O bom e NOVO rock’n’roll cantado em Português

Não venha torrar no dia do Rock dizendo que o Brasil não tem nada!

Você lendo esse post aqui, pegue papel e lápis: em 1 minuto, liste quantas bandas conseguir que cantam rock em português.

Tic-tac … tic-tac … tic-tac … tic-tac … tic-tac … tic-tac … tic-tac

Fez a lista? Agora, selecione somente os artistas / grupos musicais que surgiram após os anos 2000. Sobraram muitos? Se você não está contente com o número que ficou, reserve um tempo para se aventurar no texto abaixo e aumentar o seu vocabulário musical com sons de qualidade (e, claro, incorporar esses grupos no seu dia).

Duas foram as faíscas que me fizeram montar esse post, as duas ocorrendo praticamente no mesmo mês. A excelente Sioux 66, que presenciei nesse ano abrindo para o Shaman; e a impressionante Álibi de Orfeu, que o nosso presidente me encaminhou para audição por email, dentro da sessão que as bandas entram em contato com o blog. Foi uma feliz coincidência e o incentivo que faltava para montar isso aqui.

A lista abaixo não segue nenhum ranking de preferência. Para todas as bandas vou deixar referências, que eu espero que você se organize para ouvir, digerir com calma e ir atrás de mais coisas. E deixe nos comentários outras bandas que merecem destaque. Bora lá!


1.  Sioux 66

Começando obviamente com as bandas que eu já mencionei, a começar por esses paulistas que fazem um som com muita pegada e personalidade, misturando um Hard Rock agressivo, com uma mãozinha no Heavy Metal e outra no Punk. A banda, que teve uma única formação por muitos anos, tem hoje o filho do Andreas Kisser, Yohan Kisser, na guitarra solo. Todos os álbuns tem uma atitude única e isso é algo que eu não via há muuuito tempo.

2. Álibi de Orfeu

E o resultado do post onde tentei explicar um pouco do conceito de uma Ópera-Rock resultou em um email ao nosso Fale Conosco, enviado por Rui Afonso Paiva, músico e compositor que participou de uma ópera-rock em Belém do Pará: Álibi de Orfeu, com o trabalho Desterro.

“Kelsei, acho que você vai se interessar …”. Era mais ou menos isso que vinha no email do presidente para mim. Como eu assino um plano de aplicativo de streaming, baixei o álbum no meu celular no mesmo dia. Ouvi mais de um mês depois.

E juro! Não esperava tamanha qualidade! Um álbum sensacional (e longo!), com muitas letras recheadas de críticas sociais. Cheguei a mandar um email de volta, pedindo mais detalhes sobre a obra, até porque o email menciona uma peça teatral acompanhada da execução do álbum. Acho que, com esse meu nome, eu devo ter ido para o spam rsrs.

Deixo aqui um áudio e um video-clipe (as duas músicas são da mesma obra):

3. Scalene

Conheci esse grupo de Brasília pelo programa Experimente, do canal BIS. Disparada a melhor banda que esse programa já me apresentou. Um stoner rock bem produzido e letras que saem do convencional.

Mais tarde li em algum lugar que eles ficaram mais conhecidos por participarem de um programa no canal aberto da Globo, mas aí não é algo que faça parte do meu mundo (TV aberta; não rede Globo).

4. Kiara Rocks

Talvez o grupo mais conhecido aqui (ou que teve seu nome mais divulgado), o Kiara Rocks deve ser o grupo mais velho dessa lista, já tendo ganhado concurso de programa de TV e fazendo parte do line-up do Rock in Rio de 2013. Formada em São Paulo, a banda tem seu som caucado no Hard Rock, com várias mudanças de integrantes ao longo da última década.

Com três álbuns produzidos até 2013, com a nova formação estabilizada, lançaram novo single (Sempre Enfrente) e torcemos por um novo álbum.

5. Emmercia

Conheci esses paulistanos muito sem querer. Jogando video-game uma noite, ao desligar o aparelho e colocar no canal da TV só para desligá-la e ir dormir, o programa passando era desses de video-clipes. Precisei de cerca de quatro segundos para postergar a ideia de ir dormir e ficar ouvindo essa sonzeira aqui:

Os caras possuem dois EPs, que podem ser encontrados em seu canal do YouTube e também nas famosas plataformas de streaming. O debut está em processo de composição – não sei quando sai, mas eu aposto alto aqui. Olho neles!

6. Burlesca

Outro grupo de São Paulo, esse quarteto lançou seu debut homônimo em 2018, com uma cozinha certeira e letras bem construídas, algumas até com críticas bem explícitas. Abaixo apresento a canção que fecha o álbum:

7. Cracker Blues

Chora aí, neném! Com dois álbuns aqui no meu celular, essa banda paulista faz um blues de primeiríssima linha, com uma pegada bem rock’n’roll e country. Nem eu que sou chegado no Blues consigo ficar sem ouvir isso. A guitarra tem vida própria!

8. Blame

Esse trio de Florianópolis deve precisar de um quarto integrante para fazer as canções ao vivo, pois claramente tem duas guitarras gravadas. Tem uma abordagem mais acessível nas melodias, mas com uma boa cozinha e algumas letras bem interessantes. Possuem um debut e alguns vídeos em seu canal do YouTube.

9. Mattilha

Os paulistanos do Matthilha levam todas as fórmulas para quem curte um Rock’n’roll , sem frescura, direto e reto. Tem letras divertidas, mas sem esculacho; como se fosse uma evolução do Velhas Virgens.

10. Trezzy

Ouça com carinho essa banda de São Paulo: Hard Rock com estilo, cara de mal, bandana na cabeça e muita tatuagem. Adivinha quantas faixas tem o debut, Circo XIII?

11. Verdecaffé

Talvez a Verdecaffé seja a que bebeu de mais fontes que não só o rock. Com pitadas de MPB, pequenas levadas de Reggae, um pouco daqueles raps que o Chorão fazia muito no Charlie Brown e sempre acompanhados de um violão no acompanhamento, o debut desses caras é ideal para quando você precisa desacelerar e andar um pouco em nuvens.

12. Vivendo do Ócio

Quando quatro garotos da Bahia apareceram lá pelas bandas de 2009 com um videoclipe na MTV, eu olhei para a TV e pensei “Mais uma bandinha que vai durar 8 meses”. Queimei minha língua. A MTV ficou passando a musiquinha deles por toda a programação, mas não mencionou que o resto do álbum era rock’n’roll na veia. Mais de dez anos e seis álbuns se passaram.

13. Molho Negro

Encerrando esse post com mais uma banda de Belém do Pará, o Molho Negro é um trio que lançou seu terceiro álbum recentemente, Normal. É a banda que caiu nos meus ouvidos a menos tempo e que ainda estou conhecendo mais. Com letras bem diretas, críticas, guitarras destorcidas e um som pesado.

E chega!

Beijo nas crianças!

Kelsei



Categorias:Artistas, Bandas Independentes, Curiosidades, Resenhas, Sepultura, Shaman

4 respostas

  1. Kelsei eu gosto muito dos seus posts por que sempre trazem novidades ou visões novas sobre um tema
    Quando eu li sobre “rock and roll” me veio a ideia do BRock também. Achei que as bandas de rock nacional fossem entrar aqui

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: