, Discografias, Iron Maiden, Músicas, Resenhas, Rumores

11 respostas

  1. Confirmado para amanhã, às 14h00, horário de Brasília. Foi adicionado um “T” na sigla, que pode ser o “The” apenas…

    Para quem quiser/puder acompanhar ao vivo:

    [ ] ‘ s,

    Eduardo.

    Curtir

    • Eu acompanhei ao vivo e só ouvi uma vez. Na hora ficou claro se tratar de um novo single – mais uma canção progressiva, sem dobras de terça, com dois solos pouco inspirados, sendo o segundo um pouco melhor.

      O refrão eu acho que vai cair na boca dos fãs bem ao estilo “Speed Of Light”. Vão cantar por alguns meses e dar aquele apoio quando a banda tocá-la ao vivo.

      Tenho expectativas muito maiores para um novo álbum. Espero esse single ser o patinho feio do álbum, o que não é uma decisão difícil de acertar…

      Curtir

  2. Musica fraca, refrão grudento. Falta Steve Harris, mas não é de hoje. Bons solos de guitarra …
    Não me empolgou – nota 6 ta mais do que bom…
    Espero mais do resto, se ficar por aqui, vai sumir no horizonte rapidinho.

    Curtir

  3. Lendo aqui os posts de vocês que são grandes conhecedores da banda, confesso que esperava bem menos. Achei a música boa. A velha fórmula que entrou em Brave New World pra ficar: música de trabalho sem maiores convenções elaboradoras, refrão, visando ser mais radiofônica do que se ater ao estilo que consagrou a banda na época de ouro (80) que pelo visto não volta mais…… o formato que já está aí há um bom tempo.

    Curtir

  4. Ainda sinto falta bom heavy metal. Peso, distorção nas guitarras, a potência vocal, ou seja, a boa fórmula. Para um primeiro single (pós pandemia na Inglaterra) esperava algo mais pesado. Não achei ruim, mas parece mais do mesmo.
    Ainda há esperança.

    Curtir

  5. Bom, creio que não tenho nada de muito relevante para opinar, pois como sempre, faço questão de não ouvir nada antes de ter em minhas mãos uma cópia física do novo disco do Iron Maiden. Mas como prezo por minhas bolas, ou como dizem lá na terra do Schimitt, “meus bagos”, vou comentar aqui, pois quem tem c*, tem medo.
    Acho que o Iron aproveitou muito bem as novas mídias para uma excelente divulgação chamando muito a atenção dos fãs da banda. Ouvi desde opiniões entusiasmadas (a maioria) e outras nem tanto, como a do Kelsei e Flavio. Também li algumas pessoas dizendo que se a musica for executada em velocidade 1,25X no Youtube, fica muito melhor. Bom, não sei se isso tem relevância, mas essa ideia ascendeu uma luz na minha cabeça e me fez refletir sobre o assunto, talvez um dos grandes problemas atuais dos discos do Iron Maiden seja justamente isso: o número de temas cadenciados em demasia, falta um certo “punch” nas músicas e só agora notei isso! Que pecado…
    Mas antes de qualquer opinião, vamos esperar o lançamento oficial.

    Curtir

  6. Iron Maiden – The Writing On The Wall (Official Video):

    Bruce Dickinson: How Rammstein influenced Iron Maiden’s new video: https://www.kerrang.com/the-news/bruce-dickinson-how-rammstein-influenced-iron-maidens-new-video/

    Abaixo o vídeo que Bruce menciona:

    [ ] ‘ s,

    Eduardo.

    Curtir

Trackbacks

  1. Vai sair novo álbum do Maiden! – Minuto HM

Leave a Reply

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: