50º Podcast Minuto HM – 12/agosto/2022 – com novidades: canal do Minuto HM no Telegram e o futuro do Podcast

Talvez o normal ao se ver uma marca como esta de CINQUENTA ininterruptos podcasts trimestrais seja algo como:”wow, parabéns, como vocês conseguiram?”. Ah, essa é fácil e eu respondo: graças à espinha dorsal que é o diferencial das pessoas que por aqui habitam o espaço. Convenhamos: esse grupo de pessoas do blog é fantástico. Chegar nessa marca é um prazer, e vamos ver o que temos pela frente agora ainda neste post! Bom, abaixo um pouco do que foi este 50º Podcast Minuto HM, que contou com os seguintes participantes:
  • Eduardo [dutecnic] como host;
  • Alexandre B-Side;
  • Flavio Remote (e como fez falta!)
  • Kelsei;
  • Claudio e
  • Rolf.
Ainda que a regata cinza do Rolf não tenha participado, tivemos uma uma edição de muito bate-papo nesta amizade que, incrivelmente, só aumenta ao longo dos anos. Foram muitas coisas durante estes anos de podcasts: muitos amigos foram chegando, muitas discussões de todos os temas possíveis e imagináveis – até mesmo de metal, vejam só. Mas, brincadeiras à parte, esse que foi sempre o barato: “emular” a tal “cavaca carioca” aprendida com os fluminenses aqui do espaço em um formato maior e virtual, contanto com alguns bons encontros presenciais da galera em shows e até quando o blog completou 10 anos! Querem um pouco de números? E se eu falar que, somados, os 50 podcasts e teasers representam um pouco mais de QUINZE DIAS de áudio, ou seja, mais de 360 horas, divididos em 18,3 GB de arquivos MP3? É isso mesmo: para quem participou de todos os podcasts (creio que Alexandre e eu), temos mais de meio mês de nossas vidas conversando ininterruptamente (claro, se fôssemos realmente somar os não-podcasts, já dá para falar em semestres, no mínimo, hehehe). E agora? Quais os próximos passos, como já havia trazido no anterior? Para forçá-lo a continuar lendo o post (ou pelo menos lhe dar o trabalho de arrastar a tela para baixo e procurar), continue por aqui. Mas voltando à esta edição especial, foi muito legal novamente conversar por vídeo com todos. Falamos muito dos shows que passaram, dos que virão em 2022, do retorno do Pantera, entre “zilhares” de outras coisas que só o mestre B-Side em um provável último teaser terá a competência necessária para melhor resumir. Quando o assunto foi para o Iron Maiden, antes de entrarmos no throwdown triplo, relembramos o retorno do Bruce cantando esta versão de Man On The Edge:
E o Marcus Batera? Difícil o cara entrar aqui, né? Mas, como não sou de guardar (muito) rancor, deixo um vídeo dele de frontman agora, na guitarra e leading vocals, digamos assim, ao qual assistimos juntos no dia seguinte ao podcast, após o time dele dar uma surra no meu. O vídeo tem as “quebras” com as músicas do show, que lembra muito o início dos Beatles no Cavern Club :-). Será que ele participará do próximo encontro? Nem quando era “só” baterista ele entrava muito, imaginem a marra agora :-). Ah, conhecendo-o, ele pede encarecidamente para desprezarem a falha na voz no início de Detroit Rock City em “nine o’clock”, ao qual ele mesmo já se pune o suficiente no vídeo (imperdível!):
Lição de casa (podcast anterior): na tentativa de encontrarmos o que consideramos como grupo o “pior álbum enquanto sexteto” do Iron Maiden, havíamos pré-selecionado o Dance Of Death, o A Matter Of Life And Death e o Senjutsu (Iron maiden, não faça mais álbuns com a palavra “death” no título, “faiz-favô”) e aí fomos para as cabeças: dando 3 pontos para o “melhor” álbum, 2 para o intermediário e 1 para o “pior”, com exceção do Rolf que não votou, a pontuação entre os participantes do blog foi a seguinte:
  • Dance of Death: 13 pontos
  • A Matter Of Life And Death: 12 pontos
  • Senjutsu: 5 pontos
Assim, para surpresa de provavelmente ninguém por aqui, infelizmente as músicas que forçadamente que soar épicas no Senjutsu, a falta de um produtor que desafie e peite a banda e a insistência de Harris com seus mais 30 minutos finais do álbum de fórmula deixaram o lançamento do álbum de capa mais legal entre todos como pior da fase sexteto – para desespero do marketing do Iron Maiden, que não dormirá lendo isso. Ah – eu falei do mosquito do álbum? Ele leva o título (para mim) de principal culpado, ainda mais que o restante dos fatores! Ah 2 – e quem acredita ainda nisso?
Na votação popular, tivemos a galera bastante dividida, com o detalhe do Senjutsu ter sido escolhido como melhor que o DoD e o AMOLAD… Também falamos do álbum do Rescue do Shaman, onde, para variar, o Kelsei veio com sua aula costumeira de explicação dos álbuns, momento do grupo, etc. Fantástica explicação. Já o álbum… bom, escute o podcast. Streaming / download do teaser do podcast anterior: Todos podem curtir o teaser aqui, ou ainda usar os links na sequência para escutá-lo por streaming no Amazon Music / AudibleApple Podcasts, Audacy, Deezer, Facebook Podcasts (somente nos EUA), Gaana, Google Podcasts, iHeartRadio (somente nos EUA também), Player FM, Podvine ou, claro, no Spotify. Também pode dar play diretamente abaixo: Streaming / download do podcast completo: O podcast completo desta edição pode ser ouvido abaixo (por streaming) e/ou “baixado” aqui (302 MB) – também disponível no player abaixo: Sempre lembrando também da página no blog para os podcasts e teasers a partir de 2021, já disponível no menu “Podcasts” e diretamente aqui. Lição de casa (próximo podcast): Sem ainda nem saber como será a próxima edição do podcast (se é que chamaremos de podcast, a propósito), a lição de casa foi proposta pelo B-Side com um throwdown duplo de Black Sabbath, além de um álbum sugerido pelo Kelsei para audição independente, para a alegria dos gêmeos e do Rolf. Confiram abaixo:
  • Sabotage x Sabbath Bloody Sabbath

  • Master of Reality x Vol 4

Os vencedores farão a final ao vivo na próxima edição. Já o álbum para audição é o War Within Me, do Blaze Bayley. Como de costume, as pesquisas já estão abertas. Mesma “regra” de sempre: quem vota no dia ao vivo, não vota online. Não vai participar ou não poderá no dia? Como diria o Walter Mercado: LIGUE VOTE JÁ!
Lembrando que o “voto popular” acima poderá ser usado para algum “desempate” no dia da análise dos álbuns, se necessário. E reforçando: quem participará do podcast não deve votar nas pesquisas. A playlist da lição de cada em nosso canal no YouTube (não deixem de fazer a inscrição no canal) está atualizada com os álbuns e os throwdowns da próxima edição:
Novidade: canal do Minuto HM no Telegram Pedindo uma licença para lançar a novidade “oficialmente” neste post especial, o blog continua sua expansão digital desde seus primórdios e agora possui um canal no Telegram (na verdade, já havia criado em 2018, mas nunca tinha dado atenção). Agora, ele está lá com 12 participantes convidados e pode funcionar como mais uma opção aos interessados em receber nossos posts rapidamente e interagir com a galera. Para se inscrever por lá, basta usar este link. Estão todos convidados! Divulguem-o! Futuro do Podcast Minuto HM Bom, e finalmente chegamos a este tópico. E o que será da edição 51 do podcast e seguintes? A verdade? Ainda não sei 100%, mas a ideia é partirmos oficialmente para outro formato – provavelmente, uma transmissão ao vivo pelo YouTube. O que “pega” aqui não é nem a transmissão, já que o canal do blog por lá está certificado para tal. O que “pega” é gravar. Mas farei testes nos próximos meses e vamos ver os resultados. Portanto, não vai ter jeito: é bom já ir tomando banho e perguntando ao Rolf da onde vem as camisetas cinzas que se reproduzem como coelhos… Até a próxima, galera, seja lá em qual formato digital. E um “até já” para para o Iron Maiden e o Rock in Rio 2022 que estão chegando… [ ] ‘ s, Eduardo.

Categorias:Aerosmith, Angra, Artistas, Black Sabbath, Blaze Bayley, Cada show é um show..., Covers / Tributos, Curiosidades, Deep Purple, DIO, Dream Theater, Green Day, Guns N' Roses, Instrumentos, Iron Maiden, Kiss, Led Zeppelin, Músicas, MetallicA, Minuto HM, Off-topic / Misc, Pantera, Pesquisas, Podcasts, Rainbow, Resenhas, Scorpions, Shaman, Slayer, Testament, The Beatles, The Winery Dogs, Van Halen, Viper, Whitesnake

3 respostas

  1. Parabens ao blog pela consistência em 50 podcasts. Quando começamos isso, ninguém poderia realmente imaginar que chegássemos tão longe.
    E o de numero 50 foi tão bom como o primeiro, ou o décimo ou o vigésimo e assim se seguem todos.
    Eu agradeço todos com quem tive a oportunidade de conversar nesses 50 emcontros.
    Aprendizado impagável.

    Bside

    Curtir

  2. irado demais ….as camisas cinzas ………..foram pacotes e pacotes de promoção na Tommy Hilfiger ….esse Sawgrass

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: